Alexandre Pássaro garante Talles Magno no Vasco: ‘Só sai por preço justo’

Diretor executivo do Vasco da Gama, Alexandre Pássaro confirmou a permanência de Talles Magno no Cruzmaltino para próxima temporada.

Altair Alves
Por Altair Alves
-  26 de fevereiro de 2021 às 23:12-  Atualizada em 27 de fevereiro de 2021 às 00:23
Talles Magno durante o jogo contra o Athletico-PR
Talles Magno durante o jogo contra o Athletico-PR (Foto: Rodolfo Buhrer/Fotoarena/Agência Lancepress!)
data-full-width-responsive="true"

Diretor executivo de futebol do Vasco da Gama, Alexandre Pássaro concedeu entrevista coletiva com presidente Jorge Salgado e outros membros da diretoria vascaína na tarde desta sexta-feira (26), em São Januário.

Entre uma série de temas abordados pelos dirigentes, Pássaro falou das especulações envolvendo uma possível venda do atacante Talles Magno e da forma como a diretoria pretende tratar as negociações que envolvam atletas da base.

– Sobre o exemplo da venda do Talles ou de acelerar vendas de atletas da base, eu até vi essa notícia que saiu na semana passada. Não se acelera venda de ativos, vende-se quando entendemos que há um preço justo. Nossa realidade é a reestruturação do departamento de futebol.

O executivo de futebol do Gigante também comentou como as características específicas dos jogadores precisam ser trabalhadas para que os jovens talentos possam gerar receitas para os cofres do Clube.

– Sobre questão de utilização da base, lógico que ela é o futuro, mas a base do Vasco é muito bem trabalhada. É um ativo que não podemos deixar de usar. Cada jogador tem um processo. Quando fazem a transição, cada um responde de um jeito. É uma complexidade de informações e uma quantidade de nós que precisamos ir desatando.

O dirigente exemplificou a forma como trabalha com a base usando o caso do atacante Brenner, vendido recentemente para a liga de futebol dos Estados Unidos por R$ 15 milhões.

– Nos meus outros trabalhos, fiz muito isso. Cito o exemplo do Brenner, que subiu com 17 anos, não jogou muito no São Paulo, foi emprestado ao Flu, não fez nenhum gol, e agora foi vendido por US$ 15 milhões. Aquele Brenner que era tachado como jogador que não servia mostra que serve e serve muito.

O time Sub-20 do Vasco da Gama, por exemplo, recentemente conquistou o Campeonato Carioca, a Copa do Brasil e a Supercopa do Brasil. No profissional, diversos jogadores da base como Tallles Magno, Vinícius, Cayo Tenório, Henrique, Gabriel Pec, Caio Lopes, Juninho, Miranda, Ricardo Graça e Lucão foram utilizados na temporada.