Copa do Brasil - Oitavas de Final Morumbi
São Paulo 2
X
0 Vasco

Vasco perde para o São Paulo e larga em desvantagem nas oitavas da Copa do Brasil

O Vasco da Gama perdeu para o São Paulo por 2x0 no Morumbi e largou em desvantagem nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Germán Cano durante o jogo contra o São Paulo
Germán Cano durante o jogo contra o São Paulo (Foto: Miguel Schincariol)

O Vasco da Gama perdeu para o São Paulo por 2×0 no Morumbi e largou em desvantagem nas oitavas de final da Copa do Brasil. Rigoni, ao 13 minutos do primeiro tempo, e Pablo, aos 33 da etapa final marcaram os gols da partida.

A decisão será em São Januário na próxima quarta-feira (04), às 21h30min, e o Gigante da Colina terá que se superar para retirar a vantagem e seguir na competição. Avançar de fase seria de suma importância para o Clube, que caso reverta o placar e evite a eliminação poderá embolsar mais de R$ 3 milhões.

Com o resultado, o São Paulo pode empatar ou até perder por um gol de diferença que avança na competição. O Vasco terá de vencer por três ou mais gols no tempo regulamentar para seguir na disputa. Vitória cruzmaltina por dois gols de diferença leva a decisão para os pênaltis.

Na partida, Lisca mandou a campo o seguinte time: Vanderlei, Léo Matos, Ernando, Leandro Castán e Zeca; Bruno Gomes, Galarza (Arthur) e Marquinhos Gabriel (Sarrafiore); Léo Jabá (Morato), Gabriel Pec (Andrey) e Cano.

O São Paulo, de Hernán Crespo, jogou com: Tiago Volpi, Arboleda (Bruno Alves), Miranda e Léo Pelé; Orejuela, Rodrigo Nestor (Liziero), Igor Vinicius (Gabriel Sara), Benítez (Tales) e Reinaldo; Rigoni (Marquinhos) e Pablo.

Primeiro tempo

A primeira etapa da partida foi marcada pela pressão do São Paulo, que exerceu sua superioridade e incomodou a defesa vascaína, obrigando Vanderlei a trabalhar muito, fazendo defesas difíceis. O Tricolor comandou as ações, num geral, flexibilizando um pouco mais na reta final, quando o Cruzmaltino começou a criar algumas chances.

O mau posicionamento da defesa vascaína foi o que mais chamou a atençao e precisava ser corrigido pelo treinador no intervalo. Castan e Ernando estavam literalmente perdidos, além de Zeca, que não foi bem, mais uma vez. Ofensivamente o time até tentava, mas não exibia a qualidade e organização suficientes para levar perigo ao gol defendido por Volpi.

O gol saiu aos 13 minutos, quando Martín Benítez fez um belo lançamenta para Rigoni, que dominou bonito, com um belo corte bateu Castan e finalizou sem chances para Vanderlei, fazendo 1×0.

Lisca precisa modificar o time para a segunda etapa, eliminar os espaços oferecidos ao time paulista, criar mais e fazer a bola chegar com qualidade a Germán Cano, que tem poder para igualar o placar, e quem sabe, dar a vitória ao Gigante da Colina.

Segundo tempo

Lisca voltou com Andrey no lugar de Gabriel Pec tentando dar uma maior cobertura à defesa e evitar que o São Paulo seguisse pressionando e ampliasse o placar. O time começou bem, tentou comandar as ações do jogo, mas não foi efetivo para buscar o empate.

O São Paulo encontrou mais resistência, mas soube administrar, embora o Vasco oferecesse um pouco mais de perigo. Somente aos 33 minutos saiu o segundo gol, num escanteio cobrado por Reinaldo com Pablo cabeceando sem chances novamente para o goleiro vascaíno.

A partir daí Lisca lançu o time ao ataque em busa de um gol para facilitar a disputa no jogo de volta, mas não obteve sucesso, terminando a partida em 2×0, dificultando a permanência vascaína na Copa do Brasil 2021.

