Vasco volta a vencer em São Januário pelo Brasileiro após 3 meses

O Vasco da Gama voltou a vencer em São Januário pelo Brasileiro após três meses e pode deixar o Z4 na próxima rodada.

França Fernandes
Por França Fernandes
-  21 de dezembro de 2020 às 10:33-  Atualizada em 21 de dezembro de 2020 às 10:33
Juninho, do Vasco da Gama, contra o Santos
Juninho, do Vasco da Gama, contra o Santos
data-full-width-responsive="true"

Foram três longos meses sem vencer em São Januário pelo Brasileirão, mas enfim o Vasco voltou a conquistar três pontos dentro da Colina Histórica. O desempenho não foi exemplar no quesito técnico, mas a equipe demonstrou muita vontade em campo e a defesa voltou a ter uma atuação mais consistente diante de um adversário perigoso.

Com o triunfo, o Gigante da Colina pode deixar o Z4 já na próxima rodada, a última disputada em 2020. Os comandados de Ricardo Sá Pinto empataram em número de pontos com o Bahia (28), mas tem uma vitória e um jogo a menos que o Tricolor da boa terra. O adversário está em crise, e demitiu o treinador Mano Menezes após a queda de rendimento do time e o polêmico ato de injúria racial proferido pelo colombiano Ramírez ao meia Gerson, do Flamengo.

Apesar do time misto escalado por Cuca neste domingo, o Santos começou bem a partida, com mais posse de bola e volume de jogo. No entanto, aos 8, o artilheiro Cano apareceu, mas dessa vez na construção e no início da jogada do gol vascaíno. O argentino tocou para Vinícius, que abriu para Léo Matos no corredor. O lateral-direito cruzou, na medida, para Carlinhos estufar a rede.

Ainda no primeiro tempo, a equipe carioca teve duas boas chances de ampliar o placar, mas Juninho e Cano não tomaram a melhor decisão nas jogadas. Na primeira, o jovem camisa 500 passou por três adversário e poderia ter finalizado, mas preferiu servir o artilheiro, mas o defensor santista evitou o perigo. Na outra, Cano errou o passe e não concluiu bem o lance, perdendo boa oportunidade.

Na etapa final, Cuca mexeu no Santos e colocou em campo dois dos seus melhores jogadores: Soteldo e Marinho. Apesar de ter mais posse de bola e dominar a partida, o Peixe não enfileirou chances desperdiçadas. Foram apenas momentos esporádicos em que Fernando Miguel garantiu a vitória. No chute de Felipe Jonatan e na cabeçada do zagueiro Alex ainda no primeiro tempo.

A defesa vascaína com Léo Matos, Jadson, Leandro Castan e Henrique conseguiu segurar o Alvinegro Praiano, que apesar do volume não chegou ai empate. Dentro das limitações do elenco, o Gigante da Colina consegui um importante resultado para a sequência da temporada. Só que ainda enfrenta sérios problemas na criação, sendo improdutivo em determinados momentos do jogo e dando muito campo ao adversário.

Sá Pinto terá mais uma semana cheia para trabalhar, sobretudo o setor ofensivo, que ainda carece de criatividade e pode perder Benítez, caso a negociação com o argentino não evolua. No domingo, o time visita o Athletico-PR, em Curitiba, enquanto o Bahia, que tem a mesma pontuação, recebe o Internacional, em Salvador.

– Sem dúvida alguma, acho que a equipe já merecia ter tido melhores resultados anteriormente. E hoje foi a recompensa de um trabalho sério, sólido… Os jogadores têm entregado muito nos treinos durante a semana, têm acreditado em nós, na equipe técnica, na nossa filosofia de trabalho, nossas ideias. Tivemos a recompensa para já, mas é um pequeno passo para aquilo que nós queremos. Foi uma vitória importante, todos sabem disso, mas ainda faltam muitas vitórias importantes pela frente. E é esse o nosso objetivo: já ganhar o jogo também – disse Sá Pinto.

Fonte: Lancenet

Leia Mais Sobre