Thiago Kosloski detona o VAR: ‘Está tirando a autoridade do árbitro’

Auxiliar-técnico do Vasco da Gama criticou duramente a atuação da arbitragem de vídeo na partida contra o Coritiba.

Thiago Kosloski durante o jogo contra o Coritiba
Thiago Kosloski durante o jogo contra o Coritiba (Foto: GERALDO BUBNIAK/AGB/ESTADÃO CONTEÚDO)

Mesmo fazendo uma partida burocrática contra o Coritiba, neste domingo (20), pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Vasco teve as melhores oportunidades de gol, flertando com a vitória muito mais que a equipe paranaense, no entanto, um pênalti bobo cometido pelo lateral-direito Yago Pikachu na segunda etapa pois tudo a perder e o Cruzmaltino saiu de campo derrotado.

Mas a penalidade clara não impediu que houvessem polêmicas de arbitragem no fim da partida. A cobrança do Coxa, feita pelo zagueiro Sabino , foi defendida pelo goleiro Fernando Miguel, contudo, o árbitro Luiz Flávio de Oliveira mandou voltar a batida atendendo a pedido do VAR, que observou que o goleiro do Gigante se adiantou. Na segunda chance, o atacante Robson marcou o gol da vitória dos curitibanos.

O Vasco ainda reclamou bastante de um possível pênalti não marcado no lateral-esquedo Neto Borges, que levou um pisão dentro da área.

Diagnosticado com Covid-19, o técnico do Vasco, Ramon Menezes, permaneceu no Rio. Coube, portanto, ao auxiliar-técnico Thiago Kosloski, comandar o time de São Januário e , após a partida, ele criticou duramente à arbitragem de vídeo.

– Teve o pênalti. O Fernando Miguel pegou o pênalti, ele (VAR) mandou voltar. Depois o cara quase arrancou a chuteira do Neto. Na minha opinião foi pênalti. Foram dois pesos e duas medidas do VAR. Eu acho que o VAR está tirando a autoridade do árbitro em campo. O Vasco já foi beneficiado pelo VAR, mas posso lembrar o lance contra o São Paulo e hoje que o árbitro mandou voltar. Quem está apitando é o árbitro de vídeo. Para mim está ficando complicado. Você faz o gol e tem que esperar três minutos para comemorar. Infelizmente é uma situação que não temos controle. Infelizmente temos que aceitar e trabalhar.

Kosloski também comentou o lance do pênalti cometido por Yago Pikachu já no fim da partida.

– Foi um erro nosso, um pênalti em uma situação controlada, em um lance de não daria em nada.

O Vasco agora volta suas atenções para o jogo de volta da Copa do Brasil contra o Botafogo, marcado para esta quarta-feira (20), as 21h30min, em São Januário.

Leia mais sobreThiago KosloskiVAR
5 comentários
  • Costa - 21 de setembro de 2020

    Num lance semelhante no primeiro tempo esse bosta de juiz de merda amarelou o Catatau por um pisão semelhante no lateral do coxa e deu falta, mas contra o Vasco não teve o mesmo valor nem interpretação.. Erro do Var sim é falcatrua dessa arbitragem porca sem autoridade dentro de campo.. No Brasil o Var veio pra mostrar o que todo brasileiro de Sã consciência já sabia.. Nossos árbitros são fracos e desonestos..

    Responder
  • Costa - 21 de setembro de 2020

    Num lance semelhante no primeiro tempo esse bosta de juiz de merda amarelou o Catatau por um posso semelhante no lateral do coxa e deu falta, mas contra k Vasco não teve o mesmo valor nem interpretação..
    Erro do Var sim é falcatrua dessa arbitragem porca sem autoridade dentro de campo..
    No Brasil o Var veio pra mostrar o que todo brasileiro de Sã consciência já sabia..
    Nossos árbitros são fracos e desonestos..

    Responder
  • markin - 21 de setembro de 2020

    Vergonha para nos vascaínos ver um time desse em campo vergonha em ver Pikachu F Bastos Bruno Cherda Ribamar no meu time um time covarde sem vontade merecia ter perdido de mais o VAR fez certo o goleiro adiantou quase um metro e regras é para ser compridas o Vasco precisa de um técnico de verdade o Ramon tem uma panelinha e vai vai por causa dela

    Responder
  • Amdre luiz mendrs - 21 de setembro de 2020

    Boa noite. Tecnico não tem q cupar o var não tem q reclama com os jogadores sem alegria de joga futebol. Reclama com vcs mesmo porte escalado um time. Orrivel ta serto q. E o que tem de melhor mas sera q não tem niguem q joge igual ao talles igual ao bruno Gomes enfm chega desses jogadores robotisado futebol e alegria eo q falta parece um bando de jogadores amodores de final de semana. Precisamso de técnico de vdd nada pessoal com o Ramom mas ele ainda não e tecnico ele e so Ramom

    Responder
  • Andre Leite - 20 de setembro de 2020

    Seu bosta…vc mexe no time ao 30 do segundo tempo, comeca cm bruno cesar, pikachu, bruno gomes, time lento, sem vontade jogar e vem querer falar de VAR…larga de ser burro e entenda q vc ta dirigindo o Vasco e nao o Olaria, cagão!

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
11 de maio de 2021
Marcelo Cabo mira título da Taça Rio e destaca: ‘É importante’

Em discurso no vestiário após a classificação, o técnico do Vasco da Gama, Marcelo Cabo, destacou a importância de vencer a Taça Rio.

Veja com quantos sócios o Vasco fechou abril de 2021

Pela primeira vez em muito tempo, o Vasco da Gama teve aumento na quantidade de sócios torcedores, mas reduziu no número geral.

Saudades de um ídolo! Vasco homenageia Ademir Menezes, que faleceu há 25 anos

O Vasco da Gama lembrou o falecimento do seu ex-jogador, Ademir Menezes, que está completando 25 anos nesta terça-feira.

Justiça determina que Vasco reintegre os 186 funcionários demitidos; prazo é de 5 dias

O juiz Robert de Assunção Aguiar determinou que o Vasco da Gama reintegre os 186 funcionários demitidos no início da atual gestão.

Ygor Catatau avalia passagem pelo Vasco: ‘Muito importante’

Em entrevista, o atacante do Vitória, Ygor Catatau, falou sobre sua passagem pelo Vasco da Gama na temporada 2020.

Globo pede, e Série B terá jogos às quartas e domingos com transmissões nacionais

Devido à presença do Vasco da Gama e de outros clubes grandes, Série B de 2021 terá jogos também às quartas e domingos além dos dias usuais.

Impasse com certidões negativas impede o Vasco de receber R$ 6 milhões da Caixa

Valor é referente a 2017, último ano de patrocínio da Caixa ao Vasco da Gama, mas pendências com certidões negativas impedem o recebimento.

Acordo com o Fluminense garantiu 30% dos direitos de Miguel ao Vasco; pai nega

O Vasco da Gama possui 30% dos direitos econômicos do atacante Miguel, do Fluminense, mas seu pai nega na Justiça.

Futebol 7: Vasco anuncia contratação de Leandro Aguiar

O ala Leandro Aguiar, que tem passagens pelo Botafogo e Portuguesa, foi contratado pelo Vasco da Gama para defender a equipe de Futebol 7.

Pagamento de quase R$ 4 milhões permitiu ao Vasco registrar reforços contratados

Caso não tivesse quitado uma dívida de R$ 3,7 milhões que tinha com credores, o Vasco da Gama ficaria impedindo de registrar novos atletas.

Veja mais notícias