Werley analisa início de ano no Vasco e trabalho com Abel Braga

Werley analisou seu início de ano no Vasco, revelou o desejo de trabalhar com Abel e exaltou os bons números com Castan.

Depois de um 2019 de altos e baixos, Werley conquistou a titularidade no Vasco em 2020. Autor de dois gols contra a Portuguesa, na última rodada da Taça Guanabara, os dois primeiros dele com a camisa cruz-maltina, o zagueiro deve o atual momento ao técnico Abel Braga, de quem ganhou a confiança para formar a dupla ao lado do capitão Leandro Castan. O jogador revelou que sempre teve o desejo de trabalhar com o veterano e analisou as principais diferenças entre o atual trabalho e o de Vanderlei Luxemburgo.

- Sempre tive o desejo de poder trabalhar com o Abel em algum momento da carreira. Tenho amigos que trabalharam com ele e sempre falaram muito bem e hoje tenho a chance de comprovar tudo o que me foi dito sobre ele. A diferença em campo é que o Abel quer que a gente jogue mais com a bola, sair jogando, procurar explorar mais a qualidade dos nossos atletas. Tenho certeza de que será um grande ano para o clube - disse.

Em seis jogos com os titulares (oito no total, sendo dois clássicos com os reservas), o Vasco tem três sem sofrer gols. Em 2019, Werley fez, em 29 jogos, 22 desarmes, sete interceptações, 1133 passes certos e 201 rebatidas. Ele espera melhorar esses números ao lado de Castan. Hoje, a concorrência dele na posição é o jovem Ulisses. Ricardo Graça, canhoto, também pode se adaptar ao lado direito.

- É sempre importante não sofrer gols. Começamos muito bem o ano e esperamos sofrer ainda menos gols. Sempre vai ter algo a ser corrigido e estamos atentos a isso para que nós do setor defensivo possamos passar confiança para o restante da equipe. Eu e o Castan estamos bem entrosados, jogamos juntos desde 2018, sabemos o posicionamento um do outro. Acredito que nossos números são muito bons e esperamos a cada dia e a cada jogo dar alegria ao torcedor - afirmou.

Na próxima quarta-feira, o Vasco encara o Oriente Petrolero (BOL), pelo jogo de volta da Copa Sul-Americana. A ida, em São Januário, foi com vitória de 1 a 0 para os vascaínos. Em partida dominada pelo time brasileiro, faltou melhorar a pontaria para sair com uma vantagem melhor. Em Santa Cruz de la Sierra, a missão do Cruz-Maltino é não sofrer gols.

- Vai ser um jogo muito difícil assim como foi aqui no Rio. Temos que entrar bem atentos e focados porque eles vão se jogar em cima da gente e precisamos explorar bem os espaços que teremos. Tenho certeza de que faremos um grande jogo. Faremos de tudo para voltar ao Brasil com a classificação à próxima fase da competição - analisou.

Werley conquista titularidade no Vasco

Werley tem 58 jogos com a camisa do Vasco. Vinte e nove deles foram em 2019 e seis em 2020. Nesta temporada, ele foi titular em todas as partidas que Abel Braga utilizou os jogadores do primeiro time.

- Está sendo muito bom poder voltar a ter sequência de jogos. Vinha desde 2018 em uma sequência boa, começando bem 2019, mas depois acabei me machucando muito e perdendo espaço na equipe. Mas sempre que fui usado procurei ajudar da melhor forma. Agora espero continuar dando sequência ao trabalho e ajudando os meus companheiros dentro de campo - completou.

Leia mais sobre: Werley

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »