Grupo político Malta do Vasco critica gestão Salgado e possível SAF: ‘Não serve’

Em tom bastante crítico, Malta do Vasco da Gama se referiu a Salgado como ''presidente sob judice'' e afirmou que SAF não serve para o Clube.

Reunião do grupo político Malta do Vasco
Reunião do grupo político Malta do Vasco

A Associação Malta do Vasco, grupo político ligado ao Gigante da Colina, se manifestou nesta sexta-feira (03), por meio de uma carta oficial, sobre a atual situação do Clube.

Em tom bastante crítico à gestão Jorge Salgado, a quem se referiram como ”presidente sob judice”, o grupo se mostrou contrário à transformação do futebol cruzmaltino em Sociedade Anônima (SAF), como deseja a atual Diretoria Administrativa.

Paralelamente, o Malta do Vasco pediu que ”o estatuto seja definitivamente respeitado” e que ”a vontade dos sócios seja acatada”, com ”o melhor projeto sendo implementado”, se referindo ao Somamos, de Leven Siano.

Confira, na íntegra

”Com muita revolta e sentimento de indignação que presenciamos o nosso amado Clube sendo pilhado por grupos de golpistas que, sem a menor cerimônia, estão jogando vascaínos contra vascaínos unicamente com a intenção de confundir as opiniões, gerando narrativas que o Vasco só sai da situação de ‘Terra Arrasada’ tornando-se clube empresa.

O nosso sentimento de revolta é justo, pois quando você olha para os lados e vê o nosso maior rival se estruturando financeiramente, socialmente e dentro das quatro linhas sem a necessidade de se tornar uma Sociedade Anônima.

A Lei 14.193/2021, ao criar a sociedade anônima do futebol (SAF), segue a tendência de vários países nos quais os clubes futebolísticos são constituídos sob forma de empresa. Conforme já informado, pelo presidente sub judice será efetuada uma cisão no clube em: Vasco Social e Vasco Futebol (SAF).

O Vasco Social é o Vasco dos sócios, com um déficit de +/- R$900 milhões e passivos trabalhistas e penhoras judiciais. O Vasco Futebol (SAF) é o Vasco com toda a estrutura do futebol profissional/amador (masculino e feminino), Patrimônios (Estádio e CT), sem dividas e entregue para um investidor que irá gerir a nova empresa.

O Vasco Social não terá participação no Vasco Futebol, pois conforme Lei das SA 6.404/76 em seu artigo nº 251, determina que uma subsidiária integral não poderá ter como acionista uma associação, somente uma sociedade brasileira. Com isto existirão duas empresas distintas, onde o sócio não terá mais poder de decisão sobre os rumos do futebol.

Conforme estudos de advogados e contadores, este modelo de negócio (negociata) não serve para o nosso Clube. Concordamos com a tese de que os maiores beneficiados serão os ‘investidores’ que receberão uma empresa nova, sem dividas, com a estrutura profissional de futebol operando e já com uma carteira de mais de 20 milhões de Vascaínos.

Ninguém até o momento, desta tenebrosa diretoria, apresentou os reflexos positivos e negativos da cisão da Associação e Futebol. Desta forma surgem perguntas. Como associação irá gerar receita para manter os esportes olímpicos e suas instalações?

No caso de falência da SAF, o que poderá acontecer? Talvez a venda da SAF para outros investidores que poderão mudar os nossos símbolos, cores e uniformes, ou quem sabe apenas aniquilar com a nossa paixão.

Vascaínos, não vamos compactuar com mais este golpe, o Vasco é nosso, é do Povo, é do Brasil. Não acreditem nesta diretoria sub judice, pois nada cumpriram até então das suas promessas de campanha.

Sim, estamos vivendo dias difíceis com o nosso Clube, onde alguns se acham mais Vascaínos e com mais direitos que os outros. Mesmo assim, continuamos acreditando na pacificação e na união dos verdadeiros Vascaínos para reerguemos este Clube.

