Vasco empata com o Caracas e garante vaga nas oitavas da Sul-Americana

O Vasco da Gama empatou em 0x0 com o Caracas nesta quarta-feira e garantiu vaga nas oitavas de final da Copa Sul-Americana.

Por França Fernandes
-  4 de novembro de 2020 às 23:36-  Atualizada em 5 de novembro de 2020 às 00:13
Martín Benítez durante o jogo contra o Caracas (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Mesmo sem mostrar um grande futebol, o Vasco se garantiu nas oitavas de final da Sul-Americana. Os cruzmaltinos ficaram no empate por 0 a 0 com o Caracas-VEN, nesta quarta-feira, na capital venezuelana.

No primeiro tempo, os cariocas foram melhores e tiveram as melhores chance de gol. Na etapa final, o Caracas chegou a assustar, mas ficou com um jogador a menos, após expulsão de Villanueva. Assim, o Vasco conseguiu segurar o placar sem dificuldade.

Na próxima fase, o Vasco terá pela frente o Defensa Y Justicia-ARG. A primeira partida será na Argentina. O duelo de volta será em São Januário. As datas ainda não foram definidas.

O jogo – O Vasco começou bem a partida e impediu qualquer pressão do Caracas. Os cruzmaltinos chegaram a colocar a bola na rede aos 11 minutos, mas o gol de Tiago Reis foi anulado por impedimento do atacante.

Os cariocas mantinham o controle da partida. Sem sofrer na defesa, o Vasco quase marcou aos 31 minutos. Benítez arriscou de longe e Velásquez quase entregou o gol aos vascaínos. Depois, foi a vez de Carlinhos a obrigar o goleiro venezuelano a fazer boa defesa. Nos minutos finais, o Caracas seguiu sem pressionar. Com isso, o Vasco manteve a igualdade no placar no intervalo.

No segundo tempo, os cruzmaltinos tiveram grande chance de abrir o placar com menos de um minuto. Neto Borges fez grande jogada e tocou para Carlinhos. No entanto, o meia chutou sobre o travessão.

Aos poucos, o Caracas melhorou e teve sua primeira chance aos 14 minutos. Blanco ajeitou para Hernández, que cabeceou, mas viu Ricardo Graça salvar os vascaínos. O lance animou os donos da casa, que chegaram com Blanco. Desta vez, o goleiro Fernando Miguel fez grande defesa.

Só que a situação ficou melhor para o Vasco aos 21 minutos. Villanueva fez falta dura e foi expulso, deixando o Caracas com um jogador a menos. Depois disso, o Vasco passou a administrar o resultado. Os cruzmaltinos pouco avançavam para não dar espaço. O Caracas parecia não ter força para pressionar em busca do gol.

Somente nos minutos finais, os cariocas quase marcaram com Yago Pikachu. O lateral chutou com perigo no último lance de perigo do confronto. Com isso, o Vasco garantiu a vaga para as oitavas de final da Sul-Americana.

FICHA TÉCNICA
CARACAS-VEN 0 X 0 VASCO-BRA

Local: Estádio Olímpico, em Caracas, Venezuela
Data: Quarta-feira, 04/11/2020
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Jhon Ospina (COL)
Assistentes: Dionísio Ruiz (COL) e Jhon Alexander Leon (COL)
Cartões amarelos: Rivero (Caracas); Benítez, Leandro Castán, Ricardo Graça e Andrey (Vasco)
Cartão vermelho: Villanueva (Caracas)

CARACAS: Velásquez, Eduardo Fereira, Villanueva, Osio e Rivero; Castillo (Echeverría), Flores Soto (Moreno), Anderson Contreras (Maldonado), Robert Hernández e Celis (Febres); Blanco (Guarirapa)
Técnico: Noel Sanvicente

VASCO: Fernando Miguel, Miranda, Leandro Castán e Ricardo Graça; Yago Pikachu, Andrey (Marcos Júnior), Leonardo Gil, Carlinhos (Vinícius), Martín Benítez (Talles Magno) e Neto Borges; Tiago Reis (Ribamar)
Técnico: Ricardo Sá Pinto

Fonte: Gazeta Esportiva

Leia Mais Sobre

CaracasSul-Americana