Análise

Para o vascaíno mais sensato, deu a lógica. Óbvio que sempre queremos que o Gigante se surpreenda, não se trata de minimizar nossa camisa, mas, convenhamos, nosso time é tecnicamente inferior ao São Paulo e precisaríamos de uma atuação coletiva impecável, ou de um esporádico destaque individual que fizesse a diferença, mas nada disso aconteceu.

A defesa falhou, deu espaços, mostrou que precisa ser reforçada, não soube bloquear as jogadas aéreas e o goleiro Vanderlei foi bombardeado em diversos momentos. Apesar da evolução, o setor de criação fez uma partida tímida e, consequentemente, o artilheiro Cano não foi servido para finalizar como nós e ele gostaríamos.

Dizer que está perdido é desnecessário, afinal, estamos falando de futebol, e uma atuação decente em casa pode reverter o quadro e classificar o time para as quartas de final. Mas, para tanto, é preciso melhorar muito o desempenho, o que pode acontecer com mais uma semana de trabalho do recém-chegado Lisca.

Por hora, é focar em evoluir na Série B do Campeonato Brasileiro, onde o time está devendo, e tentar alcançar o principal objetivo, que é a volta à elite do futebol nacional.

Melhores momentos

Assista aos melhores momentos da partida no vídeo do GE, no Youtube.

Fotos

Próximo jogo

O próximo confronto é contra o Botafogo, clássico cuja vitória é crucial para o time na Série B, por se tratar de um adversário tradicional e da possibilidade de entrada no G4. O time de General Severiano jogou ontem e venceu o Confiança por 2×0, ameaçando se recuperar na competição. O jogo é sábado (31), às 21h, no estádio Nilton Santos.

14 comentários
  • Weliton - 29 de julho de 2021

    Quem achar que esse time do Vasco vai se classificar para serie A, esta muito enganado.

    Responder
  • Valdimar Augusto de Medeiros - 29 de julho de 2021

    Israel e Manoel comentaram a respeito da dupla de zaga do Vasco, realmente é o ponto zero do time, lance os zagueiros do sub 20, castan é muito lentoooooooooo

    Responder
  • Israel - 29 de julho de 2021

    Enquanto tivermos essa dupla de zaga (Castan e Ernando ) esquece se classificar em mata , mata . Lentos , sem ritmos , fracos na área . O meio de campo e ataque forem bem . Algumas peças bem a baixo PEC e Galazar. Andrei estava sem ritmo não era pra entra num jogo dessa intensidade , deveria te colocado o Juninho . E quem viu o jogo o B.Gomes mostrou que tem realmente talento.

    Responder
  • Francisco - 29 de julho de 2021

    Uma empolgação com a chegada do lisca levo engano o problema do Vasco não era Alberto Valentim Valdir bigode Abel luxa ramonismo Sá Pinto Marcelo Cabo e nem lisca o problema do Vasco sempre foi Eurico, Campelo salgado e toda a corja de maus administradores que vem apequenano esse timinho a anos quem em sã conciencia consegue acompanhar uma partida desse timinho quem vai querer ir ao estádio para apoiar esse timinho floxo

    Responder
  • Vascaino - 29 de julho de 2021

    SER VASCO É SER SOFREDOR!!!! NAO AGUENTO MAIS ESSA MERDA DE CLUBE!!!! SOMOS CHACOTA DO BRASIL

    Responder
    • H. Neto - 29 de julho de 2021

      Verdade; com esse timinho de pernas de pau, vai ficar pior do que o Cruzeiro, correndo um sério Risco de cair para a Série C e se acabar de vez.

  • Manoel - 29 de julho de 2021

    Ernando, Castan, Zeca, não podem nem constar na lista dos relacionados.
    FORA!!
    É preciso providenciar urgente um goleiro para o lugar desse Vanderlei. Muito fraco!
    Não sai debaixo do travessão pra nada. Não sabe sair jogando.
    É muito fraco pra estar no Vasco.

