Campeonato Brasileiro - 9ª Rodada São Januário
Vasco 1
X
0 Confiança

Valeu 3 pontos! Vasco joga mal em casa, mas vence o Confiança por 1 x 0

O Vasco da Gama venceu o Confiança por 1x0 em São Januário, gol marcado por MT aos 13 minutos do primeiro tempo.

MT marcou o gol da vitória do Vasco contra o Confiança
MT marcou o gol da vitória do Vasco contra o Confiança (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

O Vasco da Gama venceu o Confiança por 1×0, gol marcado por MT aos 13 minutos do primeiro tempo. A partida aconteceu em São Januário, válida pela nona rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com a vitória, o Gigante da Colina subiu para a sexta colocação na tabela, com 13 pontos conquistado e terá de torcer por derrotas de Sampaio Corrêa e Goiás, que ocupam as últimas vagas no G4, com 15 pontos e enfrentam Londrina e Vitória, respectivamente.

Marcelo Cabo teve muitos desfalques e mandou a campo a seguinte escalação: Vanderlei, Léo Matos, Ernando, Leandro Castan e Zeca; Michel (Figueiredo), Andrey (Miranda), MT (Arthur) e Marquinhos Gabriel (Sarrafiore); Gabriel Pec (Caio Lopes) e Germán Cano.

O Confiança jogou com Rafael Santos, Marcelinho, Nirley, Victor Sallinas e João Paulo; Gilberto (Bruno Sena), Álvaro (Ítalo) e Daniel Penha (Renan Areias); Gustavo Ramos (Robinho), Neto Berola e Hernane (Alex Henrique).

Primeiro tempo

Foi um jogo muito estudado nos primeiros minutos, com o Confiança tentando mais que o Vasco da Gama, que por sua vez, esperava as ações do adversário para entender como deveria se comportar.

O time de Marcelo Cabo cerecia na transição, mas Gabriel Pec apareceu mais na criação e com boa jogada aos 13 minutos de jogo fez boa jogada, servindo Marquinhos Gabriel, que deixou MT na cara do gol e o garoto não vacilou e marcou o seu primeiro gol pelo profissional.

Imaginava-se que o Vasco passasse a dominar a partida, não sentir dificuldade, mas não foi o que aconteceu. O Confiança não se intimidou, partiu pra cima e por diversas vezes levou perigo, obrigando Vanderlei a trabalhar, e noutras oportunidades desperdiçou chances claras dentro da pequena área.

Contudo, prevaleceu o resultado. Com o gol do garoto MT o Vasco da Gama foi para o vestiário com a vantagem no placar e com diversos problemas a serem corridos pelo técnico Marcelo Cabo.

No segundo tempo

Marcelo Cabo voltou com Figueiredo no lugar de Michel, visando mais mobilidade e rapidez na transição, mas o time continuou apático na segunda etapa. As entradas de Sarrafiore, Arthur Sales e Caio Lopes também não surtiram muito efeito.

Assim, o time não criou o suficiente para incomodar o adversário, que oferecia perigo quando pisava no campo ofensivo, porém não converteu as chances que teve diante da flagrante limitação técnica que apresentou durante os 90 minutos da partida.

Cumpre mencionar que a bola não chega ao ataque para que Cano exerça sua função: finalizar com perigo. O atacante tem jogado isolado e sempre sai da área na tentativa de construir jogadas, e hoje não foi diferente.

Como a defesa conseguiu se segurar diante das tentativas do Confiança, o Vasco da Gama venceu. O segundo tempo se resumiu num jogo morno, com poucas emoções e digno de críticas para ambas as equipes.

Análise

A atuação do Vasco é preocupante. O time não perdeu para o Confiança dada a limitação técnica do adversário. Vanderlei trabalhou mais que Rafael Santos, o que significa que os sergipanos criaram mais que os cariocas.

O isolamento de Germán Cano no ataque se deve à pouca capacidade criativa do meio-campo vascaíno, que com Marquinhos Gabriel não rende o suficiente para servir o atacante. A atuação de Gabriel Pec, que vinha sendo reserva, foi mais notável que do experiente Marquinhos. MT também fez uma boa partida.

