Jornalista diz que Alexandre Pássaro no Vasco enfraquece retorno de Rodrigo Caetano

Segundo o jornalista Gilmar Ferreira, chegada de Pássaro ao Vasco da Gama desfaz chance de acordo de Caetano, que não ocupará vaga de CEO.

Raphael Fernandes
Por Raphael Fernandes
-  29 de dezembro de 2020 às 20:42-  Atualizada em 29 de dezembro de 2020 às 20:43
Rodrigo Caetano durante passagem como diretor executivo do Vasco

A chegada de Alexandre Pássaro ao Vasco da Gama, para ocupar o cargo de diretor de futebol do Clube, praticamente elimina as chances de um acerto do Gigante da Colina com Rodrigo Caetano, inicialmente o nome dos sonhos do futuro presidente Jorge Salgado. Pelo menos é isso o que afirma o jornalista Gilmar Ferreira, do Extra, em publicação em seu Twitter na noite desta terça-feira (29).

– Contratação de Alexandre Pássaro, ex-diretor do São Paulo, para a gerência de futebol do Vasco, antes de abrir negociação com Rodrigo Caetano, desfaz a possibilidade da volta do executivo. Salgado repete erros de Alexandre Campello, com apostas num posto vital para o clube. O Vasco negocia com um outro nome para o cargo de CEO – disse o jornalista.

Vale ressaltar que, apesar do tom pessimista em relação ao não mais acordo com Rodrigo Caetano, a tendência é que a nova cúpula cruzmaltina crie uma espécie de ”comitê” para gerir o futebol.

Com isso, a contratação de Alexandre Pássaro não seria empecilho para a chegada de Caetano, que poderia ocupar a vaga de CEO, cargo este superior ao do ex-diretor do São Paulo na hierarquia prevista por Jorge Salgado.