Ricardo Sá Pinto analisa atuação do Vasco contra o Caracas e alerta: ‘Para mim está 50 a 50’

Ricardo Sá Pinto diz que a equipe vascaína esteve bem em campo contra o Caracas, mas que ainda não está nada decidido.

Por França Fernandes
-  29 de outubro de 2020 às 01:26-  Atualizada em 29 de outubro de 2020 às 01:26
Ricardo Sá Pinto em jogo contra o Caracas em São Januário (Foto: AFP)

O Vasco deu um grande passo para as oitavas de finais da Copa Sul-Americana ao vencer o Caracas por 1 a 0, em São Januário. Apesar da diferença mínima (1 a 0), a equipe reencontrou o caminho das vitórias e agora terá a vantagem do empate no duelo na Venezuela. Contudo, o técnico Ricardo Sá Pinto alertou que não está nada decidido.

– Hoje foi a primeira parte da partida. Faltam outros lá. Vi um time bom e não jogaram três que eu gosto. Não jogaram, assim como não jogaram jogadores importantes nossos. Mas lá será outra partida muito difícil. Para mim está 50 a 50 (50% a 50% em chances para cada lado), mesmo estando por cima. Já vi muito no futebol – analisou.

Ao ser perguntado sobre a atuação do time, ele lamentou os desfalques, mas disse que não abriu mão da maneira de jogar apesar das dificuldade que a partida apresentava. Ele também alertou sobre os possíveis contra-ataques que o Caracas poderia ter explorado com o melhor jogador do time: Hernández.

– Maior dificuldade era parar a velocidade dos atacantes, que estavam esperando um erro nosso. Eles esperavam roubar uma bola. Sabíamos disso, não podíamos correr riscos, mas não abrimos mão da nossa forma de jogar. Queríamos estar sempre em superioridade numérica porque o Hernández, por exemplo, finaliza muito bem. Sabíamos que eles procurariam bolas paradas. Alertei mais de uma vez. Mas a equipe esteve sólida, esteve bem – disse.

Por fim, o comandante Cruz-Maltino teceu elogios a Tiago Reis, jovem da base vascaína, que entrou em campo, mostrou oportunismo, e deu a vitória a equipe sobre o Caracas.

– Estamos contentes porque temos uma opção. Tive que ver vídeos para as características. A essa altura, vamos conhecer os jogadores no dia a dia, observando, conversando. O Tiago fez uma semana muito boa de trabalho. Mostrou grande capacidade nas poucas oportunidades, e não só de finalização. Mostrou inteligência e esperteza. É um atacante que eu acho que tem muito potencial. Agora, espero dar tempo e minutos que ele merece porque temos grande concorrência. O Cano, que era o titular, o Gustavo Torres que joga de centroavante e extremo. Temos o Riba também. Mas justificou – analisou,

Fonte: Lancenet