Mauro Galvão lamenta fase do Vasco e faz duras críticas à diretoria

O ex-jogador do Vasco da Gama, Mauro Galvão, diz que atual situação do Clube e resultado da uma gestão desequilibrada.

França Fernandes
Por França Fernandes
-  21 de fevereiro de 2021 às 21:14-  Atualizada em 21 de fevereiro de 2021 às 21:14
Mauro Galvão (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

A matemática, teimosa que é, ainda não confirma. Mas o Vasco da Gama disputará a Série B de 2021. O melancólico empate por 0 a 0 contra o Corinthians, em São Paulo, praticamente dizimou as chances do clube carioca seguir na elite nacional: precisará tirar uma diferença de 13 gols de saldo na última rodada, feito irreal que nem mesmo Vanderlei Luxemburgo, em coletiva pós-jogo, fez questão se alimentar como possível.

O iminente quarto rebaixamento na história de um dos clubes mais tradicionais do país foi tema de debate no ‘Terceiro Tempo’, da Band. Convidado do programa, Mauro Galvão, ídolo atemporal do Cruzmaltino, lamentou a situação trágica em que o clube se encontra e teceu duras críticas à diretoria pelos erros de planejamento cometidos ao longo da temporada.

“Infelizmente isso é o resultado de uma gestão totalmente desequilibrada, sem o mínimo de cuidado e respeito com a torcida. Fizeram o que queriam e trocaram treinador a todo momento. Não conseguem segurar o Luxemburgo, depois vem Abel, Ramon, depois Sá Pinto… Uma coisa é um português chegar ao Flamengo e ao Palmeiras, com grupo forte. Agora o Vasco tem jogadores médios, antes de contratar precisa ver aonde jogou, o que ganhou. O Vasco se perdeu”, lamentou.

17º colocado com 38 pontos, o Vasco fecha sua participação no Brasileirão 2020 na próxima quinta-feira (25), quando encara o Goiás, em São Januário.

Fonte: 90min

Leia Mais Sobre