Talles Magno cai de rendimento e recebe atenção especial de Ricardo Sá Pinto

O atacante Talles Magno caiu de rendimento e recebe atenção especial do técnico Ricardo Sá Pinto para melhorar.

Por França Fernandes
-  20 de novembro de 2020 às 17:37-  Atualizada em 20 de novembro de 2020 às 17:37
Talles Magno em protesto contra o racismo (Foto: Rafael Ribeiro/ Vasco)

Badalado em 2019, apontado como uma das principais promessas do futebol brasileiro e no radar de gigantes europeus, Talles Magno ainda não conseguiu apresentar as mesmas atuações este ano. A queda de rendimento do jovem de 18 anos no Vasco preocupa e faz o recém-chegado técnico Ricardo Sá Pinto mobilizar uma atenção especial ao garoto.

Na avaliação do português, a comissão técnica irá ajudá-lo a recuperar sua “alegria” dentro de campo.

“Jogadores importantes em termos ofensivos não estão conseguindo, como o Talles. É importante também esperar que ele possa voltar ao jogo dele e recuperar a alegria que ele tinha. Não mudamos ele de posição, está na posição que gosta. Vamos ver como podemos ajudá-lo”, declarou em entrevista coletiva à Vasco TV após o empate em 0 a 0 com o Fortaleza ontem (19).

Durante a disputa do Mundial sub-17 com a seleção brasileira em 2019, Talles Magno sofreu uma lesão muscular séria nas quartas de final que o deixou um tempo afastado. Já durante uma folga de Carnaval este ano, ele escorregou numa piscina natural e fraturou o pé esquerdo, deixando-o também em um longo tempo de recuperação. Até o momento, o jovem atacante disputou 32 partidas em 2020 e fez dois gols.

Juninho também ganha atenção de Sá Pinto

Outra jovem promessa que tem ganhado a atenção de Ricardo Sá Pinto é o volante Juninho, que teve um demorado processo de renovação de contrato e depois enfrentou lesões. Na avaliação do português, ele tem demonstrado qualidade nos treinamentos, mas precisa evoluir nas questões táticas.

“Outro caso que quero ajudar é o Juninho, mas que taticamente ainda precisa evoluir muito”, disse Sá Pinto, complementando depois sobre a parte defensiva do jogador:

“Juninho estava parado, não está para 90 minutos, vai ser opção. Temos que perceber contra quem jogamos. Não temos a mínima dúvida de que ele ofensivamente é um dos melhores jogadores, mas em jogos que eu preciso defender, vou colocar o Juninho? Não é um jogador de corredor. Obrigar ele a fazer coisas que ele ainda não pode fazer, é complicado. Vamos aguardar com calma e ajudá-lo”.

Fonte: Uol