Léo Matos revela cobranças de Luxemburgo e projeta dupla com Pikachu

O lateral-direito Léo Matos exaltou Vanderlei Luxemburgo, revelou que já recebeu cobranças do técnico e elogia Pikachu.

Léo Matos em jogo contra o Palmeiras
Léo Matos em jogo contra o Palmeiras (Foto: André Durão)

O lateral-direito Léo Matos revelou, em entrevista coletiva, que Vanderlei Luxemburgo tem cobrado os jogadores nos treinos do Vasco. Ao conversar com os jornalistas nesta terça-feira, o jogador disse que a situação faz parte da tentativa de melhor o desempenho da equipe e que até não estava acostumado com o que definiu como “chamadas” do comandante.

– A conversa nos últimos dias, desde a apresentação dele, tem sido nessa batida: temos um campeonato à parte e temos de ser campeões desses 12 jogos. O Luxemburgo dispensa comentários de minha parte, ele é um mito no futebol. Ele é experiente e exigente. Ontem (segunda), no treino, levei duas chamadas dele que eu não estava acostumado. Mas é normal, isso faz o jogador ficar mais ligado ainda mais nessa reta final – destacou, para completar:

– Me referi às chamadas, mas isso faz parte do futebol. Tem de ter cobrança, afinal, a camisa do Vasco é enorme. Foi comigo e com os outros jogadores. Cada atleta tem de saber administrar essa situação e entender que é para ajudar. Não se pode colocar para baixo. Quem está aqui no Vasco é um privilégio. Aliás, o Pássaro (diretor executivo) disse na chegada que, se fosse 10 anos atrás, qualquer um de nós assinaríamos um contrato com o Vasco. É normal a cobrança, eu e meus companheiros recebemos muito bem.

Desde outubro, quando foi contratado, Léo Matos ouve comentários de colegas que trabalharam com Luxa em 2019 sobre a forma de trabalho do treinador.

– Antes mesmo de o Luxemburgo ser cogitado como treinador, era mais ou menos um mês atrás, em conversas com jogadores, foi citado isso. Essas coisas de bastidores, de vestiário. Eu conheço bastante antes mesmo de ele estar aqui. Ele é um treinador que exige, mas quando tem de dar moral, apoia. É assim que tem de ser. Acredito que vamos evoluir muito com ele – contou o lateral.

Na próxima quinta-feira, o Vasco enfrenta o Atlético-GO, em Goiânia, às 21h (de Brasília). A equipe de São Januário tem 28 pontos e está em 17º lugar.

Outras respostas de Léo Matos

Vasco não virou nenhum jogo no Brasileiro

Como você citou, essa fama do Vasco de ser time da virada é conhecida. Eu até me assustava de jogar contra, afinal, a torcida inflamava. Infelizmente, a gente não conseguiu virar nenhum jogo. Acho que tem a ver com o aspecto psicológico de sofrer o baque do gol. Tem vezes que a gente entra no jogo com uma proposta e leva gol. Aquilo parece que desmancha o time. Falamos muito sobre, a gente tem de aprender a sofrer. É normal ser pressionado em algum momento do jogo, então, ter essa força psicológica de reverter a situação é algo que precisamos. Acredito que o Luxemburgo agora saberá nos conduzir melhor.

Próximo jogo

A expectativa está muito boa, estamos nos preparando bem. Além do Luxa, temos boa equipe. Trabalhei com o Copertino no Figueirense. Temos um jogo de seis pontos contra o Atlético-GO, mas acredito que temos condições de chegar lá e ganharmos a partida.

Pikachu

É um dos jogadores que melhor me recebeu no elenco. Temos relacionamento excelente, sempre estamos conversado. É natural ter competição no elenco. Eu vinha jogando, pode ser que amanhã o treinador opte por ele. Isso acontece, ninguém pode se queixar. A amizade é fora do campo, mas dentro é competição. Pode rolar essa dobradinha, sim, ele atuaria mais interno e deixaria o corredor para eu aprofundar. Acho que funcionaria bem, caso o Luxemburgo escolha essa alternativa.

Pressão

Ela existe nas duas ponta da tabela. Para ser campeão e para fugir do rebaixamento. Sim, já passei por isso na minha carreira. Há muito anos, acho que foi em 2005, quando estava no rival, tive essa situação de estar na zona desconfortável. O caminho é trabalhar. Temos todas as condições de sair dela.

