Lucas Piton supera críticas e vira peça importante no Vasco

Lateral-esquerdo vindo do Corinthians, Lucas Piton chegou ao Vasco da Gama cercado de desconfiança, mas hoje colhe os frutos de seu trabalho.

Lucas Piton com a camisa do Vasco
Lucas Piton com a camisa do Vasco no CT Moacyr Barbosa (Foto: Caio Almeida/Vasco)

Se você é vascaíno, já deve ter ouvido a frase “o Piton não cruza, ele faz amor”, sobre o lateral-esquerdo Lucas Piton, de 22 anos. O jogador, revelado pelo Corinthians, chegou ao Vasco com desconfiança da torcida, mas hoje vive um ótimo momento com a camisa Cruzmaltina. São quatro assistências e um gol marcado em 13 partidas pelo clube.

Antes de se transferir para o Vasco por 3 milhões de dólares em dezembro do ano passado, Lucas vivia uma fase de altos e baixos no Corinthians. Foi lá que o jogador começou sua carreira no futsal, em 2017. Dois anos depois, estreou nos gramados como profissional durante uma partida contra o Fluminense pelo Campeonato Brasileiro de 2019. Na ocasião, o lateral deu uma assistência para o gol do atacante Gustavo Mosquito, mas não foi suficiente para vencer a partida que terminou em 2 a 1 para o clube carioca.

Viveu sua melhor fase, em 2022, com o técnico Vitor Pereira, chegando, até mesmo, a ser cotado na Seleção Brasileira para a Copa do Mundo no Qatar devido às boas atuações. Piton revezou jogos com Fábio Santos na lateral e também jogou pelo meio. Foram dois gols e 11 assistências em 108 jogos pelo Timão, além de ter se tornando o 18º jogador que mais atuou pelo clube neste século. Porém, o atleta sempre viveu com críticas da torcida em relação ao seu futebol ofensivo que, muita das vezes, comprometia a parte defensiva da equipe. 

Foi no clube Cruzmaltino que o jogador se encontrou. De criticado, o lateral passou a ser o jogador sub-23 da série A com mais participações em gols na temporada, igualando seu número nos 52 jogos pelo ex-clube em 2022. Desde que estreou no time titular, vem sendo bastante elogiado pela torcida e não comprometeu em jogos que exigiam maior entrega. Contra o Flamengo, quando o Vasco venceu a partida por 1 a 0, os números defensivos foram expressivos: 10 cortes, três desarmes e três interceptações.

Lucas Piton já se sente confortável em São Januário e vive lua de mel com a torcida vascaína. É possível ler comentários nas redes sociais o colocando como uma das principais contratações do Gigante da Colina para esta temporada. No próximo jogo, mais uma vez, terá de provar o seu valor diante de uma grande equipe. O Vasco enfrenta o Palmeiras, neste domingo, às 16h. A partida, válida pela segunda rodada do Brasileirão, será disputada no Maracanã após nova decisão do Tribunal de Justiça, nesta terça-feira (18), autorizando o uso do estádio.

Fonte: Esportes News Mundo

Mais sobre:Lucas Piton
Estamos no Google NotíciasSiga-nos!
1 comentário
  • Responder

    Jogando muito, tomara que fique no mínimo até 2025. Para pegar experiência.

Comente

Veja também
Antonio Brum - VP Grêmio
Na bronca! Grêmio protesta e promete ir à CBF por pênalti não marcado contra o Vasco

Dirigente do Grêmio se revoltou com a atuação do árbitro Flávio Rodrigues de Souza na derrota para o Vasco da Gama, na estreia do Brasileiro.

Ramón Díaz em entrevista após Bangu x Vasco
Ramón Díaz fala em intermediação complicada com Mattos e reunião com Josh Wander

Josh Wander se reúne com membros do Vasco da Gama durante estadia no Rio de Janeiro e Ramón Díaz dá detalhes do encontro.

JP em campo na vitória sobre o Grêmio
JP comemora estreia pelo Vasco

Meia de 18 anos, JP entrou em campo pela primeira vez como profissional do Vasco da Gama, neste domingo, contra o Grêmio.

David e Léo em jogo contra o Grêmio
Ramón Díaz elogia David e comenta mudanças pela ausência de Payet

Técnico do Vasco da Gama, Ramón Díaz destacou as alterações que fez no time e a atuação do atacante David.

Ramón Díaz em jogo contra o Grêmio em São Januário
Ramón Díaz analisa vitória sobre o Grêmio em jogo com jovens da base e trio de meias

Com um bom primeiro tempo, o Vasco da Gama venceu o Grêmio em São Januário e Ramón Díaz analisou a estreia do time no Brasileiro.