Leven diz que não abriu mão, e sim, perdeu para um golpe de forma covarde e injusta

O advogado Leven Siano não obteve sucesso em validar a eleição do Vasco da Gama de 7 de novembro, em que foi o mais votado.

Avatar
Por Willams Meneses
-  19 de dezembro de 2020 às 10:14-  Atualizada em 19 de dezembro de 2020 às 18:52
Leven Siano, ex-candidato à presidência do Vasco
Leven Siano, ex-candidato à presidência do Vasco (Foto: Marcelo Baltar)
data-full-width-responsive="true"

Quase 24h depois da decisão da Justiça pela invalidação da eleição do Vasco da Gama realizada no dia 7 de novembro, em que foi o mais votado, o advogado Leven Siano voltou a se manifestar sobre o tema através do seu Twitter.

Leven Siano agradeceu aos seus apoiadores pelas mensagens de apoio que está recebendo, e afirmou que não abriu mão de nada ao por não recorrer da decisão. O ex-candidato disse que foi uma derrota para o ‘golpe’ de forma ‘covarde e injusta’.

– Agradeço as milhares de mensagens. Eu não abri mão de nada, apenas perdemos para o golpe de forma covarde e injusta. Vocês não veem a árvore mas a semente está no solo. Reguem, cuidem e façam crescer. É meu presente para todos vocês com muito amor. projetosomamos.com.br.

Minutos depois, a publicação foi apagada por Leven Siano. Com o insucesso em chegar à presidência, o advogado voltará às suas atividades e, segundo ele, está aposentado da política vascaína. O resultado do julgamento gerou grande revolta entre seus apoiadores.

Leia Mais Sobre