Campeonato Brasileiro - 14ª Rodada São Januário
Vasco 4
X
1 Guarani

Deu Gigante! Vascão vence o Guarani por 4 x 1 na estreia de Lisca

O Vasco da Gama venceu o Guarani por 4x1 em São Januário, no jogo que marcou a estreia do técnico Lisca na Colina.

Jogadores do Vasco comemorando gol contra o Guarani
Jogadores do Vasco comemorando gol contra o Guarani (Foto: Vitor Brügger/Vasco)

O Vasco da Gama venceu o Guarani por 4×1 em São Januário, no jogo que marcou a estreia de Lisca. A partida, válida pela quarta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, foi uma das mais disputadas pelo Gigante da Colina, que soube se impor jogando em casa.

Com a vitória, o Cruzmaltino subiu quatro posições na tabela, ocupando a quinta colocação no momento, a apenas um ponto do G4, composto atualmente por Náutico, Coritiba, Goiás e Guarani.

Lisca mandou a campo a seguinte escalação: Vanderlei, Leo Matos, Ernando, Leandro Castan e Zeca; Bruno Gomes (Juninho), Galarza e Marquinhos Gabriel (Sarrafiore); Léo Jabá, Gabriel Pec (Arthur) e Germán Cano (Daniel Amorim).

O Guarani, de Daniel Paulista, jogou com: Gabriel Mesquita, Pablo, Thales, Titi (Lucão do Break) e Bidu; Bruno Silva, Rodrigo Andrade, Bruno Sávio e Régis; Matheus Souza (Andrigo) e Davó.

Primeiro tempo

O Vasco da Gama começou bem o jogo, com uma participação mais efetiva de Marquinhos Gabriel jogando ao lado de Léo Jabá no meio-campo, mas com uma tímida presença de Gabriel Pec e Germán Cano, que poderiam oferecer mais perigo à defesa adversária.

Mas, aos oito minutos, após o goleiro do Guarani errar e sair jogando mal, Léo Jabá tentou de primeira e após o desvio de Bruno Gomes, Marquinhos Gabriel recebeu sozinho e finalizou para abrir o placar para o Cruzmaltino.

Com a vantagem no placar, o Gigante da Colina continuou buscando agredir o Bugre, que também não se intimidou e ofereceu perigo em diversas jogadas, obrigando Vanderlei a fazer muitas e difíceis defesas. Aos 7 minutos, Thales derrubou Léo Jabá na área arrancando um pênalti para o Vasco, convertido facilmente por Cano, que colocou o goleiro pra um lado e a bola noutro.

A partir daí o Vasco teve tranquilidade para administrar o jogo, controlando bem as ações do Guarani, que tentava mas esbarrava sempre no sistema defensivo cruzmaltino, que mais uma se mostrava sólido para neutralizar as tentativas. E assim terminou o primeiro tempo de um jogo brigado e muito disputado em São Januário.

Em suma, vimos um Vasco mais motivado, buscando construir jogadas e com um meio-campo mais participativo. O destaque individual fica pra Léo Jabá, sem deixar de citar a atuação de Vanderlei. A vitória dará tranquilidade a Lisca para iniciar seu trabalho, e confiança ao time, que está a um passo do G4.

Segundo tempo

No segundo tempo o Gigante não voltou com o mesmo ímpeto, mas o Guarani também voltou mais tímido e o jogo perdeu um pouco da movimentação vista na primeira etapa. Mas, aos 23 minutos, num cruzamento de Léo Jabá para Cano, Bruno Silva, ex-Vasco, cabeceou contra o próprio patrimônio e marcou contra o terceiro do Vascão.

No lance do gol, Germán Cano estava impedido, mas por não ter participado da jogada, o gol foi validado pelo juiz, apesar do assistente ter assinalado a irregularidade. A decisão da arbitragem foi considerada correta pela equipe de transmissão.

O Guarani voltou a lutar pelo resultado e aos 36 minutos, em escanteio cobrado por Andrigo, Lucão do Break venceu Ernando na disputa pelo alto e diminuiu para os paulistas.

