Pássaro comenta polêmica do VAR em São Januário: ‘Não pode acontecer’

O diretor executivo do Vasco da Gama, Alexandre Pássaro, se mostrou insatisfeito com a nota da empresa culpando sombra por problema no VAR.

Avatar
Por Willams Meneses
-  16 de fevereiro de 2021 às 10:04-  Atualizada em 16 de fevereiro de 2021 às 10:06
Alexandre Pássaro em São Januário (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Em breve participação no programa Bem, Amigos!, do canal SporTV, na noite da última segunda-feira (15), o diretor executivo do Vasco da Gama, Alexandre Pássaro, comentou o episódio com o VAR na derrota vascaína para o Internacional, em São Januário.

Alexandre Pássaro reprovou o que houve em São Januário, e relembrou outro erro do VAR, quando anulou um gol do São Paulo em partida contra o Atlético-MG. O dirigente reclamou ainda que a resposta sobre o episódio partiu de uma empresa de tecnologia, culpando uma sombra no estádio pelo problema.

– O que aconteceu em São Januário não pode acontecer. O que já tinha acontecido no jogo São Paulo x Atlético-MG, onde o árbitro de vídeo, Rafael Traci, errou na hora de colocar a linha também não poderia acontecer. E tampouco 30h após a partida a nossa resposta tem que ser uma carta emitida por uma empresa de tecnologia que nós não conhecemos, que não faz parte das nossas relações, dizendo que, por causa do sol, a tecnologia não pôde ser utilizada.

O problema

No primeiro gol do Internacional, ainda no começo do jogo, as linhas do VAR estavam descalibradas e assim não puderam analisar se o volante Rodrigo Dourado estava ou não em impedimento. O lance em questão tem sido motivo de reclamação da diretoria vascaína.

Leia Mais Sobre