Jogadores afastados não recebem pagamentos do Vasco

Werley, Henrique, Neto Borges, Lucas Santos e Marcos Jr, afastados pelo Vasco da Gama, não receberam salários na quitação efetuada pelo Clube.

Raphael Fernandes
Por Raphael Fernandes
-  6 de abril de 2021 às 20:48-  Atualizada em 6 de abril de 2021 às 20:48
Henrique durante entrevista à Vasco TV
Henrique durante entrevista à Vasco TV (Reprodução/VascoTV)
data-full-width-responsive="true"

Em meio ao pagamento realizado pelo Vasco da Gama a jogadores e funcionários nesta terça-feira (06), os cinco atletas que estão treinando em separado por não fazerem parte dos planos da comissão técnica liderada por Marcelo Cabo ficaram sem receber seus respectivos vencimentos. A informação é do portal Uol.

O zagueiro Werley, os laterais Henrique e Neto Borges, o volante Marcos Júnior e o meia Lucas Santos, todos com contrato em vigor com o Gigante da Colina, retornaram às atividades na última segunda (05) após terem férias estendidas, mas não foram englobados na quitação de salários atrasados ocorrida nesta terça.

Essa situação, inclusive, gerou incômodo entre os referidos atletas, que, devido à quantidade de meses com vencimentos em atraso, podem, caso queiram, buscar a saída do Clube através da Justiça.

Vale lembrar que uma parte dos jogadores recebeu os salários de dezembro de 2020, 13º e janeiro, enquanto outros foram contemplados com fevereiro e março. Este segundo grupo, no caso, entrou em acordo em relação aos três pagamentos anteriores.

O pagamento acontece justamente na véspera do jogo decisivo contra o Tombense, nesta quarta-feira (07), válido pela 2ª fase da Copa do Brasil. A partida acontece às 21h30min, em Tombos, no interior de Minas Gerais. Quem vencer, avança à próxima etapa do torneio. Em caso de empate, decisão por pênaltis.