Vasco solicita à CBF reconhecimento do Torneio Rivadávia Corrêa Meyer de 1953

O Vasco da Gama encaminhou um ofício à CBF solicitando o reconhecimento do Torneio Rivadávia Corrêa Meyer de 1953.

Jorge Salgado e Campello em reunião na CBF
Jorge Salgado e Campello em reunião na CBF (Reprodução)

O Club de Regatas Vasco da Gama, por meio do Presidente da Diretoria Administrativa, Alexandre Campello, e do Vice-Presidente de Relações Especializadas, João Ernesto Ferreira, encaminhou ofício à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) solicitando que a entidade promova encaminhamento à Fifa no sentido de reconhecer o Torneio Internacional Rivadávia Corrêa Meyer, de 1953, como Torneio Intercontinental de Clubes.

Disputado entre os dias 7 de junho e 4 de julho de 1953, o Torneio contou com a presença, além do Vasco da Gama, do Sporting Clube, de Portugal, do Hibernian, da Escócia, do Olímpia, do Paraguai, do Botafogo, do Fluminense, do Corinthians e do São Paulo.

Na ocasião, o Vasco da Gama sagrou-se campeão invicto, com seis vitórias e um empate, tendo ainda o artilheiro da competição, Pinga, com seis gols.

No ofício, o Clube destaca que ” (…) a Fifa é a responsável por competição (Mundial de Clubes) nos mesmos moldes das organizadas pela então CBD na década de 50, o que evidencia a necessidade de haver o reconhecimento histórico das atitudes do nosso futebol naqueles anos (…) “.

– O sucesso da Copa do Mundo de 1950 lançou o Brasil no cenário mundial. E, na esteira daquele Mundial, foram organizados torneios internacionais envolvendo clubes de todo o mundo. Nosso Centro de Memória possui em seu acervo documentos, imagens, artigos, jornais da época, ingressos, divulgação midiática e até mesmo o Regulamento Oficial da disputa, material que comprova a dimensão e a importância do Torneio. Com todo a documentação, encaminhamos à CBF um ofício solicitando que ela encaminhasse à Fifa o nosso pleito – explicou João Ernesto.

Em visita à CBF na terça-feira (12/01) junto com o Presidente da Diretoria Administrativa, Alexandre Campello, e o Presidente eleito do Clube, Jorge Salgado, o próprio João Ernesto presentou o presidente da entidade máxima do futebol brasileiro, Rogério Caboclo, com o livro que conta a história da conquista cruzmaltina em 1953.

Fonte: Site Oficial do Vasco

Leia mais sobreCBF
1 comentário
  • Antonio Raimundo dantas - 14 de janeiro de 2021

    Com certeza esse torneio intercontinental foi igual que o Palmeiras e fluminense ganharam em 1951 e 1952. Fato esse verdadeiro que foram o mesmo modelo de 1951 e 1952 o torneio de 1953 ganho pelo Vasco da Gama. Espero um dia a Fifa reconhecer tbm como mundial . Assim como em 1957 na final entre real Madri 3×4 Vasco da Gama.

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
11 de maio de 2021
Marcelo Cabo mira título da Taça Rio e destaca: ‘É importante’

Em discurso no vestiário após a classificação, o técnico do Vasco da Gama, Marcelo Cabo, destacou a importância de vencer a Taça Rio.

Veja com quantos sócios o Vasco fechou abril de 2021

Pela primeira vez em muito tempo, o Vasco da Gama teve aumento na quantidade de sócios torcedores, mas reduziu no número geral.

Saudades de um ídolo! Vasco homenageia Ademir Menezes, que faleceu há 25 anos

O Vasco da Gama lembrou o falecimento do seu ex-jogador, Ademir Menezes, que está completando 25 anos nesta terça-feira.

Justiça determina que Vasco reintegre os 186 funcionários demitidos; prazo é de 5 dias

O juiz Robert de Assunção Aguiar determinou que o Vasco da Gama reintegre os 186 funcionários demitidos no início da atual gestão.

Ygor Catatau avalia passagem pelo Vasco: ‘Muito importante’

Em entrevista, o atacante do Vitória, Ygor Catatau, falou sobre sua passagem pelo Vasco da Gama na temporada 2020.

Globo pede, e Série B terá jogos às quartas e domingos com transmissões nacionais

Devido à presença do Vasco da Gama e de outros clubes grandes, Série B de 2021 terá jogos também às quartas e domingos além dos dias usuais.

Impasse com certidões negativas impede o Vasco de receber R$ 6 milhões da Caixa

Valor é referente a 2017, último ano de patrocínio da Caixa ao Vasco da Gama, mas pendências com certidões negativas impedem o recebimento.

Acordo com o Fluminense garantiu 30% dos direitos de Miguel ao Vasco; pai nega

O Vasco da Gama possui 30% dos direitos econômicos do atacante Miguel, do Fluminense, mas seu pai nega na Justiça.

Futebol 7: Vasco anuncia contratação de Leandro Aguiar

O ala Leandro Aguiar, que tem passagens pelo Botafogo e Portuguesa, foi contratado pelo Vasco da Gama para defender a equipe de Futebol 7.

Pagamento de quase R$ 4 milhões permitiu ao Vasco registrar reforços contratados

Caso não tivesse quitado uma dívida de R$ 3,7 milhões que tinha com credores, o Vasco da Gama ficaria impedindo de registrar novos atletas.

Veja mais notícias