Vasco empata com o Remo e São Januário pela Série B

O Vasco da Gama arrancou o empate com o Remo, e a partida pela Série B do Brasileiro em São Januário terminou em 2x2.

Caio Lopes e Castan durante o jogo contra o Remo
Caio Lopes e Castan durante o jogo contra o Remo

O Vasco da Gama arrancou o empate com o Remo, e a partida em São Januário t

Vasco e Remo empataram por 2 a 2 na noite desta sexta-feira, em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), pela penúltima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O resultado foi ruim para os dois. Entretanto foi pior para os paraenses, ainda ameaçados de rebaixamento.

Com o resultado o Cruzmaltino chegou a 49 pontos, em nono lugar. Já os paraenses, com 42 pontos, . O Vasco perdeu a chance de se despedir de forma digna de sua torcida na temporada.

Como a torcida começou a hostilizar cedo, o Vasco acabou fazendo justiça aos potestos e começou o jogo muito mal. Logo aos sete minutos Matheus Oliveira chutou à esquerda do goleiro Lucão e mostrou que o Remo daria trabalho.

O Vasco errava demais. Assustou apenas aos 11 minutos, quando Nenê cruzou e Cano cabeceou para fora. Mas até os contra-ataques eram desperdiçadas. Aos 22 minutos Cano dominou na área, mas ao tentar rolar para Nenê mandou a bola nas costas do meia, em lance bizarro.

O domínio do Remo resultou em gol aos 30 minutos. Erick Flores recuperou a bola no meio, acionou Victor Andrade, que cruzou na medida para o complemento certeiro de Neto Pessoa. O que era agonia para o Vasco virou desespero aos 37, quando os paraenses ampliaram. Lucas Siqueira chutou de fora da área, a bola desviou em Rómulo e enganou Lucão.

O que parecia pouco provável aconteceu antes do intervalo: o Vasco descontou. Nenê cobrou escanteio e Léo Mattos subiu mais que todo mundo para escorar a bola para o fundo da rede.

A volta para o segundo tempo mostrou um Vasco atacando sem muita organização. Além disso o time carioca sofria com os contra-ataques do Remo. Mas o time paraense não conseguia criar perigo pois errava no último passe.

Aos nove minutos o Vasco escapou de ver seu quadro piorar. Morato deu uma cotovelada em Igor, mas o VAR não entrou em ação e o vascaíno ficou sem o cartão vermelho. Aos 22 minutos o Cruzmaltino quase empatou em chute de Ricardo Graça que desviou na zaga.

A situação do Remo se complicou aos 23 minutos, quando Victor Andrade foi expulso. Ele já tinha cartão amarelo e cometeu falta violenta em Jhon Sánchez. Aos 37 minutos o Cruzmaltino tirou vantagem e empatou. Galarza aproveitou sobra na área e chutou para o fundo da rede. Depois disso o Remo se segurou e conseguiu evitar a derrota.

As duas equipes se despedem da Série B do Campeonato Brasileiro no domingo 28 de novembro, às 16h(de Brasília). O Vasco vai ao Estádio do Café, no Paraná, medir forças com o Londrina. O Remo recebe o Confiança em Belém (PA).

FICHA TÉCNICA

VASCO-RJ 2 X 2 REMO-PA

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: Sexta-feira, 19 de novembro de 2021
Hora: 19h00 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)
Assistentes: Lucas Costa Modesto (DF) e Lehi Sousa Silva (DF)
VAR: Emerson de Almeida Ferreira (DF)
Renda: R$ 24.268,00
Público: 1.010 pagantes
Cartões amarelos: Riquelme e Léo Matos (Vasco) e Victor Andrade (Remo)
Cartões vermelhos: Victor Andrade (Remo)
Gols:
VASCO: Léo Matos aos 41 minutos do 1º Tempo e Matías Galarza aos 37 minutos do 2º Tempo
REMO: Neto Pessoa aos 30 e Lucas Siqueira aos 37 minutos do 1º Tempo

VASCO: Lucão, Léo Matos, Ricardo Graça, Leandro Castán e Riquelme (Daniel Amorim); Rómulo (Caio Lopes), Matías Galarza e Nenê; Morato (Jhon Sánchez), Germán Cano e MT (Gabriel Pec)
Técnico: Fábio Cortez

REMO: Vinícius, Thiago Enes, Romércio, Kevem (Fredson) e Igor Fernandes; Anderson Uchôa, Lucas Siqueira e Erick Flores (Rafinha); Matheus Oliveira (Jefferson), Neto Pessoa (Renan Gorne) (Lucas Tocantins) e Victor Andrade
Técnico: Eduardo Baptista

Fonte: Gazeta Esportiva

Leia mais sobreRemoSão Januário
6 comentários
  • Eleitor Dinamite - 20 de novembro de 2021

    Queremos a estátua do Gestor Esportivo Roberto Dinamite.

