Lúcio Barbosa e Kátia dos Santos se demitem da Vasco SAF

Interferência de muitas pessoas ligadas à direção de Pedrinho, presidente do Vasco da Gama, no dia a dia da empresa seria um dos motivos.

Lucio Barbosa
Lucio Barbosa

O CEO Lúcio Barbosa e a CFO Kátia dos Santos entregaram os respectivos cargos na SAF do Vasco na manhã desta terça-feira. O presidente Pedrinho já foi comunicado da decisão.

Segundo fontes ligadas ao comando da empresa, a interferência do CRVG, que está no controle das ações, e o comprometimento à governança da SAF pesaram na decisão. Elas relataram que havia interferência de muitas pessoas ligadas à direção de Pedrinho, presidente do Vasco, no dia a dia da empresa. Os vazamentos de informações confidenciais também geraram insatisfação internamente.

Funcionários disseram ao ge que o clima nos últimos dias era ruim e de insegurança em relação ao futuro da SAF vascaína. O vídeo do presidente Pedrinho prometendo mudanças na estrutura do futebol não pegou bem nos bastidores da empresa.

A declaração do presidente já indicava uma mudança na estrutura da SAF e a perda de poder do CEO Lúcio Barbosa, antes a quem se reportavam no comando do futebol do Vasco. Desde a segunda-feira passada, Felipe e o diretor executivo Pedro Martins se reportavam diretamente a Pedrinho.

Katia dos Santos, a CFO do Vasco
Kátia dos Santos

A relação entre Pedrinho e Lúcio não era boa antes da decisão judicial que tirou o controle da SAF das mãos da 777 Partners e deu ao clube associativo. Pessoas próximas ao presidente reclamavam que o CEO não se reportava ao CRVG, antes sócio-minoritário. Tanto que Pedrinho pediu uma reunião exclusiva com representantes da empresa americana, na qual fez reclamações sobre o executivo.

Lúcio foi contratado pela 777 e era visto como o homem de confiança da empresa no Brasil. Nos corredores de São Januário, o futuro do CEO já era tido como indefinido no Vasco. Os pares de Pedrinho avaliavam como ruim a gestão do chefe executivo e eram a favor de mudanças. O fato de o presidente ter encontrado os cofres da SAF vazios também não pegou bem.

Com a entrega do cargo, a SAF do Vasco perde as suas principais figuras administrativas. Lúcio Barbosa, antes de CEO, foi CFO na criação da empresa e substituiu Luiz Mello no cargo. Kátia dos Santos entrou no lugar dele na área financeira.

Fonte: Globo Esporte

4 comentários
  • Responder

    Não tenho dúvida que o Pedrinho quer o melhor pra o vasco até porque ele praticamente a vida inteira dentro do clube.
    …mais sinceramente eu mim preocupo com o futuro do vasco.
    A política sempre foi a destruição do nosso vasco e hoje tá voltando tudo o que era antes da 777

  • Responder

    Tá parecendo que o Vasco vai voltar ao que era antes, só que agora com mais dívida.
    Eita politicagem que não larga o Vasco!

    • Bom dia, deveriam contratar uma VICE PRESiDENTE,uma vice presidente de finanças e uma vice presidente comercial, para o tradicional clube de regatas Vasco da Gama

  • Responder

    Tá virando bagunça. Eu avisei com a 777 taça Rui .sem ela seria muito pior .
    Como sou vasco .realmente espero está muito errado no que imagino oque vai. Acontecer.

Comente

Veja também
Pedrinho na coletiva dos 60 dias à frente do Vasco
Pedrinho revela conversa com representantes de Coutinho e atualiza negociação

Pedrinho afirmou que a conversa com representantes de Philippe Coutinho foi boa e que a negociação pelo retorno do meia-atacante continua.

JP estreia pelo profissional do Vasco contra o Grêmio
Relacionados do Vasco contra o Cruzeiro

Confira abaixo a lista dos jogadores relacionados do Vasco da Gama para o jogo contra o Cruzeiro, pela Série A do Brasileiro.

Pedrinho em audiência na Câmara de Vereadores do Rio
Vasco x Cruzeiro: o duelo das SAFs que vivem momentos distintos; veja cada situação

Enquanto o Vasco da Gama vive com uma instabilidade após judicializar a gestão da SAF, o Cruzeiro vive momento crescente.

Rossi em ação pelo Vasco contra o Cruzeiro
Links para assistir a Vasco x Cruzeiro

Link para assistir ao jogo entre Vasco da Gama e Cruzeiro pelo Campeonato Brasileiro 2024, que acontece em São Januário.

Léo Jardim se destaca na defesa do Vasco
Vasco não repetiu escalações no Brasileiro; veja os 5 jogadores mais utilizados

O Vasco da Gama disputou oito rodadas do Campeonato Brasileiro, sendo oito escalações diferentes nos jogos.