Opinião: Vasco se mostra mais inspirado, mas ainda peca nas conclusões

O Vasco da Gama apresentou evolução na vitória sobre o ABC-RN, mas segue pecando BASTANTE nas conclusões das jogadas.

França Fernandes
Por França Fernandes
-  6 de março de 2020 às 10:03-  Atualizada em 30 de agosto de 2020 às 17:53
Germán Cano em partida pelo Vasco
Germán Cano em partida pelo Vasco (Foto: Thiago Ribeiro/AGIF)
data-full-width-responsive="true"

Ainda não é o Vasco da Gama que a torcida espera. Falta muito. Mas não se pode ignorar que houve sim, enfim, uma melhora no desempenho da equipe na partida da última quinta-feira (05) do ABC-RN, pela Copa do Brasil, em comparação ao que vinha sendo apresentado nos primeiros jogos da temporada.

Talvez a limitação do adversário e o fato de estar jogando diante da  torcida no Maracanã tenham tido papel fundamental para isso, mas o que se pôde ver foi um Vasco minimamente mais inspirado em campo. Ao longo da partida, a equipe criou diversas chances reais de gol, apesar de ter saído com o placar mínimo de 1×0.

O problema, no entanto, segue sendo justamente esse: a pontaria. Embora tenha sido o autor do gol da vitória vascaína, agora já somando 5 em 9 partidas, não foi uma grande atuação do atacante, que perdeu desperdiçou muitas oportunidades. Nada que tire o brilho do artilheiro, que novamente se mostrou decisivo.

A questão é que Germán Cano, mesmo perdendo algumas chances, ainda está anotando os seus gols, mas o restante do ataque vascaíno não. E se não fosse o Camisa 14? O caso que mais chama a atenção é o de Marrony, que ainda não balançou as redes em 2020, sendo a pontaria imprecisa um problema que já tem o perseguido há algum tempo.

Em relação ao coletivo da equipe, como já destacado, o que se pôde observar foi uma evolução, pelo menos diante do ABC-RN. O técnico Abel Braga ainda está buscando a escalação ideal, segue pecando em alguns aspectos, mas a entrada do volante Fredy Guarín elevou a qualidade da equipe. Agora o trabalho do comandante emplaca? O que resta é aguardar.