Em nota, Vasco lamenta decisão do STJD e confirma que recorrerá

O Vasco da Gama lamentou a decisão do STJD, que indeferiu o pedido para anulação do jogo contra o Internacional, e diz que vai recorrer.

Jorge Salgado, presidente do Vasco da Gama
Jorge Salgado, presidente do Vasco da Gama (Foto: Rafael Ribeiro)

O Club de Regatas Vasco da Gama lamenta profundamente a decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), tomada nesta quinta-feira (04/03), que indeferiu liminarmente o pedido de impugnação da partida contra o Internacional, disputada no dia 14/02/2021, válida pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2020, pedido este fundamentado no flagrante descumprimento do Regulamento Geral de Competições (RGC) e do Protocolo VAR. Ciente de seus direitos, a diretoria informa que o Vasco recorrerá da decisão e não desistirá da busca por justiça.

O pedido de impugnação foi apresentado ao STJD no dia 16 de fevereiro, na forma do art. 84, II, do Código Brasileiro da Justiça Desportiva. A ação reiterou o compromisso da Diretoria Administrativa do Clube, presidida por Jorge Salgado, em garantir ao Vasco igualdade de condições ao Clube em todas as competições que participa.

A busca pela reparação da injustiça começou imediatamente após a partida, na qual o Vasco sofreu o primeiro gol em claro impedimento, quando enviou ofício assinado pelo presidente Jorge Salgado e solicitou que o documento fosse anexado ao relatório do jogo. No documento, afirmou que “VAR disfuncional não anula gol do Internacional em flagrante impedimento”.

As gravações do VAR daquela partida, disponibilizadas pela CBF, mostram que os operadores da tecnologia desistiram de aguardar a resolução do problema que dificultou o uso da linha de impedimento, muito embora a empresa tenha afirmado que o problema foi solucionado em poucos minutos. Mesmo sem a tecnologia estar funcionando adequadamente, ouve-se o profissional do VAR determinando para o campo a validade do gol na ocasião dizendo “gol legal, gol legal”. O assistente de campo 1 ainda alerta após a decisão: “Deixa só eu fazer um comentário: alertei sobre esse jogador que ele estava em posição. Faz a preventiva e aí evita isso.” O Clube também teve acesso aos áudios do intervalo, que mostram tensão na cabine do VAR em diálogo com a equipe de arbitragem de campo.

O Vasco da Gama foi disparado o clube com maior decisões desfavoráveis do VAR no Campeonato Brasileiro da Série A de 2020. Foram 18 intervenções contrárias. A diretoria não desistirá de lutar para fazer valer os direitos do Clube.

Fonte: Site oficial do Vasco

Leia mais sobreSTJD
9 comentários
  • Liberato+pereira+da+Silva+filho - 5 de março de 2021

    Já comentei ,esta diretoria do Vasco está jogando confete em parte da torcida ,ela sabe que esta decisão não será revogada ,pois abriria um precedente perigoso e,por que esta diretoria que ficou o anos brigando politicamente e somente agora que caimos é que tenta anular uma partida em que perdemos por dois a zero e apenas um gol foi considerado ilegal ? Si querem ou desejam virada de mesa seria menos impossível juntar aos outros três que cairam e fizesse pressão para não cair ninguem ,fazendo um campeonato com vinte quatro clubes aí sim ninguem sairia prejudicado ,mas anular a partida é impossivel de acontecer e seria falta de respeito aos que conseguiram no campo o direito de permanecer na série A .VEJA os números do Vasco e vê si merecia ficar na primeira divisão relembre quantos jogos em que o ataque do Vasco si quer chutou uma bola contra o gol do adversário.

    Responder
  • Alex - 5 de março de 2021

    Todos os planos e discursos do Vasco estão voltados pra série B. Isso não ia dar em nada mesmo, só foi pra dar uma satisfação aos torcedores. Tá faltando um homem naquela porra! O clube está sem moral, foi roubado o tempo todo, virou saco de pancada. O Vasco de hoje é só decepção!