Críticas e apoio nas redes sociais

Jogar sem torcida é complicado, ainda mais para o Vasco que tem São Januário como um trunfo. Infelizmente, todos os times sofrem com a pandemia. Criei conta faz pouco tempo em rede social, não uso muito. Não olho muito, não. Seja momento bom ou ruim. Tenho viver uma vida paralela ao futebol quando não estou trabalhando. Prefiro em abster do relacionamento de internet pois não é vantajoso.

O que o Vasco precisa mudar e no que deve melhorar?

O meu ponto de vista é que a gente estava em evolução. Melhoramos em posse de bola, na troca de passes. A gente se cobrava, melhoramos. Agora, temos de ter mais regularidade. Não pode ganhar do Santos, em um jogo nota 8. E depois ir para Curitiba e fazer uma partida tão ruim. Temos de refletir e lembrar o que fizemos de bom para repetir. Não podemos ser irregular.

Confrontos direto com times do Z-4

Temos de ganhar esses jogos, muitos serão em casa. É o único caminho que resta para sair da zona desconfortável. Acredito que podemos fazer uma boa campanha nos últimos jogos.

Fonte: Globo Esporte

2 comentários
  • Márcio Mendes Pacheco - 6 de janeiro de 2021

    Esse Pikachu tem contrato vitalício com o Vasco é, o cara vai se aposentar no Vasco é???? Pqp.

    Responder
  • Adautto Nunes da Silva - 5 de janeiro de 2021

    ISSO MESMO, CONFIAMOS NO TRABALHO DO WANDERLEY. COM SÁ PINTO O VASCO ESTAVA MUITO MAL ESCALADO, ALEM DISSO SEM VONTADE, SEM RAÇA, SEM PADRÃO DE JOGO. INSISTIU MUITO COM JOGADORES DESQALIFICADOS PARA A POSIÇÃO. ALEM DE NÃO CONHECER O FUTEBOL BRASILEIRO PARA ESTUDAR OS AVERSÁRIOS. FOU UMA BURRICE SEM TAMANHO CONTRATAR O PORTUGUES E DESPREZAR O RAMOM QUE FAZIA UM OTIMO TRABALHO.

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
12 de maio de 2021
Campeão da Copa do Brasil pelo Vasco, Romulo indica atalhos para nova conquista

Volante do Vasco da Gama, Romulo usou toda sua experiência para mostrar como o Cruzmaltino pode vencer a competição novamente.

Romulo acredita que o Vasco está fazendo planejamento parecido ao de 2011

O volante do Vasco da Gama, Romulo, disse que há semelhança nessa mescla entre jogadores experientes e garotos no elenco.

Romulo comenta passagem pelo Flamengo e diz sentir saudade da torcida do Vasco

Recém contratado pelo Vasco da Gama, o volante Romulo falou da época em que defendeu o Flamengo e da sua relação com à torcida do Gigante.

Vasco pode ter premiação da Taça Rio penhorada por dívida de 2019

O Vasco da Gama pode ter o valor da premiação pela disputa da final da Taça Rio penhorado por uma dívida adquirida em 2019.

11 de maio de 2021
Romulo reforça identificação com o Vasco, enaltece diretoria e promete entrega total

Volante do Vasco da Gama, Romulo concedeu entrevista nesta terça-feira (11) onde falou da sua volta ao Cruzmaltino.

TV Record e Tik Tok vão transmitir finais da Taça Rio entre Vasco e Botafogo

As duas partidas entre Vasco da Gama e Botafogo, que irão definir o campeão da Taça Rio, terão transmissão da TV Record e do Tik Tok.

Polêmica do VAR: Justiça solicita que MP se manifeste antes de decidir sobre liminar

A Justiça está analisando um pedido de liminar de um vascaíno que visa anular o jogo entre Vasco da Gama e Internacional.

Romulo aponta caminho para sucesso na Série B e elogia trabalho de Marcelo Cabo

O volante do Vasco da Gama, Romulo, ainda contou como o técnico Marcelo Cabo lida com o elenco no dia a dia de treinamentos.

Sub-20: assista aos bastidores de Vasco 4 x 2 São Raimundo-RR

Confira os bastidores da vitória do Vasco da Gama por 4×2 sobre o São Raimundo-RR, pelas oitavas de final da Copa do Brasil Sub-20.

‘Vovô das embaixadinhas’ relembra período no Vasco e experiência no Japão em 98

Jankel Schor, o popular ‘vovô das embaixadinhas’, foi com a delegação do Vasco da Gama para o Japão em 1998 e recebeu elogios.

Veja mais notícias