Mas o Vasco não desistiu, e na busca pelo quarto gol, Galarza fez um belo lançamento, deixando Léo Jabá na cara do gol, e ele não desperdiçou, marcando o quarto gol. O jogo foi até aos 51 minutos com as duas equipes buscando mais, mas terminou em 4×1 para o Vasco.

Análise

Foi, sem dúvidas, a melhor atuação do Vasco nesta edição da Série B. A participação de dois jogadores fez a diferença para a superioridade do time em campo. Foram Marquinhos Gabriel e Léo Jabá que conseguiram dar equilíbrio ao setor ofensivo, o que não vinha acontecendo até aqui.

A bola não chegou muito a Germán Cano, mas o coletivo funcionou, e isso importa muito. Gabriel Pec, que vinha de boas atuações, fez um jogo discreto aparecendo somente na segunda etapa. Se ele seguir evoluindo, assim como os demais, pode ser que Lisca tenha encontrado o time ideal tendo treinado apenas uma vez a equipe.

Cabe ressaltar que a defesa, apesar de ter evoluído, tomou mais um gol em jogada aérea, o que não deixa de ser motivo de alerta. O novo treinador certamente está atento à situação, podendo corrigi-la.

Melhores momentos

Assista aos melhores momentos da partida no vídeo publicado pelo GE.

Fotos

Próximo jogo

Agora o Gigante vira a chave para a Copa do Brasil, pela qual enfrentará a forte equipe do São Paulo, quarta-feira (28), às 21h30min, no Morumbi, jogo válido pelas oitavas de final. O São Paulo vem de campanha contestada na Série A, ocupando a 16ª colocação, com 11 pontos conquistados.

Leia mais sobreGuarani
7 comentários
  • Marden Góes - 25 de julho de 2021

    Muito cuidado com essa sede, o POTE é de barro e pode se quebrar. Pela primeira vez o Vasco venceu e convenceu, porém ainda com muitas falhas. URGENTE: LISCA PRECISA TRABALHAR E MUITO COM A NOSSA DEFESA, TODA BOLA ALÇADA NA ÁREA É UM DEUS NOS ACUDA. NUNCA VI TANTOS ZAGUEIROS FRACOS NAS BOLAS ALTAS. LISCA, POR FAVOR, NO PRÓXIMO TREINO DO VASCO, COLOQUE JOGADORES NA ESQUERDA E NA DIREITA CRUZANDO BOLAS NA ÁREA DURANTE DUAS HORAS, ATÉ ESSES ZAGUEIRO APRENDERAM DEFENDER BOLA ALTA. NUNCA VI ZAGUEIRO QUE NÃO PULA MEIO PALMO DO CHÃO. ASSIM DÁ DÁ, QUALQUER ANÃO FAZ GOL DE CABEÇA NO VASCO, TODO ESCANTEIO É UMA TORTURA PARA NÓS TORCEDORES. ESSE TIME PRECISA TAMBÉM E URGENTE TREINAR CHUTES A GOLS DE MÉDIA E LONGA DISTÂNCIA, LANÇAMENTO E PASSES. Isso, são fundamentos primordiais para qualquer jogador de futebol. VAMOS TORCER PARA O LISCA ARRUMAR ESSE TIME TATICAMENTE, POIS ATÉ AGORA, O QUE VIMOS FOI UM BOLO DE JOGADORES
    SEM A MÍNIMA DE NOÇÃO TÁTICA. É isso aí, Marden Góes. ETERNAMENTE VASCO!

    Responder
  • Marden Góes - 25 de julho de 2021

    Muito cuidado com essa sede, o POTE é de barro e pode se quebrar. Pela primeira vez o Vasco venceu e convenceu, porém ainda com muitas falhas. URGENTE: LISCA PRECISA TRABALHAR E MUITO COM A NOSSA DEFESA, TODA BOLA ALÇADA NA ÁREA É UM DEUS NOS ACUDA. NUNCA VI TANTOS ZAGUEIROS FRACOS NAS BOLAS ALTAS. LISCA, POR FAVOR, NO PRÓXIMO TREINO DO VASCO, COLOQUE JOGADORES NA ESQUERDA E NA DIREITA CRUZANDO BOLAS NA ÁREA POR DUAS HORAS, ATÉ ESSES ZAGUEIRO APRENDERAM DEFENDER BOLA ALTA. NUNCA VI ZAGUEIRO QUE NÃO PULA MEIO PALMO DO CHÃO. ASSIM DÁ DÁ, QUALQUER ANÃO FAZ GOL DE CABEÇA NO VASCO, TODO ESCANTEIO É UMA TORTURA PARA NÓS TORCEDORES. ESSE TIME PRECISA TAMBÉM E URGENTE TREINAR CHUTES A GOLS DE MÉDIA E LONGA DISTÂNCIA, LANÇAMENTO E PASSES. Isso são primordiais para qual