    Responder
  • Affonso+malafaia - 4 de março de 2021

    Essa sacanagem orquestrada pela CBF só vai acabar o dia que essa entidade venal passar ser responsabilizada pelos absurdos cometidos, os quais geram prejuízos irreparaveis aos clubes, não basta pedir desculpas devereria ser multada, até mesmo pq os protagonistas são os clubes e a entidadilionaria e a cbf

    Responder
  • Carlos+Antunes+Ferreira+da+Silva - 4 de março de 2021

    É assim meus amigos,se o Flamengo não tinha sido campeão aí sim a decisão era outra,porém já está definido o Flamengo é campeão o Inter é vice e o Vasco é série B e ponto final,agora o Vasco tem que colocar a cabeça no lugar fazer um time pra ficar entrosado pra subir e voltar com um time feito pra disputar o campeonato e seguir mais longe e permanecer na primeira divisão, taí aquele time do segundo tempo mesclado com veterano vamos longe.E o laranjeira dá de dez a zero no Thiago Reis.

    Responder
  • Guilherme José de Moraes - 4 de março de 2021

    Dirigentes de merda.
    Babacas são aqueles que ainda se mantém Sócios, fazendo centro de treinamento que de responsabilidade desses abutres.
    Não tendo de onde tirar Eles vão tratar de cair fora
    Fora do seus incompetentes.
    Tinham que recorrer nas outras vezes que fomos roubados
    Aquele Arremedo de Presidente já embolsou o dinheiro da SEGUNDONA antes de sair.

    Responder
  • Vascaino - 4 de março de 2021

    Ué SALGADO??? Ué Mussa (comparsa)???? Perderam na Justiça????? Tenho Nojo de vocês!!!! Destruíram o Vasco!!!!!

    Responder
  • Paulo+Ramada - 4 de março de 2021

    FORMEM TIME COMPETITIVO….PARA NÃO PASSAR VERGONHA MAIOR….SEUS INCOMPETENTES….

    Responder
  • Ailton de souza lima - 4 de março de 2021

    Não ganha no campo, não ganha no tapetão. Tem que trabalhar diretoria. Olha a que ponto chegou a história dessa instituição. Por causa de ganância, politicagem e interesses próprios.

    Responder
  • Fernando - 4 de março de 2021

    Para de lamentar, lamentar, lamentar e….. alguém pelo amor de Deus faça este clube volta a ser respeitado novamente, ninguém q ouvir mas desculpas aff….

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
4 de agosto de 2021
Vanderlei está entre os goleiros mais defesas na Série B

O goleiro do Vasco da Gama, Vanderlei, já realizou 44 defesas em 12 partidas disputadas na Série B até o momento.

Desfalques do Vasco contra o São Paulo

Confira os desfalques do Vasco da Gama para o jogo contra o São Paulo nesta quarta-feira, em São Januário, pela Copa do Brasil.

Edmundo mostra confiança na classificação do Vasco contra o São Paulo

Ídolo do Vasco da Gama, Edmundo se mostra confiante na classificação do Clube às quartas de finais da Copa do Brasil.

Vasco receberá R$ 3,45 milhões caso avance na Copa do Brasil

Caso se classifique para as quartas de final da Copa do Brasil, o Vasco da Gama receberá o valor de R$ 3,45 milhões.

Lisca espera Graça para decidir sobre reforço na zaga; Vasco observa outras posições

O técnico do Vasco da Gama, Lisca, pretende testar Ricardo Graça antes de decidir sobre ir ou não ao mercado em busca de zagueiro.

Vasco homenageará Adhemar Ferreira com patch na camisa contra o São Paulo

O Vasco da Gama homenageará os 65 anos do bicampeonato olímpico de Adhemar Ferreira da Silva, com patch na camisa.

Vasco lança outras camisas em homenagem a Germán Cano

O Vasco da Gama lançou, ao todo, três camisas sobre Germán Cano, iniciativa que visa o lucro e a valorização do artilheiro.

Vasco abre inscrições para peneira de FreeFire

Nesta quarta-feira, o Vasco da Gama lançou uma peneira para a equipe de FreeFire, em parceria com a Black Dragons.

Vasco está invicto contra o São Paulo em São Januário desde 2013

Nesse período, o Vasco da Gama conseguiu venceu o São Paulo duas vezes por 2×0, resultado que interessa nesta quarta-feira.

Mesmo que não avance, vencer o São Paulo será essencial para o Vasco

O Vasco da Gama tem contra o São Paulo a oportunidade de elevar a autoestima, mas precisa vencer a partida, de preferência se classificando.

Veja mais notícias