    Jogando bola era uma MERDA.

    Mestre em Administração Esportiva.

    Responder
  • Edivaldo Galvão de Queiroz - 20 de novembro de 2021

    Todo time começa com um bom goleiro, enquanto ficar insistindo com esse frangueiro e desequilibrado Lucão só irá passar vergonha, além dele não passar nenhuma confiança pro time ainda quer jogar adiantado.

    Responder
  • Vicente Otávio da Fonseca - 20 de novembro de 2021

    Já estamos acostumados: time de segunda divisão e candidato forte à série C, se nada for feito. Por exemplo, a venda do time a um grupo excepcionalmente forte, capaz de fazer um excelente esquadrão, renovar nosso estádio de São Januário, um time praticamente novo e verdadeiro terror para os adversários. A CBF, diante destas possibilidades, já está ficando extremamente preocupada!

    Responder
  • ALMEIDA - 20 de novembro de 2021

    Uma coisa ficou clara ontem! Galarza e Caio Lopes merecem vaga no time titular para o ano que vem. A merda é que vem um empresário filho da puta e enfia goela a baixo no clube um M.Gabriel, Rômulo, Morato, Michel, etc… e exige que o cara seja titular, tirando a vaga dos garotos que têm disposição para correr.

    Tragam o Jean Carlos do Náutico e o Eduardo do Brusque.

    Olhem as estatísticas dos jogadores da série B e tentem trazer os melhores de cada posição!

    Trazer jogadores, que um dia jogaram bola, mas não dão certo em nenhum clube é ilusão!

    Responder
  • Fátima - 19 de novembro de 2021

    Esse setor defensivo é ridículo!
    Os adversários fazem o que querem, é fácil de vencer. 4 contra 2 e sofrem gol. É gigante, de tão ruim.
    Porque ainda insistir com Morato? Só acrescenta na falta de qualidade da equipe. É mais 1.

    Responder
  • Mário - 19 de novembro de 2021

    Nota dos Jogadores:
    Lucão– 2,0
    Léo Matos – 4,0
    Castán – 3,0
    Ricardo G – 3,0
    MT – 0
    Romulo – 0
    (Caio Lopes) – 4,0
    Galarza – 6,5
    Nenê – 6,5
    Riquelme – 0
    Sánchez -3,0
    Daniel Amorim – 5,0
    Cano – 1,0
    (Gabriel Pec) – 3,0
    Morato – 0

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
30 de novembro de 2021
Confira últimas movimentações do mercado da bola no Vasco

Fique por dentro das últimas movimentações do mercado da bola no Vasco da Gama, visando a próxima temporada.

Saiba mais sobre Jordan, novo atacante do Vasco Sub-20

Saiba mais sobre o atacante Jordan, de 18 anos, contratado pelo Vasco da Gama Sub-20 visando a temporada 2022.

ArquiVasco se posiciona contra movimento do Vasco de se tornar clube-empresa

Grupo político emitiu comunicado fazendo fortes críticas a intenção do Vasco da Gama em transformar seu futebol em clube-empresa.

Roberto Monteiro critica pedido de constituição de clube-empresa

Ex-presidente do CD do Vasco da Gama, Roberto Monteiro disparou contra a possibilidade do futebol do Clube ser gerido por uma empresa.

Decisões centralizadas de Salgado provocam desconforto em parte de base aliada

Postura do presidente Jorge Salgado na condução do futebol do Vasco da Gama vem sendo criticada até por membros da base aliada.

Ex-presidente do Vasco, Campello diz que não vê nenhum nome capaz de unir o Clube

Em entrevista ao Blog do jornalista Ricardo Gonzales, Alexandre Campello se mostrou pessimista quanto ao futuro do Vasco da Gama.

Oposição do Vasco se mobiliza pela saída de Jorge Salgado

Número necessário de assinaturas para convocação de Assembleia Geral Extraordinária vem aumentando nos corredores de São Januário.

‘Juntos vamos conduzir o Vasco ao seu devido lugar’, afirma Nenê

Um dos pouquíssimos destaques do Vasco da Gama em 2021, meia diz ainda que ”vestir a camisa do Vasco da Gama é uma honra”.

‘O Vasco não precisa ter seu futebol vendido’, critica Leven sobre possível SAF

Via redes sociais, Leven Siano se manifestou contrariamente à possível transformação do futebol do Vasco da Gama em clube-empresa.

29 de novembro de 2021
Em vídeo com torcedor, Salgado revela que Zé Ricardo e Ricardo Gomes devem chegar

Respondendo informalmente a um torcedor do Vasco da Gama, presidente Jorge Salgado confirma negociações por Zé Ricardo e Ricardo Gomes.

Veja mais notícias