Vasco x Internacional coloca frente a frente os experientes Luxemburgo e Abel

Adversários deste domingo, Vanderlei Luxemburgo e Abel Braga sofrem questionamentos constantes sobre seus trabalhos.

Dois grandes técnicos, os mais experientes do Brasileirão (ambos têm 68 anos) e que conquistaram os maiores títulos do futebol nacional. Porém, não apenas esses dados que assemelham as trajetórias de Vanderlei Luxemburgo e Abel Braga: os dois treinadores convivem com questionamentos constantes sobre seus trabalhos recentes.

Nos últimos anos, Abel teve passagens frustrantes por Flamengo, Cruzeiro e Vasco, até retornar ao Internacional. Já Luxemburgo, teve uma boa primeira passagem pelo Vasco, porém foi demitido do Palmeiras e voltou ao Cruz-Maltino com o mesmo objetivo de 2019.

LUXA INICIA A TEMPORADA ALMEJANDO CONQUISTAS NO PALMEIRAS E ENCERRA TENTANDO SALVAR O VASCO DO REBAIXAMENTO

Vanderlei Luxemburgo começou a temporada 2020/21 em um dos clubes mais ricos do país, o Palmeiras. A meta era brigar pelos mais diversos títulos. Os dois primeiros, conseguiu. Foi campeão da Flórida Cup e do Paulistão. Porém, as atuações não satisfatórias em campo na Libertadores e Brasileirão, culminaram com a queda do treinador. Voltou ao Vasco com a missão de evitar mais um rebaixamento na história do Gigante da Colina.

O começo do trabalho foi animador. As atuações contra Atlético-GO, Botafogo e Atlético-MG deram a impressão que o Vasco poderia até sonhar com voos mais altos no Brasileirão. Entretanto, isso não aconteceu, e o Cruz-Maltino acumula quatro jogos sem vitória, atuações ruins e voltou para a zona da degola. A derrota contra o Fortaleza, provavelmente, foi o revés mais questionado de Luxemburgo no comando técnico do Cruz-Maltino, principalmente, devido às suas mudanças na equipe.

– Nós temos um problema sério hoje que é vocês não poderem acompanhar o treino. Se tivessem visto o trabalho de domingo e segunda, iriam ver que a escalação foi certa. Mas só viram o jogo, e o time não encaixou. Então, parece que a escalação foi equivocada. Eu respeito isso. Agora, quem treinou o time fui eu. Eu saí de campo confiante em fazer uma grande partida – se explicou o treinador sobre as alterações na última partida.

E os números também ilustram um desempenho não tão bom do Vasco. Desde a chegada do treinador, o Cruz-Maltino apenas conquistou nove dos 27 pontos disputados até aqui. Um aproveitamento de 33,3 % dos pontos.

Diante do Colorado de Abel Braga, o Vasco e Luxemburgo têm o desafio de vencer o atual líder do Campeonato Brasileiro. Um possível revés, que poderia até ser considerado natural pela diferença das equipes na tabela, pode ser fatal para as pretensões do Cruz-Maltino de permanecer na Série A. Sobre o confronto, Luxa afirmou que não é regra uma equipe melhor colocada vencer a que está em pior momento:

– Ninguém pode afirmar que nós já perdemos pro Internacional. Até porque hoje teve uma situação que nós perdemos aqui e o Sport venceu o Internacional na casa do Internacional. Então, no futebol não existe aquela coisa que você não pode ganhar de uma equipe que está melhor momentaneamente. Você pode ganhar. Com todo respeito você pode ganhar porque a coisa ainda não terminou ainda – disse Luxemburgo.

O Vasco e Luxemburgo têm três decisões pela frente. Esse duelo contra o Inter, e os jogos contra Corinthians e Goiás. O Cruz-Maltino não pode pensar em tropeçar se quiser se manter na Série A.

ABEL COMEÇA A TEMPORADA NO INCONSISTENTE VASCO E TERMINA BRIGANDO PELO TÍTULO COM O INTERNACIONAL

O técnico Abel Braga iniciou a temporada 2020/21, substituindo Vanderlei Luxemburgo no Vasco. Abel tem vínculo antigo com o Vasco, principalmente da época de jogador, porém como treinador, dirigiu o Cruz-Maltino em duas oportunidades, sem ter conquistado títulos pelo clube. Em março, após três meses da contratação, ele deu adeus a Vasco. O técnico pediu demissão depois da derrota contra o Fluminense por 2×0, alegando problemas extracampo, como a asfixia financeira que atrapalhavam o dia a dia.