    Responder
  • Manoel - 29 de julho de 2021

    Ernando, Castan, e Zeca, não podem nem constar na lista dos relacionados. FORA!!
    Providenciar urgente um goleiro para o lugar do Vanderlei. Só fica debaixo do travessão. Não sai pra nada. Muito fraco para a grandeza do VASCÃO.

    Responder
  • Junior colen - 28 de julho de 2021

    Time ruim demais , tristeza .

    Responder
    • U. Neto - 29 de julho de 2021

      Timinho Ridículo,sem vontade, sem Jogador, sem Futebol e sem nada.

  • Altamir Balby Cunha Cunha - 28 de julho de 2021

    Vocês querem o que se essa é a verdade?

    Responder
  • Altamir Balby Cunha - 28 de julho de 2021

    Que política ditatorial é essa que não aceita se falar a verdade?

    Responder
  • Altamir Balby Cunha - 28 de julho de 2021

    Culpa total desse meio de defesa: será que a diretoria não tem capacidade pra ver que Castan e Ernando não são jogadores pra jogarem mais no Vasco; Pisca abre o olho porque esses dois vão entregar sempre e a culpa fica pra você.

    Responder
  • Raimundo Vicente de Souza - 28 de julho de 2021

    São Paulo 2
    Castan O

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
18 de janeiro de 2022
Nenê retoma a 10 após 4 anos; relembre quem usou o número após a saída do meia

Entre 2018 e 2021, camisa 10 do Vasco da Gama foi utilizada por Evander, Bruno César, Benítez e Morato; destes, apenas o argentino fez jus.

Zé Ricardo ganha protagonismo no futebol do Vasco, que segue busca por um camisa 9

Treinador participa ativamente das decisões do departamento de futebol do Vasco da Gama, que ainda tenta a contratação de um centroavante.

Renovação de contrato de Miranda com o Vasco é considerada bem encaminhada

Zagueiro está suspenso por doping desde setembro e vem treinando em separado; Vasco da Gama vê no atleta um ”ativo” e deseja renovar.

Figueiredo lamenta eliminação na Copinha e revela: ‘Meu último jogo no Sub-20’

Centroavante, que será integrado aos profissionais, agradeceu ao elenco e à comissão técnica do Vasco da Gama na Copinha pela campanha.

17 de janeiro de 2022
Lucão acerta com o Bragantino; Vasco manterá parte dos direitos econômicos

Goleiro fecha por 5 anos com o time paulista; Vasco da Gama não deve receber nada pela transferência, mas manterá percentual econômico.

Caio Eduardo recebe proposta do NK Lokomotiva Zagreb, da Croácia

Jogador, que atua como volante e lateral-esquerdo, está afastado pelo Vasco da Gama devido a imbróglio por renovação contratual.

Assista aos melhores momentos de São Paulo 4 x 2 Vasco pelas oitavas da Copinha

O Vasco da Gama perdeu por 4×2 para o São Paulo nesta segunda (17) e foi eliminado da edição 2022 da Copinha.

Vasco perde por 4 x 2 para o São Paulo e se despede da Copinha

Mesmo com pressão no fim do jogo, o Vasco da Gama não conseguiu superar o São Paulo e está eliminado da Copinha 2022.

Vasco teria iniciado conversas pelo centroavante Getúlio, ex-Avaí

Pertencente ao Tombense, jogador atuou as duas últimas temporadas pelo Avaí, clube que o revelou; Vasco da Gama quer um centroavante.

Orçamento do Vasco para 2022 é aprovado pelo Conselho Deliberativo

Aprovação teve 113 votos favoráveis e 6 contrários; superávit do Vasco da Gama passou de R$ 33,8 milhões para R$ 57 milhões.

Veja mais notícias