Nós, do Malta do Vasco, ainda nutrimos a esperança que exista a verdadeira Vascainidade no benemérito Sr. Mussa e no Sr. Júlio Brant, agindo como verdadeiros opositores a esta diretoria sub judice, declinando da ação que suspendeu a eleição legitima, pelo Estatuto rasgado, no dia 07/11/2020.

Chega de judicialização nas eleições do Vasco! Que o estatuto seja definitivamente respeitado! Que a vontade dos sócios seja acatada! Que o melhor projeto seja implantado (SOMAMOS)! Que o melhor Conselho Deliberativo e o Sr. Leven Siano sejam oficialmente proclamados na direção da Instituição para o período de 2021/2023.”

2 comentários
  • Celia Maria Barbosa - 4 de dezembro de 2021

    Não serve, porque vai acabar a mamata! Estão conseguindo acabar com o time que amo! Não querem então façam alguma coisa para salvar o Vasco! só querem usurpar! A torcida não sabe o poder que tem!!! No Vasco tudo é contenda! Todos os Times tem eleições normais! O Vasco é o único que é uma baderna! Enganação! Golpe! Muito triste!!

    Responder
  • Ivan Carlos Cardoso - 4 de dezembro de 2021

    FIM DA PICADA. O QUE ESSES CARAS ENTENDEM DA SAF PARA DIZEREM QUE NÃO SERVE. DONOS DE IGREJINHA. POR ISSO O VASCO NÃO ANDA. CAMBADA DE RETRÓGRADOS E USURPADORES

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
20 de janeiro de 2022
Com ‘mãozinha’ de Casimiro, gol de Figueiredo é eleito o mais bonito da Copinha

Influencer e vascaíno, Casimiro ajuda e golaço de Figueiredo contra o São Paulo é eleito o mais bonito da Copa São Paulo.

SAF do Vasco ganha força em meio a turbilhão político

Futebol do Vasco da Gama tem sido alvo de investidores internacionais enquanto bastidores políticos do Clube seguem agitados.

Grupo americano interessado no Vasco já comprou direitos do Brasileiro no exterior

O Fundo 777 Partners, que manifestou interesse em investir no Vasco da Gama, já comprou os direitos internacionais do Brasileiro.

Vasco vê Eric Pimentel e Zé Vitor como opções caseiras para compor o elenco

Sem contratações de impacto para a defesa, Vasco da Gama enxerga em Eric Pimentel e Zé Vitor uma boa dupla para compor o plantel em 2022.

Grupo russo liderado pelo bilionário Roman Abramovich estaria interessado no Vasco

Esse e outro grupo, um árabe, estariam desejando comprar o Vasco por cerca de R$ 1 bilhão de dólares; Abramovich é dono do Chelsea-ING.

19 de janeiro de 2022
Vasco faz amistoso contra o Audax-RJ nesta quinta-feira no CT Moacyr Barbosa

Jogo-treino é o segundo do Vasco da Gama na preparação para o Campeonato Carioca; Audax também será adversário durante o Estadual.

Vasco deve gastar quase R$ 45 milhões com o futebol em 2022

Desse total, são R$ 37,3 milhões destinados ao elenco do Vasco da Gama, e o restante para comissão técnica e funcionários administrativos.

Há 20 anos, camisa 11 era aposentada pelo Vasco em homenagem a Romário

Decisão de homenagear Romário aconteceu em 19 de janeiro de 2002 e partiu do então presidente do Vasco da Gama, Eurico Miranda.

Contratos de Conceição, Yuri Lara e Bruno Nazário são registrados no BID da CBF

Com isso, os 3 atletas, que devem ser titulares ao longo da temporada, já estão oficialmente aptos a atuar pelo Vasco da Gama.

Vasco realizará nesta sexta debate sobre a possível implantação da SAF no Clube

Debate terá início às 10h30min e contará com a presença do 2º VP Geral do Vasco da Gama, Duque Estrada, e do VP Jurídico, Zeca Bulhões.

Veja mais notícias