Leven Siano mostra otimismo para eleição, critica ‘desconstrução’ de São Januário e sugere naming rights no estádio

Candidato da cahapa Somamos à presidência do Vasco, Leven Siano comentou a expectativa para o pleito cruzmaltino e a reforma de São Januário.

Raphael Fernandes
Por Raphael Fernandes
-  29 de outubro de 2020 às 21:50-  Atualizada em 29 de outubro de 2020 às 21:50
data-full-width-responsive="true"

Candidato da chapa Somamos à presidência do Vasco da Gama, Leven Siano promoveu uma live em seu canal no YouTube nesta quinta-feira (29) e iniciou o bate-papo ao vivo mostrando otimismo em relação à eleição do Clube, marcada para o próximo dia 07 de novembro.

– Nós estamos muito tranquilos, muito confiantes que vamos vencer essa eleição, que o vascaíno vai votar no projeto e não em grupo político – disse o candidato.

Paralelamente, Leven, comentando sobre o projeto de reforma de São Januário, aproveitou a ocasião para criticar seus concorrentes ao cargo, que, segundo ele, só pensam em ”descontruir ao invés de construir”.

– É incrível como o ”movimento dos sem projetos” quer desconstruir, desconstruir e desconstruir, enquanto nós queremos construir, construir e construir – disse.

Por fim, o candidato revelou a ideia de vender o direito de arena de São Januário, mecanismo conhecido como ”naming rights”.

– Quando a gente tem um presidente do meio, um estádio em forma de embarcação, por que não pensar em um naming rights de uma empresa marítima?

No pleito cruzmaltino, Leven Siano concorrerá com Alexandre Campello, Jorge Salgado, Julio Brant e Sérgio Frias.