STJD detalha punição ao Vasco por objetos arremessados em São Januário

O Vasco da Gama recebeu uma multa de R$ 5 mil devido aos objetos arremessados pelos torcedores na derrota para o CSA.

Latas de cerveja e copos arremessados em São Januário
Latas de cerveja e copos arremessados em São Januário (Foto: André Durão)

O Vasco foi multado em R$ 5 mil por arremesso de copos de cerveja no campo de jogo, na partida com o CSA. A Segunda Comissão Disciplinar do STJD do Futebol julgou os fatos ocorridos pela Série B, no dia 29 de outubro. A decisão unânime de primeiro grau cabe recurso.

Entenda o caso

Após o segundo gol do CSA, aos 38 minutos da etapa final, a torcida do Vasco, que encontrava-se nas arquibancadas atrás dos bancos de reservas, arremessou objetos como copos plásticos contendo líquidos e latas de cerveja. Foi relatado ainda que os objetos não atingiram nenhuma pessoa no gramado.

A Procuradoria do STJD enquadrou o Vasco no artigo 213 do CBJD, “deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo”.

A advogada Amanda Borer juntou aos autos o Boletim de Ocorrência com a identificação de um torcedor e sustentou pelo clube.

“O que difere o presente caso de vários outros que já foram julgados aqui, é que os torcedores foram identificados e ficarão proibidos de entrar no estádio por um determinado tempo. Não houve invasão, confusão, um arremesso de fato. São objetos permitidos dentro do estádio, havia policiamento e não tinha muito como o Vasco impedir. O que o Vasco podia fazer ele fez, proibindo a entrada de objetos que não são permitidos, a identificação dos responsáveis, tinha segurança privada presente e solicitou policiamento. No presente caso estamos analisando tão somente o arremesso de objetos que são permitidos em um estádio de futebol. O pedido é pela absolvição do clube, mas caso não se entenda dessa maneira, que se aplique uma multa muito próxima da mínima”, pediu Amanda Borer.

O entendimento do relator Diogo Maia foi diferente da defesa.

“Os objetos foram lançados como forma de protesto. Não atingiu ninguém, mas não sabemos se a intenção era acertar alguém ou não. No caso anterior, se tratava de um único copo, mas nesse jogo foram vários objetos lançados ao gramado. Felizmente não atingiu ninguém. O tipo prevê a repressão e a prevenção. A prevenção de fato não tinha como ser feita, pois eram objetos lícitos, mas a repressão sim. Todos os autores deveriam ter sido identificados, porque não acredito que esse único torcedor tenha jogado todos esses objetos” disse o relator, condenando o Vasco à multa de R$ 5 mil.

Os auditores Carlos Eduardo Cardoso, Washington Rodrigues, Iuri Engel e o presidente Felipe Silva acompanharam o relator e a decisão foi unânime.

As informações de cunho jornalístico produzidas pela Assessoria de Imprensa do STJD não produzem efeito legal.

Fonte: STJD

Leia mais sobreSão JanuárioSTJD
Nenhum comentário ainda.
Deixe sua opinião

Últimas notícias
20 de janeiro de 2022
SAF do Vasco ganha força em meio a turbilhão político

Futebol do Vasco da Gama tem sido alvo de investidores internacionais enquanto bastidores políticos do Clube seguem agitados.

Grupo americano interessado no Vasco já comprou direitos do Brasileiro no exterior

O Fundo 777 Partners, que manifestou interesse em investir no Vasco da Gama, já comprou os direitos internacionais do Brasileiro.

Vasco vê Eric Pimentel e Zé Vitor como opções caseiras para compor o elenco

Sem contratações de impacto para a defesa, Vasco da Gama enxerga em Eric Pimentel e Zé Vitor uma boa dupla para compor o plantel em 2022.

Grupo russo liderado pelo bilionário Roman Abramovich estaria interessado no Vasco

Esse e outro grupo, um árabe, estariam desejando comprar o Vasco por cerca de R$ 1 bilhão de dólares; Abramovich é dono do Chelsea-ING.

19 de janeiro de 2022
Vasco faz amistoso contra o Audax-RJ nesta quinta-feira no CT Moacyr Barbosa

Jogo-treino é o segundo do Vasco da Gama na preparação para o Campeonato Carioca; Audax também será adversário durante o Estadual.

Vasco deve gastar quase R$ 45 milhões com o futebol em 2022

Desse total, são R$ 37,3 milhões destinados ao elenco do Vasco da Gama, e o restante para comissão técnica e funcionários administrativos.

Há 20 anos, camisa 11 era aposentada pelo Vasco em homenagem a Romário

Decisão de homenagear Romário aconteceu em 19 de janeiro de 2002 e partiu do então presidente do Vasco da Gama, Eurico Miranda.

Contratos de Conceição, Yuri Lara e Bruno Nazário são registrados no BID da CBF

Com isso, os 3 atletas, que devem ser titulares ao longo da temporada, já estão oficialmente aptos a atuar pelo Vasco da Gama.

Vasco realizará nesta sexta debate sobre a possível implantação da SAF no Clube

Debate terá início às 10h30min e contará com a presença do 2º VP Geral do Vasco da Gama, Duque Estrada, e do VP Jurídico, Zeca Bulhões.

Veja a chegada de Getúlio ao CT Moacyr Barbosa

Confira o momento em que Getúlio chegou ao CT Moacyr Barbosa nesta quarta-feira, para assinar com o Vasco da Gama.

Veja mais notícias