Osório faz fortes críticas à FERJ por adiamento do clássico contra o Flamengo

Carlos Roberto Osório fez duras criticas à FERJ ao falar sobre o adiamento do clássico entre Vasco da Gama e Flamengo.

Carlos Roberto Osório
Carlos Roberto Osório (Foto: João Pedro Isidro/Vasco)

No final da tarde da última terça-feira (12), o Vasco da Gama foi surpreendido com o adiamento do clássico contra o Flamengo, marcado inicialmente para quarta-feira (14).

Após conquistar o título da Supercopa do Brasil, o Flamengo pediu o adiamento do confronto. Com a informação de que a Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) acatou o pedido, o Vasco se manifestou contra a decisão.

Em entrevista ao programa “Portão 9”, reproduzida pelo Globo Esporte, o vice-presidente geral do Vasco, Carlos Roberto Osório, criticou a decisão da FERJ.

– O que se passou foi um absurdo, um desrespeito ao Vasco e ao Campeonato Carioca. Iniciamos o dia com a Federação Carioca mandando a tabela, tudo confirmado direitinho. Na parte da tarde, as áreas técnicas de Vasco, Federação e Flamengo discutiram do jogo na quarta. Por volta de 17h, estávamos no meio da nossa reunião de diretoria, e veio a informação que a Ferj decidiu unilateralmente, sem consultar o Vasco, mudar o jogo de quarta para quinta.

Osório ainda citou que todos os clubes do Brasil estão acostumados a jogar no domingo e na quarta-feira, não tendo nenhuma justificativa para tal mudança.

– Nenhuma justificativa pode ser aceita nesse caso. Todos os clubes do Brasil acostumados a jogar no domingo e na quarta. O Flamengo jogou no domingo de manhã. O Vasco fez toda sua programação baseada no jogo na quarta. De repetente vem essa decisão unilateral que não pode ser aceita.

O VP destacou a palavra ‘subserviência’, que segundo ele a FERJ presta ao Flamengo, e que isso é inaceitável no futebol nacional.

– É inacreditável a subserviência que se tem na Federação Carioca aos desejos do nosso rival. Isso é inaceitável. Ninguém falou nada. Soltamos uma nota dura de repúdio. Vamos ver como esse barco vai correr agora. Não faz sentido nenhum, no século XXI, ter essa postura da Federação. Não se muda um jogo a poucas horas sem um contato inicial com as duas partes. A postura da Ferj marca uma subserviência que se tem em relação ao nosso rival. O Vasco não quer privilégios, mas não aceita diferenças.

Por fim, Osório falou sobre o Campeonato Carioca, afirmando que ações como o adiamento do clássico traz pontos de interrogação sobre a competições. Ele afirmou que a diretoria não abrirá mão de defender os direitos do Gigante da Colina.

– Esse tipo de comportamento não apenas atrapalha a igualdade dos competidores, mas também traz pontos de interrogação sobre o Carioca. Não vamos abrir mão de defender os diretos do Vasco. O que se passou é inaceitável. Vamos aguardar qual será a postura da Federação após esse posicionamento firme do Vasco. Foi feita uma alteração à revelia que não se justifica. Vamos aguardar o desenrolar dos acontecimentos.

Com a mudança, Vasco e Flamengo entram em campo na próxima quinta-feira (15), às 19h, no Maracanã. As duas equipes devem entrar com força máxima no clássico.

6 comentários
  • markin - 13 de abril de 2021

    E verdade é que o vasco não tem presidente o Salgado sempre se esconde não vai em jogos não aparece em nada desde que deu o golpe sumiu quem manda no vasco são os VPs ou seja ninguém o vasco virou uma piada uma vergonha é humilhado por todo mundo por isso que ja perdeu 110 mil sócio e vai perder muito mais

    Responder
  • Tó Zé - 13 de abril de 2021

    Cambada de frouxos,se tivessem aquilo roxo e o Pikachu apontado para o céu, mandavam a Ferj e os mulambos tomar onde as galinhas tomam.
    O jogo estava marcado para quarta,era na quarta que o jogo vai acontecer,se os mulambos tem problema,fodam-se os mulambos

    Responder
  • Silezio+loss - 13 de abril de 2021

    Amigos a ferj ta mais parecendo um zoologico do que uma federação.

