Opinião: atuação pífia na decisão da Taça Rio precisa ligar sinal de alerta no Vasco

Às vésperas da Série B, o Vasco da Gama conquistou a Taça Rio com atuação muito fraca diante do Botafogo, adversário na competição.

Ricardo Graça durante o jogo contra o Botafogo
Ricardo Graça durante o jogo contra o Botafogo (Foto: Divulgação/Vitor Silva)

Os números são bons, a conquista da Taça Rio, digamos, interessante. Entretanto, o Vasco da Gama, ainda não está preparado para o grande desafio quem tem pela frente na temporada: a Série B.

Pelo que se viu nos dois jogos da decisão da Taça Rio contra o Botafogo, destaque para o segundo, foi um Vasco ainda muito fragilizado diante de um adversário que vai encontrar ao longo da competição.

No primeiro caso, apesar da má atuação, ainda conseguiu vencer por 1×0, gol do sempre preciso Germán Cano, aproveitando de uma falha defensiva. O problema é que, no segundo, jogando em São Januário, o Gigante quase passou vergonha.

A atuação conseguiu ser muito pior. A equipe de Marcelo Cabo foi engolida pelo Botafogo, que nem estava jogando bem. O time estava entregue em campo, isso no último teste antes da Série B.

Tudo bem que não estava em jogo algo tão importante, por todo o contexto que envolvia a disputa da Taça Rio, mas o mínimo que se espera dos jogadores é que se entreguem todas as vezes que estiverem vestindo essa camisa, não é mesmo?

Isso se a desculpa for o desinteresse na partida. Se for apostar que o problema é algo mais além, é motivo de preocupação. Quando está completo, o Vasco consegue entregar um futebol interessante, mas uma simples ausência já muda quase tudo.

Meio de campo

Nota-se isso, por exemplo, em relação ao meio de campo. Quando Marquinhos Gabriel joga, a equipe tem uma melhora considerável no setor de criação, sendo que suas atuações têm sido boas até aqui. Porém, quando não está, o que tem sido recorrente, a coisa desanda.

Em entrevista recente, perguntado sobre a carência no setor de criação, o diretor executivo Alexandre Pássaro indicou que não se trata de uma prioridade na busca ao mercado. Para ele, Morato consegue fazer bem essa função, mesmo sendo um jogador de lado de campo, o que não se provou na decisão da Taça Rio.

– Estamos sempre abertos ao mercado. A questão da posição de meia já respondi. Sem o Marquinhos pode jogar o Morato. Foi assim contra o Botafogo. Não foi uma partida vistosa por vários motivos, como o gramado – disse o dirigente, antes do segundo jogo da decisão.

Zaga

Outro setor que o Vasco precisa de reforço é a defesa. Não é de hoje que o setor defensivo tem dado trabalho, principalmente quando o assunto é jogo aéreo. Não tem essa de desfalque. Todas as opções testadas até não conseguiram dar conta do recado. Se não reforçar a posição será um ‘Deus nos acuda’ na Série B.

A ‘murcha’ Taça Rio e a estreia na Série B

O Vasco perdeu por 1×0 para o Botafogo no tempo normal, mas a decisão foi para os pênaltis, onde brilhou a estrela de Vanderlei. Não há o que se comemorar e vai ser preciso muito trabalho durante a semana para amenizar esse erros. A estreia na Série B será na manhã deste sábado (29), às 11h, contra o Operário, em São Januário.

Leia mais sobreTaça Rio
3 comentários
  • Ituassu - 25 de maio de 2021

    O Vasco jogou mal os 2 jogos da final. Atuações super preocupantes. E o Marcelo Cabo já tá querendo ficar mascarado, não aceitando a colação dos jornalistas nas entrevistas coletivas. Já vi esse filme. Não aceita críticas pra não encarar a realidade.
    Aliás foram os 2 piores jogos que assisti do Vasco nos últimos anos. Foram 2 jogos sem criar naaaaaada. Vejam os melhores momentos! Se é que existiram. Preocupante isso!

    SV

    Responder
  • cleber alves teixeira - 24 de maio de 2021

    O final da matéria foi perfeito: Não temos nada a comemorar…
    As análises sobre o jogo e M Gabriel, já havíamos citado em outro comentário. Faltou dizer que confiar o meio campo de criação a Morato (não tem perfil para a função), Galarza e Andrei (são bons em desarmes e as vezes acertam um passe final, mas “criação de jogadas” não é a deles) é no mínimo uma temeridade. A zaga precisa melhorar muito, especialmente por cima (quem mais tem atuado nessas jogadas defensivas é o Leo Matos e os meias, em especial o Bruno). Repito aqui, o Vasco só não levou gol em um dos 17 jogos que fez na temporada. O sistema defensivo tem que melhorar muito…

    Responder
  • Vascaino - 24 de maio de 2021

    Time Fedorento!!! Fraco!!! Não sobe para série A.

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
18 de janeiro de 2022
Assista aos golaços de Figueiredo e Andrey Santos contra o São Paulo na Copinha

Vasco da Gama deixa a Copinha com dois belos gols protagonizados por Figueiredo e Andrey, especialmente o primeiro.

Nenê retoma a 10 após 4 anos; relembre quem usou o número após a saída do meia

Entre 2018 e 2021, camisa 10 do Vasco da Gama foi utilizada por Evander, Bruno César, Benítez e Morato; destes, apenas o argentino fez jus.

Zé Ricardo ganha protagonismo no futebol do Vasco, que segue busca por um camisa 9

Treinador participa ativamente das decisões do departamento de futebol do Vasco da Gama, que ainda tenta a contratação de um centroavante.

Renovação de contrato de Miranda com o Vasco é considerada bem encaminhada

Zagueiro está suspenso por doping desde setembro e vem treinando em separado; Vasco da Gama vê no atleta um ”ativo” e deseja renovar.

Figueiredo lamenta eliminação na Copinha e revela: ‘Meu último jogo no Sub-20’

Centroavante, que será integrado aos profissionais, agradeceu ao elenco e à comissão técnica do Vasco da Gama na Copinha pela campanha.

17 de janeiro de 2022
Lucão acerta com o Bragantino; Vasco manterá parte dos direitos econômicos

Goleiro fecha por 5 anos com o time paulista; Vasco da Gama não deve receber nada pela transferência, mas manterá percentual econômico.

Caio Eduardo recebe proposta do NK Lokomotiva Zagreb, da Croácia

Jogador, que atua como volante e lateral-esquerdo, está afastado pelo Vasco da Gama devido a imbróglio por renovação contratual.

Assista aos melhores momentos de São Paulo 4 x 2 Vasco pelas oitavas da Copinha

O Vasco da Gama perdeu por 4×2 para o São Paulo nesta segunda (17) e foi eliminado da edição 2022 da Copinha.

Vasco perde por 4 x 2 para o São Paulo e se despede da Copinha

Mesmo com pressão no fim do jogo, o Vasco da Gama não conseguiu superar o São Paulo e está eliminado da Copinha 2022.

Vasco teria iniciado conversas pelo centroavante Getúlio, ex-Avaí

Pertencente ao Tombense, jogador atuou as duas últimas temporadas pelo Avaí, clube que o revelou; Vasco da Gama quer um centroavante.

Veja mais notícias