Produtividade? O outro lado dos reforços do Vasco

O Vasco da Gama tem adotado uma postura ousada no mercado, mas que mas que ao mesmo tempo pode ser problemática.

Marquinhos Gabriel no treino desta quinta-feira
Marquinhos Gabriel no treino desta quinta-feira (Rafael Ribeiro/Vasco)

Semana passada, o Vasco da Gama chegou à marca de 10 contratações para esta temporada. Foram boas? Cabe uma análise individual criterioso de cada um, mas o que existe de comum entre eles é a que foram de baixo custo e com contrato de pouca duração.

Uns foram por empréstimo, com salários divididos, e outros em definitivo. O que tem sido aplicado pela nova diretoria são contratos de produtividade, cláusula que busca proteger o Clube caso o jogador fique muito tempo sem jogar. O problema, no entanto, é o que leva o atleta a aceitar tal condição.

Naturalmente, não é de costume que jogadores assumem o risco, diante do fato de que estão o tempo inteiro sujeitos a lesão. É aí que mora o “X” da questão: o motivo. Se analisar por nome, o Gigante trouxe bons números em sua maioria, mas não adianta de nada se não estiverem à disposição e possam entregar 100%.

Ninguém corre esse risco se não estiver precisando muito da oportunidade. Seja por simplesmente estar em baixa tecnicamente ou até fisicamente, sem conseguir fazer uma sequência de partidas. Este último é mais arriscado ainda, mas muitas vezes não existe uma outra opção para o atleta.

O problema

Protegido financeiramente? Sim. Mas e se o prejuízo for a ausência deles? É o caso de Marquinhos Gabriel, uma das poucas opções para os setor de criação do meio de campo, que tem sofrido com os problemas físicos. Quando joga, vai bem, mas se tornou algo raro estar disponível.

Recentemente, foi o caso de Ernando, que ficou muito tempo de fora, se tratando de outro setor problemático, a defesa vascaína. O zagueiro realizou um processo de aprimoramento físico que o tirou de muitas partidas. Retornando, porém, não foi nada bem na derrota para o Operário-PR.

Outro caso é de Romulo, contratado nos mesmos moldes, que pouco entrou em campo até o momento. Quando chegou, estava parado desde novembro do ano passado, quando encerrou o Campeonato Chinês, o que fez com que não viesse com o melhor condicionamento possível.

Mais um?

Se estivesse 100%, assim como Marquinhos Gabriel, seria uma opção importante para tentar resolver os problemas defensivos do Vasco. Entre os últimos reforços, inclusive, existe o caso de Michel, que não joga desde fevereiro do ano passado. Quanto tempo levará para ganhar ritmo de jogo? Normalmente não é rápido e o Vasco precisa de mais opções para ontem.

É uma modalidade interessante no ponto de vista financeiro, o que é importante diante das limitações do Vasco, mas muito arriscada futebolisticamente. Série B exige disposição física, entrega, portanto, se desenha a ser um problema para o Gigante. As opções são escassas e, em parte, apresentam problemas físicos, logo em posições críticas.

3 comentários
  • Helenmar Lopes Goulart - 1 de junho de 2021

    O Romário falou que nunca viu um Time tão ruim que nem esse.
    Tem toda razão uma defesa fraca um meio de campo ruim demais e um atacante razoável que é o German Cano.

    Responder
  • José Alziro de Carvalho - 31 de maio de 2021

    Time semvergonha

    Responder
  • Jota wilson - 31 de maio de 2021

    E está bravo ver o Vasco jogar está salgado aumenta a pressão de qualquer torcedor

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
18 de setembro de 2021
Vasco projeta 8 mil ingressos contra o Goiás e 11 mil diante do Coritiba; preço reduzirá

O Vasco da Gama tem o intuito de atingir os 50% de ocupação liberados pela prefeitura no jogo contra o Coritiba, pela 30ª rodada da Série B.

Castan e Graça buscam sequência em dupla antiga, mas pouco usada no Vasco

Zagueiros mais antigos do elenco do Vasco da Gama, Leandro Castan e Ricardo Graça jogaram juntos poucas vezes ao longo dos anos.

Presidente do Fluminense cita caos político no Vasco em comentário sobre voto online

Mario Bittencourt, presidente do Fluminense, colocou a situação política do Vasco da Gama nos últimos anos como um exemplo a não ser seguido.

Nenê celebra reestreia pelo Vasco e destaca participação em gol: ‘Muito feliz’

O meio-campista do Vasco da Gama, Nenê, teve uma boa reestreia e se mostrou muito satisfeito em ter participado do gol diante do CRB.

Luxemburgo cumprirá suspensão e Cruzeiro será comandado do Belletti contra o Vasco

O técnico do Cruzeiro, Vanderlei Luxemburgo, foi expulso contra o Operário-PR e não vai reencontrar o Vasco da Gama neste domingo.

17 de setembro de 2021
Título, acesso e rebaixamento: as probabilidades do Vasco na Série B

O Vasco da Gama diminuiu as chances de acesso e título com o empate diante do Brasil de Pelotas, pela 24ª rodada da Série B.

Leven detona gestão por disponibilizar apenas mil ingressos no domingo: ‘Burros!’

Decisão da diretoria do Vasco da Gama de levar somente mil torcedores para o jogo contra o Cruzeiro revoltou Leven Siano.

Saiba como será a venda de ingressos para o jogo entre Vasco x Cruzeiro

Veja todos os detalhes que cercam a venda de ingressos e os requisitos necessários para estar em São Januário no jogo contra o Cruzeiro.

Ingresso de Vasco x Cruzeiro custará R$ 250 e será apenas para sócios; Osório explica

O Vasco da Gama deve aumentar a carga de ingressos para os jogos posteriores e ainda reduzir o preço visando maior presença de torcedores.

Presidente do Fluminense explica saída de Nenê: ‘Todas as partes ficaram felizes’

Segundo Mario Bittencourt, presidente do Fluminense, o meio-campista Nenê pediu um vínculo mais longo, o que o Vasco da Gama queria oferecer.

Veja mais notícias