SportSPT

0 x 2
Vasco

VascoVAS

Vasco vence o Sport na Ilha do retiro por 2 x 0

Com 2 gols de Germán Cano, o Vasco da Gama venceu o Sport na Ilha do Retiro e saiu da zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Por Anderson Montalvão
-  14 de novembro de 2020 às 18:31-  Atualizada em 19 de novembro de 2020 às 12:58
Germán Cano comemorando gol contra o Sport (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br)

A noite foi feliz para o Vasco da Gama no Recife! Jogando na Ilha do Retiro, na capital pernambucana, o Gigante da Colina venceu o Sport Recife por 2 a 0, chegou aos 22 pontos e se afastou do incômodo Z4 do Campeonato Brasileiro. Os gols do triunfo cruzmaltino neste sábado (14/11) foram assinalados pelo argentino Germán Cano. O oitavo e o nono gol do camisa 14 na competição nacional fizeram o time cruzmaltino quebrar um tabu que já durava oito anos, tendo em vista que a última vitória sobre o Leão em seu estádio havia sido em 2012. O time comandado por Ricardo Sá Pinto volta a atuar na próxima quinta-feira (19), às 19 horas, diante do Fortaleza, em jogo atrasado da 16ª rodada.

O JOGO

Mesmo atuando fora de casa, o Vasco tomou a iniciativa e foi para cima do Sport logo nos primeiros minutos, especialmente pelo lado esquerdo do ataque, por onde caíam Talles, Benitez e Neto Borges. A primeira grande oportunidade, inclusive, foi criada por esse setor. Aos 13, Neto Borges escapou pela esquerda, cruzou na medida e Léo Matos finalizou por cima. Apostando nos contra-ataques, o Leão da Ilha respondeu aos 18, quando Leandro Barcia parou em grande defesa de Fernando Miguel. O Rubro-Negro ensaiou uma blitz nos minutos seguintes, mas sem sucesso, principalmente porque o Cruzmaltino manteve a mesma postura. O prêmio veio aos 24 minutos através de uma jogada com assinatura argentina. Léo Gil avançou pela esquerda e cruzou para Germán Cano, que não desperdiçou: VASCO 1 x 0.

Em desvantagem no marcador, o Sport se lançou ao ataque em busca do empate e quase conseguiu atingir esse objetivo aos 32 minutos. Na oportunidade, Thiago Neves cobrou falta na direção da intermediária e a bola sobrou para Lucas Mugni chutar por cima da meta defendida por Fernando Miguel. Com os donos da casa tomando a iniciativa, o Vasco recuou as linhas e passou a explorar os contra-ataques. Em dois deles, puxados por Talles Magno, a falta de capricho no último passe impediu o Gigante da Colina de ampliar sua vantagem. No derradeiro lance da etapa inicial, Andrey fez um lindo lançamento para Léo Matos. O lateral-direito bateu cruzado e obrigou Maílson a fazer um milagre.

Com Mikael no lugar de Jonathan Gomez, Jair Ventura fez com que o Sport Recife retornasse para o segundo tempo mais ofensivo. Apesar de ter mais posse de bola, os donos da casa não conseguiram levar perigo no princípio da etapa final. O Vasco, por sua vez, demonstrou eficiência. Quando o cronômetro marcava nove minutos, Andrey fez um lindo lançamento, Neto Borges cruzou rasteiro e Germán Cano empurrou para o fundo do barbante: VASCO 2 X 0.

Ricardo Sá Pinto colocou sangue novo na equipe pouco depois de ampliar a vantagem. Uma das novidades foi o zagueiro Jadson, contratado recentemente junto ao futebol europeu. Em sua estreia, o defensor precisou trabalhar, pois o Sport passou a insistir em arremates de longa distância e bolas alçadas para grande área. As investidas, porém, não surtiram efeito. Bem postado lá atrás, o Vasco da Gama demonstrou maturidade para segurar o resultado.

FICHA TÉCNICA
Sport Recife 0 x 2 Vasco da Gama
Campeonato Brasileiro- 21ª rodada

Data: 14/11/2020, Sábado
Horário: 16h30
Local: Ilha do Retiro, Recife (PE)

Árbitro: Héber Roberto Lopes (SC)
Assistentes: Thiaggo Americano Labes (SC) E Johnny Barros de Oliveira (SC)
Árbitro de Vídeo: Braulio da Silva Machado (SC)
Cartões amarelos: Tiago Reis (Vasco da Gama)
Gol: Germán Cano, 24/1T (Vasco da Gama); Germán Cano, 09/2T (Vasco da Gama)

SPORT RECIFE: Maílson, Patric, Maidana, Adryelson e Sander; Márcio Araújo (Júnior Tavares), Ricardo, Leandro Barcia, Jonatan Gomez (Mikael), Lucas Mugni e Thiago Neves (Hernane Brocador). Técnico: Jair Ventura.

VASCO DA GAMA: Fernando Miguel; Werley (Jadson), Marcelo Alves e Ricardo; Léo Mattos (Vinícius), Léo Gil, Andrey, Martín Benitez (Yago Pikachu) e Neto Borges; Talles Magno (Gustavo Torres) e Germán Cano (Tiago Reis). Técnico: Ricardo Sá Pinto

Fonte: Site Oficial do Vasco

Leia Mais Sobre

Sport