Wellington Monteiro relembra passagem pelo Vasco e gol contra o Flamengo

Wellington Monteiro, ex-jogador do Vasco da Gama, relembrou sua passagem pelo Clube e gol histórico contra o Flamengo em 2003.

Wellington Monteiro, ex-jogador do Vasco
Wellington Monteiro, ex-jogador do Vasco (Foto: Toru Yamanaka/AFP)

Um dos jogadores com passagem marcante por São Januário é o ex-volante e lateral-direito Wellington Monteiro, autor do gol que garantiu a conquista do Vasco da Gama ao título da Taça Guanabara de 2003.

Naquela ocasião, o técnico Antônio Lopes sem opção para a lateral-esquerda decidiu escalar Monteiro improvisado na posição no clássico contra o Flamengo, que finalizou em 1×1.

Em entrevista ao Globo Esporte, Wellington Monteiro relembrou sua passagem pelo Gigante da Colina, em especial o gol mais falado da sua história como jogador de futebol.

– Primeiro que eu estava de lateral-esquerdo, que nunca foi minha posição. E segundo que eu estava todo torto de lateral-esquerdo (risos). Lembro que o Lopes me chamou brincando, com aquela brincadeira dele, grossa. Ele falou assim: “Quer jogar a final? Respondi: ‘Claro!’. E ele: ‘Só que tem um porém: de lateral-esquerdo’. Tudo bem, mas aí ele disse: “Tem uma situação a fazer, não passar do meio.

Monteiro disse que ele viveu um dilema no jogo, pois quando não passava do meio-campo ele era criticado pelos torcedores, e quando ele avançou, Antônio Lopes pediu para ele voltar.

– Só que no jogo, quando eu pegava na bola, tinha um espaço normal para eu jogar. Mas eu tinha uma parte tática de não apoiar, e as pessoas que estão de fora não entendem, e a gente releva isso. Com uns 20 e poucos minutos, a torcida já estava vaiando muito, mas muito… Ao mesmo tempo eu pensava assim: “Se eu não atacar, eu estou morto”. Aí lembro que fui atacar, e o Lopes gritou: ‘Volta, Monteiro’.

A ‘fugidinha’ de Wellington Monteiro garantiu o título do Cruzmaltino. Em outra parte da entrevista, ele comenta como surgiu o gol considerado por ele o melhor da sua carreira.

– Aí na segunda vez, eu pensei: ‘Tenho que ser audacioso. Se eu ficar esperando, já era, meu irmão’. Tem que hora que tem que deixar a parte tática de bola. Foi aí que dei a bola no Marcelinho e avancei. Aí o Marcelinho deu um lançamento espetacular. E muitos falam só do lançamento espetacular, mas não falam do gol. E eu fui muito feliz e acabei fazendo o melhor gol da minha carreira. Um gol de título.

A página Crvgmultimidia, no Youtube, destacou o gol marcado pelo jogador, na conquista do título da Taça Guanabara do ano de 2003.

Confira no vídeo

Os problemas de pagamentos salariais já assolavam o Vasco naquele período. Quando questionado na entrevista sobre a comemoração do gol, Monteiro ressaltou que o gol foi muito especial, pois naquele período ele estava passando por problemas financeiros e o Vasco estava com dificuldades para pagar os salários.

– Chorei porque estava vivendo uma situação muito crítica mesmo. Não aguentei nem falar. Se eu te falar, parece mentira. Eu estava passando uma dificuldade muito grande na parte financeira, porque o Vasco não estava pagando na época. Estávamos um bom tempo sem receber, passando sufoco violento em casa. Às vezes falava para a minha esposa pegar meus filhos e levar na minha mãe para almoçar ou na minha sogra. Lembro que a gente estava na concentração e fomos descer para almoçar. Restaurante de hotel é aquela mesa farta, com tudo, e eu pensando: ‘Vou comer do bom e do melhor, e a minha família sem ter o que comer em casa.

Wellington Monteiro é motivo de inspiração para os vascaínos. Nesta quinta-feira (15), a equipe enfrenta o Flamengo pela nona rodada do Campeonato Carioca. A vitória do Gigante é essencial para que o Clube aumente suas chances de classificação às semifinais do Estadual.

Leia mais sobreWellington Monteiro

Nenhum comentário ainda.

Deixe sua opinião

Últimas notícias

6 de maio de 2021

Vasco divulga balanço dos primeiros 100 dias da gestão de Jorge Salgado

Nesta quinta-feira o Vasco da Gama divulgou o balanço dos primeiros 100 dias da gestão do presidente Jorge Salgado.

Vasco perdeu percentual do direito econômico das pratas da casa

Balanço divulgado pelo Vasco da Gama mostra queda no percentual do direito econômico de jovens revelados no Clube.

Caso se classifique para a final da Taça Rio, Vasco terá calendário apertado em maio

Com início da Série B marcado para o final de maio, o Vasco da Gama pode ter calendário apertado caso se classifique para final da Taça Rio.

Em menos de 2 meses no Vasco, Zeca quase iguala número de jogos pelo Bahia

Em menos de dois meses no Vasco da Gama, Zeca está prestes a igualar o número de jogos que teve no Bahia durante passagem pelo clube em 2020.

Vasco permanece na 7ª colocação no ranking digital dos clubes brasileiros

O Vasco da Gama segue na sétima colocação no ranking digital dos clubes do Brasil, com crescimento considerável no TikTok.

Em fim de empréstimo, Bruno César segue com futuro indefinido no Vasco

Emprestado ao Penafiel, o meio-campista Bruno César, que tem contrato com o Vasco da Gama até maio de 2022, segue com futuro indefinido.

Sub-20: Vasco está próximo de acerto com o atacante Emerson Urso, do São Caetano

Time do Sub-20 do Vasco da Gama deve fechar com o atacante Emerson Urso, que vem se destacando no Campeonato Paulista pelo São Caetano.

Morato promete Vasco com jogo ‘bonito e competitivo’ na Série B e comenta adaptação

Recém contratado pelo Vasco da Gama, Morato falou sobre como o Cruzmaltino deve se portar na Série B e enalteceu o clima em São Januário.

5 de maio de 2021

Ernando projeta Série B, elogia Cabo, diz estar adaptado ao Vasco e exalta torcida

Adaptado ao Vasco da Gama, zagueiro Ernando comentou expectativa pela Série B, elogiou o trabalho de Marcelo Cabo e exaltou a torcida.

Salgado promete balanço dos primeiros 100 dias de gestão para esta quinta-feira

Presidente do Vasco da Gama, Jorge Salgado anunciou a divulgação dos 100 primeiros dias à frente do Clube.

Veja mais notícias