Logo depois, foi escolhido, novamente, para ser treinador do Inter, substituindo Eduardo Coudet. Abel Braga foi campeão da Libertadores e do Mundial pelo clube em 2006, e mesmo contestado por parte da torcida quando foi contratado, aceitou o desafio de comandar o Colorado até o final da temporada, que se encerra em fevereiro de 2021. Na sua sétima passagem pelo Beira-Rio, o profissional veio acompanhado do auxiliar Leomir de Souza. O início da atual passagem do treinador pelo Beira-Rio foi conturbada, com duas eliminações, na Copa do Brasil e na Libertadores. O técnico também não venceu os primeiros 4 jogos no Campeonato Brasileiro. Desde então, a trajetória do treinador mudou da água pra o vinho, com uma arrancada de 10 jogos sem perder, colocando o Inter na primeira colocação do Brasileirão. Porém, faltando pouco para o fim do campeonato, o Clube do Povo teve um tropeço que pode causar problemas ao seu tão esperado título.

– Os dois gols foram em dois erros graves, mas, com um a menos, nós finalizamos 17 vezes contra sete, tivemos 59% de posse. Foi um jogo de ataque contra defesa — disse o treinador em entrevista coletiva sobre a derrota contra o Sport

Mesmo depois de dar a volta por cima, o treinador ainda assim não é unanimidade em Porto Alegre, e agora faltando apenas três rodadas para o fim do campeonato, Abel precisa novamente se provar, para mais uma vez, entrar para a história do clube.

— No momento mais difícil do campeonato, nós viramos. Houve uma confiança em nós mesmos. E quem tem confiança em si, ganha a confiança dos outros — disse em entrevista coletiva sobre a derrota contra o Sport.

O Internacional e o Abel têm três decisões pela frente. Este duelo contra o Vasco, e os jogos contra Flamengo e Corinthians. Todos esses jogos são muito importantes para o Colorado, não podendo tropeçar para conseguir conquistar o Campeonato Brasileiro 2020.

Fonte: Esporte News Mundo

Nenhum comentário ainda.
Deixe sua opinião

Últimas notícias
19 de maio de 2021
Justiça nega nova limitar e mantém decisão que obriga Vasco a reintegrar funcionários

Justiça rejeita efeito suspensivo do Vasco da Gama e mantém reintegração de 186 funcionários demitidos pelo Clube.

18 de maio de 2021
Venda de Talles Magno é a segunda maior da história do Vasco em reais

Transferência do atacante Talles Magno para o futebol dos Estados Unidos é a segunda maior da história do Vasco da Gama em reais

União cobra dívida de R$ 6 milhões do Vasco

União cobra o Vasco da Gama por dívidas de R$ 6 milhões com 100 funcionários do clube demitidos no ano de 2008.

Vasco contrata Emerson Urso para o Sub-20: ‘Muito feliz e motivado’

O Vasco da Gama contratou o atacante Emerson Urso por empréstimo do São Caetano até dezembro, podendo comprá-lo em seguida.

Gabriel Pec destaca decisão da Taça Rio e revela sonho pelo Vasco

O meia-atacante do Vasco da Gama, Gabriel Pec, se mostrou focado para conquistar a Taça Rio pelo Cruzmaltino.

Vasco economizará R$ 3,5 milhões com a saída de Carlinhos

O Vasco da Gama está negociando a rescisão de contrato com o meio-campista Carlinhos, o que renderá uma boa economia a longa prazo.

Vasco compra MT com contrato válido até dezembro de 2024

O Vasco da Gama anunciou a compra do meio-campista MT junto ao Volta Redonda, e o novo contrato, agora em definitivo, é válido até 2024.

Juninho Pernambucano justifica interesse do Lyon em Henrique

Diretor de futebol do Lyon, Juninho Pernambucano justificou o interesse do clube no lateral-esquerdo Henrique, revelado pelo Vasco da Gama.

Vasco acerta venda de Talles Magno ao New York City; saiba os valores

O Vasco da Gama ainda manterá cerca de 10% do atacante Talles Magno, e a venda inicialmente vai render R$ 42 milhões.

Sub-20: assista aos melhores momentos de Vasco x Boavista pela Taça Guanabara

Assista aos melhores momentos da vitória do Vasco da Gama Sub-20 por 6×0 sobre o Boavista pela Taça Guanabara 2021.

Veja mais notícias