    Responder
  • Márcio Mendes Pacheco - 25 de julho de 2021

    Quer jogar igual fresco , vai jogar vôlei porraaaaaaaaa.

    Responder
  • Márcio Mendes Pacheco - 25 de julho de 2021

    O que está faltando pro time do Vasco é ser mais agressivo, machucar mais, bater nos adversários, ser catibeiro, foda se os adversários, tem que quebrar, machucar mesmo. Futebol é jogo de contato. Deixa o cotovelo para um otário se fuder. Tem que jogar duro caraio.

    Responder
  • Walter Carvalho - 25 de julho de 2021

    Ver o Vasco jogando pra frente e não aquela chatisse de jogo do Cabo.
    O Jaba já deveria estar jogando há muito tempo porém o Cabo é muito ruim.

    Responder
  • HIDELBRANDO FERNANDES DE SOUSA ALMEIDA - 24 de julho de 2021

    Sempre disse que se soltar esse Vasco vai muito longe,hoje vir um Vasco com cara de série A.

    Responder
  • Márcio Mendes Pacheco - 24 de julho de 2021

    Jogou bem o time.

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
18 de janeiro de 2022
Nenê retoma a 10 após 4 anos; relembre quem usou o número após a saída do meia

Entre 2018 e 2021, camisa 10 do Vasco da Gama foi utilizada por Evander, Bruno César, Benítez e Morato; destes, apenas o argentino fez jus.

Zé Ricardo ganha protagonismo no futebol do Vasco, que segue busca por um camisa 9

Treinador participa ativamente das decisões do departamento de futebol do Vasco da Gama, que ainda tenta a contratação de um centroavante.

Renovação de contrato de Miranda com o Vasco é considerada bem encaminhada

Zagueiro está suspenso por doping desde setembro e vem treinando em separado; Vasco da Gama vê no atleta um ”ativo” e deseja renovar.

Figueiredo lamenta eliminação na Copinha e revela: ‘Meu último jogo no Sub-20’

Centroavante, que será integrado aos profissionais, agradeceu ao elenco e à comissão técnica do Vasco da Gama na Copinha pela campanha.

17 de janeiro de 2022
Lucão acerta com o Bragantino; Vasco manterá parte dos direitos econômicos

Goleiro fecha por 5 anos com o time paulista; Vasco da Gama não deve receber nada pela transferência, mas manterá percentual econômico.

Caio Eduardo recebe proposta do NK Lokomotiva Zagreb, da Croácia

Jogador, que atua como volante e lateral-esquerdo, está afastado pelo Vasco da Gama devido a imbróglio por renovação contratual.

Assista aos melhores momentos de São Paulo 4 x 2 Vasco pelas oitavas da Copinha

O Vasco da Gama perdeu por 4×2 para o São Paulo nesta segunda (17) e foi eliminado da edição 2022 da Copinha.

Vasco perde por 4 x 2 para o São Paulo e se despede da Copinha

Mesmo com pressão no fim do jogo, o Vasco da Gama não conseguiu superar o São Paulo e está eliminado da Copinha 2022.

Vasco teria iniciado conversas pelo centroavante Getúlio, ex-Avaí

Pertencente ao Tombense, jogador atuou as duas últimas temporadas pelo Avaí, clube que o revelou; Vasco da Gama quer um centroavante.

Orçamento do Vasco para 2022 é aprovado pelo Conselho Deliberativo

Aprovação teve 113 votos favoráveis e 6 contrários; superávit do Vasco da Gama passou de R$ 33,8 milhões para R$ 57 milhões.

Veja mais notícias