No mais, é treino. O Vasco está visivelmente desencontrado em campo e somente trabalhos específicos pode corrigir o problema. Marcelo Cabo terá quase uma semana para fazer ajustes, além da volta de jogadores considerados titulares, que não jogaram hoje.

Da vitória se comemora os três pontos e tira lições para melhorar a atuação. Não podemos nos iludir, o Vasco teve dificuldades contra o Confiança e terá de melhorar muito para enfrentar os rivais da parte de cima da tabela. O risco de não conseguir o acesso ainda é real.

Fotos

Melhores momentos

Próximo jogo

O próximo desafio do Gigante é contra o Sampaio Corrêa, sexta-feira (09), às 19h em São Januário, adversário que está neste momento ocupando a quarta colocação no G4, com 15 pontos conquistados, e enfrenta Londrina nesta rodada.

Leia mais sobreConfiança-SE
11 comentários
  • Walter Carvalho - 4 de julho de 2021

    Prezados amigos Vascainos.
    A equipe do Vasco individualmente não é pior do que as equipes que disputam a Série B. O problema do Vasco é a falta de um sistema tático de jogo e a falta de conjunto pois este técnico muda a equipe todos os jogos e acaba escalando mal.
    O Cabo está complicando o trabalho dele. Hoje as três substituições que ele fez no segundo tempo foi um desastre. Ele destruiu o meio de campo da equipe em um momento que mais precisava ter o controle do jogo e poder sair no contra-ataque. Enfim, o nosso técnico é um desastre. Se o Flamengo tem o Ceni, o Vasco tem o Cabo. Os dois são fracos.

    Responder
    • Vicente Otávio da Fonseca - 4 de julho de 2021

      Quem dera quer tivéssemos o Ceni!

  • Luiz Claudio - 3 de julho de 2021

    Não assisto mais aos jogos do Vasco. Não pelo clube, que é blindo e incomparável, mas por esses jogadores medíocres e esse técnico fraco. Apesar do amor, a desesperança é muito grande: ano que vem estaremos na série B novamente. Não percam tempo assistindo aos jogos.

    Responder
    • Luiz Claudio - 3 de julho de 2021

      Vi alguns jogos no início do ano acreditando que haveria mudança no comportamento dos jogadores. Porém, parece que tem um demônio que entra no corpo de cada e bloqueia a vontade de jogar e a hombridade. Eu não perco mais tempo. Não há tática. Não há empenho. Não há categoria. Não há time. Não são o Vasco e nunca serão. Em minha memória permanecerão Roberto Dinamite, Guina, Zandonaide, Katinha, Mauricinho, Wink, Bebeto, Mazinho, Romário e Edmundo. Os jogadores de hoje não são homens, nem jogadores.

  • Jota wilson - 3 de julho de 2021

    Que sofrimento ,e uma tristeza ver os garotos bom de bola juntos com aqueles aposentado do futebol atrapalhando os garotos ,ter aquele preguiçoso marquinho Gabriel chupando sangue do time dar tristeza

    Responder
    • Julliano - 5 de julho de 2021

      Os garotos são bem fracos também. O futuro do Vasco é complicado se depender desses peladeiros.

  • Vicente Otávio da Fonseca - 3 de julho de 2021

    Que goleada, hein! sargado e cabo de foice! Contra este timaço do confiança, não? Impressionante. Enquanto isto, o Fluminense decepciona a sua torcida e os brasileiro, vencendo o campeão argentino pelo magro placar de 3×1, pela tacinha libertadores da américa, disputa pequena diante desta de timaços da série b, correto? Eta turminha de primeira que sucedeu o Calçada! eurico miranda, o médico encanador de pernas e agora o sargado. Temos certeza de que se o Vasco se esforçar um pouquinho mais alcançará a série C! Eu disse C…C…C! Entenderam?

    Responder
  • Manoel - 3 de julho de 2021

    ILUSÃO!
    Lamentável mas esse técnico do Vasco não sabe o que faz.
    Fora Marcelo Cabo já.
    Com Marcelo Cabo o Vasco não sobe e se der mole vai para Terceira divisão.
    É triste!
    Não vejo ou ouço qualquer jogo do Vasco até ao fim do ano. Ou enquanto Marcelo Cabo for técnico do Vasco.

