Luis Fernandes explica apoio a Leven Siano na eleição do Vasco

O grande benemérito do Vasco da Gama, Luis Manuel Fernandes, deixou a candidatura para apoiar Leven Siano na eleição 2020.

Avatar
Por Willams Meneses
-  9 de outubro de 2020 às 15:32-  Atualizada em 9 de outubro de 2020 às 20:18
Luis Fernandes (Foto: Divulgação)

Como vinha sendo especulado nas últimas semanas, o grande benemérito Luis Manuel Fernandes retirou a sua candidatura à presidência do Vasco da Gama e anunciou apoio a Leven Siano no projeto Somamos.

Foi o segundo caso de união na corrida eleitoral do Vasco. Antes disso, o grupo Avante Gigante, de Fred Lopes, havia integrado a chapa No Rumo Certo, do presidente Alexandre Campello, o que foi selado em evento na terça-feira (06).

Quem está apoiando Leven Siano também é o grupo Fuzarca!, formado com antigos membros do Casaca!, que tem Sergio Frias como candidato. Sobre a união, Luis Manuel Fernandes se manifestou através de texto publicado através das suas redes sociais.

Ele acredita que o Vasco precisa de pacificação e unificação para buscar o caminho da modernização e consolidação institucional. Em outro trecho, Luis Manuel Fernandes disse que a união pode começar um novo ‘ciclo político virtuoso’ em São Januário.

Confira o texto completo:

Irmãs e irmãos vascaínos, A campanha eleitoral do nosso clube entra na sua fase decisiva, infelizmente sob forte impacto das restrições impostas pela pandemia que ainda assola o Brasil e o mundo.

Nesse contexto, o Vasco deve viver uma das eleições mais fragmentadas da sua história. Desde o início deste conturbado processo eleitoral, empunhei a bandeira da pacificação e unificação do clube como caminho para a sua modernização e consolidação institucional,

defendendo a autonomia e liderança do Vasco diante de ingerências e pressões externas. Mais do que nunca, é preciso colocar a defesa da instituição acima de lógicas pessoais ou de grupo.

Neste contexto, optamos por formar um polo mais amplo de unificação do clube, em convergência com o projeto Somamos que lançou a candidatura de Leven Siano à Presidência do Vasco.

Esta união pode inaugurar um novo ciclo político virtuoso no clube, juntando propostas de gestão inovadoras para superar a grave crise que nos asfixia com posturas firmes e compromissadas na defesa da autonomia institucional do Vasco e dos seus valores e tradições.

Espero, sinceramente, que esse movimento seja o embrião de uma pacificação e unificação mais ampla no clube, bandeira que defendi ao longo de todo o processo eleitoral e que converge com os propósitos do projeto Somamos.

Essa visão estratégica de modernização e consolidação institucional representa muito mais do que uma opção eleitoral. É um projeto de reerguimento a ser construído de forma contínua, para assegurar o futuro de glórias que todos queremos para o Vasco.

A união faz o Vasco invencível!

Com as duas ocorridas e nomes que não oficializaram a candidatura, a eleição do Vasco conta no momento com cinco candidatos. São eles: Leven Siano, Julio Brant, Jorge Salgado, Alexandre Campello e Sergio Frias.