Pressionado, Ramon Menezes tenta retomar o bom desempenho contra o Bahia

O Vasco da Gama não vence o Bahia em Salvador desde 2012 e o técnico Ramon Menezes buscará quebrar essa escrita.

Ramon Menezes em jogo contra o Botafogo
Ramon Menezes em jogo contra o Botafogo (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

O Vasco não vence o Bahia em Salvador desde 2012.

E este é apenas uma das barreiras para Ramon Menezes, que começa a ter seu trabalho questionado nos bastidores de São Januário.

As outras são os desfalques de Benitez e Andrey no meio-campo, a queda de rendimento coletivo e a consequente quebra de confiança dos próprios jogadores.

Não é uma situação das mais confortáveis para um treinador em início de carreira.

Antes de falar da situação de Ramon, deixa lembrar aqui que a escrita favorável ao Bahia não é só em jogos como mandante.

Em 56 confrontos com os vascaínos no geral, os baianos venceram 22 e perderam 16 – com houve 18 empates.

O problema é que, como visitante, o Vasco perdeu quatro duelos e empatou dois dos últimos seis entre 2013 e 19.

E três destas derrotas foram por 3 a 0, o que dá cores ainda mais vivas a este fantasma que hoje atormenta Ramon.

No ano passado, para tentar segurar o ímpeto do time de Roger Machado, Vanderlei povoou o meio com dois volantes de marcação (Richard e Raul).

E deixou a ligação com o ataque a cargo de Andrey e Pikachu, dois jogadores que não são exatamente os chamados meias de ligação.

Como Ricardo foi expulso aos 42m, o técnico, no intervalo, perdendo por 1 a 0, pôs Felipe Bastos na vaga de Cáceres e o improvisou como zagueiro.

Pikachu, então, voltou à lateral, e Marcos Júnior entrou no lugar de Ribamar.

Ou seja: com um a menos, Vanderlei embolou ainda mais meio e acabou chegando ao empate com um gol de Marrony a cinco minutos do final.

Talvez seja a opção de Ramon, iniciando o jogo desta quarta-feira em Pituaçu no 3-5-2 – desta vez aproveitando Pikachu e Henrique como alas.

Bruno Gomes e Felipe Bastos seriam os volantes, Talles faria o papel de Benitez na armação, com Vinícius (ou Ribamar) e Cano no ataque.

O Bahia não atravessa bom momento sob o comando de Mano Menezes: perdeu sete e venceu um de seus últimos onze jogos.

Mas Ramon não tem muitas opções para fazer o Vasco voltar a ser o que era.

Sem vitória há cinco jogos, ele sabe que precisa de quatro pontos nas duas próximas rodadas para dar prosseguimento ao trabalho.

Porque em São Januário já se discute se o jovem treinador tem o time nas mãos.

Hora então de os jogadores mostrarem em campo que sim…

Fonte: Blog Futebol, coisa e tal

Leia mais sobreBahiaRamon Menezes
1 comentário
  • Haroldo Araújo - 7 de outubro de 2020

    Acorda siderela não dar mais Ramoncise no vascao.
    #FORACAMPELLO
    #FORAMAZUCCO
    #FORARAMON

    JÁ CHEGA POHHHAAAA!!!!

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
19 de setembro de 2021
Na luta por um milagre! Vasco enfrenta o Cruzeiro às 16h em São Januário

O Vasco da Gama enfrenta o Cruzeiro em São Januário às 16h, em partida válida pela 25ª rodada da Série B do Brasileiro.

18 de setembro de 2021
Desfalques e pendurados do Vasco contra o Cruzeiro

Desfalques do Vasco da Gama para o jogo contra o Cruzeiro neste domingo, às 16h, no Mineirão, pela 25ª rodada da Série B.

Olho no rival! Escalação do Cruzeiro contra o Vasco

Confira a escalação do Cruzeiro para o jogo contra o Vasco da Gama neste domingo, pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Escalação do Vasco contra o Cruzeiro

Confira a escalação do Vasco da Gama para a partida contra o Cruzeiro neste domingo, pela Série B do Brasileiro.

Confira quais canais transmitem o jogo entre Vasco e Cruzeiro

Confira quais canais transmitem a partida entre Vasco da Gama e Cruzeiro, válida pela 25ª rodada da Série B do Brasileiro.

Definida a arbitragem para o jogo entre Vasco e Cruzeiro

Confira a arbitragem para o jogo entre Vasco da Gama e Cruzeiro, neste domingo, em São Januário, pela 25ª rodada da Série B.

Vasco projeta 8 mil ingressos contra o Goiás e 11 mil diante do Coritiba; preço reduzirá

O Vasco da Gama tem o intuito de atingir os 50% de ocupação liberados pela prefeitura no jogo contra o Coritiba, pela 30ª rodada da Série B.

Castan e Graça buscam sequência em dupla antiga, mas pouco usada no Vasco

Zagueiros mais antigos do elenco do Vasco da Gama, Leandro Castan e Ricardo Graça jogaram juntos poucas vezes ao longo dos anos.

Presidente do Fluminense cita caos político no Vasco em comentário sobre voto online

Mario Bittencourt, presidente do Fluminense, colocou a situação política do Vasco da Gama nos últimos anos como um exemplo a não ser seguido.

Nenê celebra reestreia pelo Vasco e destaca participação em gol: ‘Muito feliz’

O meio-campista do Vasco da Gama, Nenê, teve uma boa reestreia e se mostrou muito satisfeito em ter participado do gol diante do CRB.

Veja mais notícias