    Responder
    • Vicente Otávio da Fonseca - 4 de julho de 2021

      O fraco não é o cabo, pois nem mesmo esta classificação de “fraco” merece! O fraco mesmo é este sucessor do eurico miranda, que entrou na diretoria através de golpe, assim como o tal campello, que aceita esta situação. São os descendentes do eurico, não a cruz de Malta, mas cruz de Cristo que agora está crucificando os vascaínos e o centenário campeão Clube de Regatas Vasco da Gama!

  • Luiz Carlos - 3 de julho de 2021

    Torcedor vascaino do jeito que esse time tá jogando, não vai a lugar nenhum e ao final do ano, vamos amargar mais uma desilusão. Essa Diretoria e uma piada no que se refere a futebol e parece que não enxerga o time jogando um futebol sofrível e que não vai a lugar nenhum. O final vai ser triste. Ou vai ficar fora do G4 ou vai brigar pra não cair. Essa e a realidade. Com esse técnico e com esse futebol medíocre não temos esperança

    Responder
    • Vicente Otávio da Fonseca - 4 de julho de 2021

      Porquê este tal “sargado” não chama o excelente técnico do sub 20? Está aí a solução imediata para se fazer algo de útil! Mas o cara é tão burro, tão incapaz que não consegue uma única atitude coerente! Talvez, seja um flamenguista, espião em São Januário, que quer destruir o grande algoz da Gávea o mais cedo possível!

Deixe sua opinião

Últimas notícias
18 de janeiro de 2022
Nenê retoma a 10 após 4 anos; relembre quem usou o número após a saída do meia

Entre 2018 e 2021, camisa 10 do Vasco da Gama foi utilizada por Evander, Bruno César, Benítez e Morato; destes, apenas o argentino fez jus.

Zé Ricardo ganha protagonismo no futebol do Vasco, que segue busca por um camisa 9

Treinador participa ativamente das decisões do departamento de futebol do Vasco da Gama, que ainda tenta a contratação de um centroavante.

Renovação de contrato de Miranda com o Vasco é considerada bem encaminhada

Zagueiro está suspenso por doping desde setembro e vem treinando em separado; Vasco da Gama vê no atleta um ”ativo” e deseja renovar.

Figueiredo lamenta eliminação na Copinha e revela: ‘Meu último jogo no Sub-20’

Centroavante, que será integrado aos profissionais, agradeceu ao elenco e à comissão técnica do Vasco da Gama na Copinha pela campanha.

17 de janeiro de 2022
Lucão acerta com o Bragantino; Vasco manterá parte dos direitos econômicos

Goleiro fecha por 5 anos com o time paulista; Vasco da Gama não deve receber nada pela transferência, mas manterá percentual econômico.

Caio Eduardo recebe proposta do NK Lokomotiva Zagreb, da Croácia

Jogador, que atua como volante e lateral-esquerdo, está afastado pelo Vasco da Gama devido a imbróglio por renovação contratual.

Assista aos melhores momentos de São Paulo 4 x 2 Vasco pelas oitavas da Copinha

O Vasco da Gama perdeu por 4×2 para o São Paulo nesta segunda (17) e foi eliminado da edição 2022 da Copinha.

Vasco perde por 4 x 2 para o São Paulo e se despede da Copinha

Mesmo com pressão no fim do jogo, o Vasco da Gama não conseguiu superar o São Paulo e está eliminado da Copinha 2022.

Vasco teria iniciado conversas pelo centroavante Getúlio, ex-Avaí

Pertencente ao Tombense, jogador atuou as duas últimas temporadas pelo Avaí, clube que o revelou; Vasco da Gama quer um centroavante.

Orçamento do Vasco para 2022 é aprovado pelo Conselho Deliberativo

Aprovação teve 113 votos favoráveis e 6 contrários; superávit do Vasco da Gama passou de R$ 33,8 milhões para R$ 57 milhões.

Veja mais notícias