Relembre os técnicos que passaram pelo Vasco nesta década

Com a saída de Ramon Menezes, o Vasco da Gama se isolou na liderança da lista de clubes grandes que mais trocaram de técnico nesta década.

Avatar
Por Willams Meneses
-  9 de outubro de 2020 às 09:55-  Atualizada em 9 de outubro de 2020 às 09:57
Ramon Menezes em jogo contra o Botafogo (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Na última quinta-feira (08) o Vasco da Gama aumentou a sua lista de demissões de técnicos. Com uma sequência de seis partidas sem vitória, o que teve um ‘empurrãozinho’ dos vexatórios 4×1 para o Atlético-MG e 3×0 para o Bahia, nas duas últimas partidas, Ramon Menezes foi desligado do Clube após 6 meses no cargo.

A troca de técnico não é uma novidade em São Januário. É uma espécie de efeito dominó onde gestões ruins trouxeram sproblemas financeiros ao Vasco, o que se refletiu na qualidade das equipes nos últimos anos. Um clube com a grandeza do Cruzmaltino não se contenta com pouco, assim como a sua torcida, que é naturalmente muito exigente.

O efeito dominó acaba atingindo diretamente os técnico. Estar no Vasco e não conseguir resultados é um problema, e quando não se tem um elenco à altura acaba se tornando algo inviável ou que exige um grande jogo de cintura do profissional. O resultado disso são constantes demissões, quando, na verdade, o problema é mais profundo.

Em levantamento realizado pelo jornalista Rodolfo Rodrigues, da Revista Placar, o Vasco aparece como o clube que mais trocou de técnico na década entre os grandes brasileiros. Foram 20 trocas com 18 profissionais diferentes entre os anos de 2011 e 2020, o que mostra que não é fácil trabalhar em São Januário.

Clubes que mais trocaram de técnico na década

1 – Vasco (20 trocas, 18 técnicos)
2 – Flamengo (19 trocas, 17 técnicos)
3 – Internacional (17 trocas, 15 técnicos)
4 -Botafogo (16 trocas, 15 técnicos)
5 – Fluminense (16 trocas, 15 técnicos)
6 – São Paulo (16 trocas, 16 técnicos)
7 – Atlético-MG (15 trocas, 14 técnicos)
8 – Cruzeiro (15 trocas, 14 técnicos)
9 – Palmeiras (13 trocas, 11 técnicos)
10 – Santos (13 trocas, 12 técnicos)
11 – Corinthians (10 trocas, 8 técnicos)
12 – Grêmio (10 trocas, 8 técnicos)

O jornalista ainda relembrou os profissionais que passaram pelo Vasco nesse período. São eles: Paulo César Gusmão (2011), Ricardo Gomes (2011), Cristóvão Borges (2011-2012), Marcelo Oliveira (2012), Gaúcho (2012-2013), Paulo Autuori (2013), Dorival Júnior (2013), Adílson Batista (2013-2014), Joel Santana (2014), Doriva (2015), Celso Roth (2015), Jorginho (2015-2016), Cristóvão Borges (2017), Milton Mendes (2017), Zé Ricardo (2017-2018), Jorginho (2018), Alberto Valentim (2018-2019), Vanderlei Luxemburgo (2019), Abel Braga (2020) e Ramon Menezes (2020).

Não existe uma definição em relação ao substituto de Ramon Menezes, mas alguns nomes já estão sendo especulados, com destaque para o experiente Luiz Felipe Scolari, que tem uma carreira vitoriosa, incluindo uma conquista de Copa do Mundo. Para o clássico de sábado (10), quem estará à frente da equipe será Alexandre Grasseli, comandante do Sub-20 vascaíno.

Leia Mais Sobre