    Responder
  • Vascaino - 13 de abril de 2021

    Dirigentes que entendem muito é de outra coisa. Conhecem a Lava jato?

    Responder
  • Liberato Pereira da Silva Filho - 13 de abril de 2021

    Ora não é tão somente nota de repúdio ,tem que haver ação mais enérgica ,o Departamento Jurídico tem tomar atitudes ,visto que,existe o prazo entre uma partida e outra como manda a justiça desportiva ,portanto não há motivo para adiantamento ,a Federação não poderia tomar esta decisão sem consultar os clubes em disputas deste já bagunçado campeonato estadual que nem era mais para ser disputados .O Vasco teria que comparecer no local e hora estabelecido para o clássico ,si perder os pontos ,abandona o campeonato ou disputa com sub 20 o restante do campeonato .O Flamengo tem o melhor e mais qualificado elenco do futebol brasileiro neste momento ,mas não si pode negar e, as imagens de determinados jogo mostram isto ,teve muita ajuda das arbitragens e alguém pode duvidar que não correu uma boa grana nesta decisão da FERJ ,lembrando que o clube da Gávea ao que parece está nadando em dinheiro .E,estamo num pais onde pipocam escândalos um atrás do outro na Justiça e na politica onde a a corrupção es´ta tão enraiazada que um presidente ,mesmo sendo militar não está conseguindo o que o povo esperava ou seja acabar que este mal que tanto prejuizo causa a população .

    Responder
  • Ivan+Carlos+Cardoso - 13 de abril de 2021

    DIRIGENTES DO VASCO SÃO BURROS E BABACAS

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
27 de novembro de 2021
Reportagem destaca último jogo do Vasco na Série B 2021

Assista à reportagem que destacou o último jogo do Vasco da Gama na Série B do Campeonato Brasileiro 2021.

Anny comemora artilharia do Campeonato Carioca Feminino

Anny comemorou o prêmio de artilheira do Campeonato Carioca Feminino 2021, através de postagem no seu Instagram oficial.

Vasco pode ter mudanças no meio-campo para enfrentar o Londrina; veja quais

Fábio Cortez deve mudar todo o setor de meio-campo do Vasco da Gama para o jogo contra o Londrina neste domingo.

Técnico do Londrina projeta jogo difícil contra o Vasco e reforça clima de decisão

O técnico Márcio Fernandes busca a permanência do Londrina na Série B e conta com o resultado positivo contra o Vasco da Gama.

Caio Lopes deve ser titular contra o Londrina

Caio Lopes deve ser titular no Vasco da Gama contra o Londrina no próximo domingo, pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Luiz Mello se manifesta após reuniões com Camila Farani e Carol Paiffer

Luiz Mello, CEO do Vasco da Gama, afirmou que as conversas com as empreendedoras Camila Farani e Carol Paiffer foram boas.

Vasco vence o Boavista e está na final da Taça Rio Sub-15

O Sub-15 do Vasco da Gama venceu o Boavista por 2×1 neste sábado e garantiu a vaga para as finais da Taça Rio.

Jhon Sánchez deve ser titular contra o Londrina

Jhon Sánchez, atacante do Vasco da Gama, deve ser titular no jogo contra o Londrina no próximo domingo, pela Série B.

Enquanto a torcida sonha, Salgado, sequer, comparece à reunião com Carol Paiffer

Jorge Salgado não compareceu à reunião com Carol Paiffer, para entender como ele pretende ajudar o Vasco da Gama.

Ricardo Gomes revela ‘boas chances’ de acerto com o Vasco

Ricardo Gomes se reunirá novamente com o Vasco da Gama em breve, quando deve selar o acordo para ser o CEO de futebol.

Veja mais notícias