Os 10 anos do retorno do ‘Reizinho’ a São Januário

Há exatamente 10 anos, o sonho de muitos vascaínos se tornaram realidade, com o anúncio do retorno de Juninho Pernambucano ao Vasco da Gama.

Juninho Pernambucano na 2ª passagem pelo Vasco
Juninho Pernambucano na 2ª passagem pelo Vasco

Em 27 de abril de 2011, há exatos 10 anos, o ídolo Juninho Pernambucano tinha o seu retorno anunciado pelo Vasco da Gama. Sua reestreia, no entanto, aconteceu apenas em 6 de julho, na derrota por 2×1 para o Corinthians, jogo em que chegou a balançar as redes em cobrança de falta.

Era a volta do ‘Reizinho da Colina’ a São Januário após outros 10 anos fora. Nesse período, ele defendeu o Lyon, da França, e o Al-Gharafa, do Catar. Na equipe francesa, o eterno Camisa 8 fez parte de uma revolução, vencendo sete vezes o Campeonato Nacional de forma consecutiva, sendo que o clube não tinha nenhuma conquista na história até então.

Sobre o retorno, não poderia ser num momento melhor: na competitiva equipe de 2011, que conquistou a Copa do Brasil, e ainda disputou os títulos do Campeonato Carioca, Campeonato Brasileiro e Sul-Americana de forma direta.

A apresentação de Juninho no Vasco aconteceu em 11 de junho, na primeira partida após a conquista da Copa do Brasil. O ídolo vascaíno foi recepcionado por um São Januário lotado e pulsando com o retorno dele, completando o clima de euforia da massa vascaína após o título nacional inédito. Na ocasião, o Gigante empatou em 1 a 1 com o Figueirense.

Relembre a festa da massa vascaína

Vale ressaltar, então, que Juninho não estava no título, sendo que chegou depois. Foi uma segunda passagem de sucesso do ídolo por São Januário, mesmo sem levantar novas taças. Os números falam por si: foram cinco gols em 26 partidas em 2011, e 14 bolas nas redes em 50 jogos em 2012.

Ele foi importante naquele segundo semestre de 2011, em que o Gigante esteve muito próximo de conseguir a tríplice coroa com o Campeonato Brasileiro e Sul-Americana, e na campanha da Libertadores de 2012, quando o Gigante ficou nas quartas de final para o Corinthians.

No começo de 2013, o ídolo deixou São Januário rumo ao New York Red Bulls, dos Estados Unidos, mas retornou no segundo semestre. Nessa segunda passagem, no entanto, o ‘Reizinho’ não teve o mesmo sucesso, foi prejudicado por lesões, o que o impediu muitas vezes de entrar em campo, e participou do segundo rebaixamento do Vasco à Série B.

Foram dois gols em 22 partidas naquele ano. Em 2014, ele se aposentou dos gramados e se virou comentarista da Rede Globo, função que seguiu até 2019. Posteriormente, saiu do Brasil para se especializar em gestão de futebol, e atualmente, aos 46 anos, trabalha como dirigente do Lyon.

História em São Januário

Não é possível falar em Juninho sem citar a primeira pelo Vasco. Contratado junto ao Sport em 1995, ele seguiu em São Januário até 2001, construindo, nesse período, uma bela jornada, com as conquistas do Campeonato Brasileiro de 1997 e 2000, a Libertadores de 1998, o Campeonato Carioca de 1998, o Torneio Rio-São Paulo de 1999, e a Mercosul de 2000. Somando todas as passagens, ele disputou 393 partidas e abalançou as redes 76 vezes.

Leia mais sobreJuninho Pernambucano
1 comentário
  • Belizario Antonio Oliveira neto - 27 de abril de 2021

    Agora só fala de passados, os outros clubes só fala de verbo que vai acontecer Vasco só vive de verbo passado eu em fala de um patrocínio fala de um zagueiro de alto nível fala de quitar salário atrasado desgraça de presidente so ganha polícia através de justiça pega o espelho do Flamengo é faz um trabalho de responsabilidade merda 😡

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
18 de junho de 2021
Ação contra o rebaixamento do Vasco é encaminhada ao presidente do TJ-RJ

A ação em que um torcedor pede o cancelamento do rebaixamento do Vasco da Gama foi encaminhada ao presidente do TJ-RJ.

Mesmo pressionado, Cabo conta com apoio do elenco do Vasco

Apesar do mau momento atual, elenco do Vasco da Gama simpatiza com o trabalho de Marcelo Cabo e também com seu jeito de ser no dia a dia.

Sempre Vasco critica montagem do elenco para a Série B e diz que ‘quer ajudar’

Grupo político de Julio Brant criticou o atual elenco do Vasco da Gama e se colocou à disposição de Salgado para ajudar no que for preciso.

Vasco encara o Athletico-PR nesta sexta pelo Brasileiro Sub-17; SporTV transmite

Athletico-PR e Vasco da Gama se enfrentam nesta sexta-feira (18), às 19h, no CT do Caju, em Curitiba, pela 7ª rodada do Brasileiro Sub-17.

Vasco foi derrotado pelo CRB na última vez que enfrentou o time alagoano

Último Vasco da Gama x CRB aconteceu em outubro de 2016, em São Januário, também pela Série B, e equipe alagoana saiu vitoriosa por 2×1.

Nos últimos 200 jogos, Vasco teve menos de 50% de aproveitamento

Aproveitamento do Vasco da Gama nas últimas 200 partidas, que contam desde 2018, foi de 46,33%; foram 74 vitórias, 56 empates e 70 derrotas.

17 de junho de 2021
Marcelo Cabo tem mais que o dobro de vitórias em comparação a derrotas no Vasco

Em 21 jogos comandando o Vasco da Gama, Cabo tem 9 vitórias, 8 empates e 4 derrotas; aproveitamento é de 55,5%.

Vasco encerra 4ª rodada da Série B em 15º lugar e a apenas 1 ponto do Z4

Com 4 pontos conquistados em 12 disputados, o Vasco da Gama está a apenas 1 do Vitória, primeira equipe da zona de rebaixamento da Série B.

4-4-2 ou outro! Vasco precisa sair do 4-3-3 de ‘conforto’ e testar um esquema diferente

As opções são limitadas, mas qualidade não é o único problema do Vasco da Gama, que precisa sair da zona de conforto testar outro esquema.

Werley consegue rescisão na Justiça e não é mais jogador do Vasco

Fora dos planos da diretoria, o zagueiro Werley conseguiu uma liminar na Justiça para rescisão indireta com o Vasco da Gama.

Veja mais notícias