Suaves parcelas! Confira como o Vasco pagará por Benítez ao Independiente

O Vasco da Gama acertou com o Independiente nesta quarta-feira, os detalhes da compra do meia Martín Benítez.

França Fernandes
Por França Fernandes
-  4 de novembro de 2020 às 23:58-  Atualizada em 4 de novembro de 2020 às 23:58
Martín Benítez
Martín Benítez (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)
data-full-width-responsive="true"

O Vasco chegou a um acordo com o Independiente, da Argentina, pela compra do meio-campista Martin Benítez. Em uma reunião por videoconferência realizada nesta quarta-feira, os clubes se entenderam quanto ao valor e a forma de pagamento da negociação. Agora, falta para o Gigante da Colina outro ponto importante: os recursos e as garantias de pagamento.

O Esporte News Mundo apurou que o valor de U$S 4 milhões (cerca de R$ 22 milhões) será pago da seguinte forma: U$S 3 milhões de “entrada”, a ser paga à vista até fevereiro de 2021, e U$S 1 milhão a ser pago até dezembro do mesmo ano, em uma ou duas parcelas. Este valor corresponde a 60% do passe de Benítez.

O pagamento da “entrada” se daria apenas em fevereiro porque o Vasco conseguiu barganhar a extensão do empréstimo do argentino, que iria até o fim de dezembro deste ano, para fevereiro de 2021, quando acaba a atual edição do Campeonato Brasileiro. Ou seja, caso o Vasco consiga os recursos e as garantias bancárias, Benítez fica até o fim da competição nacional por empréstimo, quando, então, o Vasco faz o pagamento e o contrata em definitivo.

Os clubes voltarão a se reunir em 15 dias para fechar a negociação. Este é o prazo que a diretoria do Vasco tem para conseguir os recursos e as garantias.

Em uma rede social, o presidente do Vasco Alexandre Campello comemorou o resultado da reunião com os dirigentes do Independiente.

– Vascaínos, hoje tive uma conversa muito produtiva com a presidência do Independiente. Avançamos e estamos perto de um final feliz. Já definimos valores e forma de pagamento. Agora, estamos desenhando a engenharia necessária para a mantermos o nosso 10 – publicou Campello no seu Twitter.