Sônia Andrade diz que cobrará quotas para mulheres em clubes a Paulinho da Força

Sônia Andrade falou que cobrará de Paulinho da Força, presidente do Solidariedade, quotas para mulheres nas gestões dos clubes.

Avatar
Por Anderson Montalvão
-  9 de janeiro de 2021 às 17:21-  Atualizada em 9 de janeiro de 2021 às 18:37
Sônia Andrade, 2ª vice-presidente do Vasco da Gama

A ainda atual segunda vice-presidente do Vasco da Gama, Sônia Andrade, utilizou seu perfil no Instagram para se manifestar sobre a ausência de mulheres em cargos administrativo do Vasco da Gama.

Sônia abordou a manifestação do presidente do partido Solidariedade, Paulinho da Força, que interferiu junto ao STF contra a realização de eleições virtuais nos clubes. Ela disse que cobrará do deputado federal a correção dessa injustiça, que é ausência mulheres na gerência dos clubes.

– Vou procurar o presidente do partido para que ele possa me ajudar em uma outra injustiça praticada no futebol brasileiro: Nas chapas da gestão dos clubes não existem quotas para as mulheres! Nem na chapa de Leven nem na chapa de Salgado as mulheres não estão em cargos de gestão! Deputado : Não está na hora de se reparar essa injustiça dentro do futebol brasileiro?

Veja a íntegra da publicação de Sônia Andrade

Após as últimas notícias a cerca das eleições do Vasco da Gama …

Fiquei pensando:

O que levaria um partido político a se interessar pela eleição de um clube de futebol?

Aí ao ler a argumentação do presidente do partido Solidariedade:

“— Eu concordei com a história de que eleição virtual é prejudicial a todas as entidades do Brasil. Isso poderia virar uma onda de decisões por eleição virtual. A eleição virtual é muito vulnerável. Portanto achei que é injusto, que se pudesse fazer uma eleição virtual, sem nem saber se o sócio está realmente votando, e achei por bem que deveríamos entrar com a ação. “

Bem … diante desse depoimento….

Pensei

Vou procurar o presidente do partido para que ele possa me ajudar em uma outra injustiça praticada no futebol brasileiro:

Nas chapas da gestão dos clubes não existem quotas para as mulheres!

Nem na chapa de Leven nem na chapa de Salgado as mulheres não estão em cargos de gestão!

Deputado : Não está na hora de se reparar essa injustiça dentro do futebol brasileiro?

Vou lhe procurar em Brasília:

Assim como nas eleições partidárias devemos defender quotas para mulheres nos cargos de gestão do futebol!

Encontro o senhor em Brasília deputado!

Vamos reparar essa injustiça

Sônia Andrade foi a primeira mulher a ocupar um cargo na vice presidência em toda a história centenária do Vasco da Gama, e integrou toda a gestão de Alexandre Campello.