Joel Santana critica desempenho do Vasco contra o Botafogo: ‘É muito ruim’

O ex-técnico do Vasco da Gama, Joel Santana, também fez críticas individuais ao time, incluindo as opções do técnico Marcelo Cabo.

Joel Santana
Joel Santana (Foto: Ivo Gonzalez/Agência O Globo)

Em Podcast publicado em seu canal no Youtube, o ex-técnico do Vasco da Gama, Joel Santana, não poupou críticas ao desempenho do Cruzmaltino no empate em 1 a 1 com o Botafogo, em São Januário, na noite do último domingo (22).

Joel Santana classificou o atual time do Vasco como ‘muito ruim’, e alertou sobre a chance de rebaixamento no Campeonato Carioca. O ex-técnico disse que ‘sabe Deus’ como o Gigante conseguiu o empate no final, e criticou a forma como a equipe estava postada.

– Desculpe vascaíno o que falar aqui. Eu peço desculpa porque às vezes a pessoa pode achar que estou muito crítico, mas a verdade é que esse time do Vasco é muito ruim. Olha, eu conheço o Vasco, acompanho o campeonato, e ou o Vasco toma uma posição ou senão vai brigar para não cair. Tem dois pontos, só Deus sabe como ele arranjou aquele pontinho de graça, o zagueiro do Botafogo foi muito infeliz, se coloca para lateral não acontece nada, e o Vasco ia amargar mais uma derrota. O time do Vasco é ruim, ta mau postado, mau escalado, está ruim sob todos os requisitos que é uma equipe dentro do futebol moderno.

Ele continuou fazendo críticas à equipe, com destaque negativo para Zeca, que começou a partida na lateral-direita e terminou na lateral-esquerda, e MT, que iniciou na lateral-esquerda e foi puxado para o meio de campo. Joel Santana também não ficou satisfeito com a saída de Talles Magno, e colocou como ponto positivo a entrada de Carlinhos.

– É um time jovem, mas defesa é horrorosa. O lateral-direito estava muito mal no jogo, o lateral-esquerdo pior ainda. Eu não porquê ele tirou o Talles Magno. Se tirou por alguma contusão, tudo bem. Tudo certo. Mas ele tirou o lateral-direito que tinha feito o gol contra, o passou para a esquerda, onde ficou todo torto, e passou o lateral-esquerdo e passou para o meio de campo, cara! Ele já estava horroroso de lateral-esquerdo e você passa ele para o meio de campo? Lugar de criação. Ele só deu sorte de consertar quando tirou o lateral-esquerdo, que foi para o meio de campo, e colocou o outro jogador, que não me lembro o nome, e aí o time deu uma equilibrada no jogo.

Aliviando um pouco para o lado do Vasco, Joel Santana citou que o Vasco teve chance de virar o resultado após deixar tudo igual na reta final, mas que foi atrapalhado por um erro do árbitro que colocou a barreira muito próxima na hora em que Zeca tinha em seus pés uma falta muito perigosa. Concluindo, ele ressaltou que ambas as equipes não foram bem no jogo.

– O Vasco conseguiu empatar o jogo e, pasmem, só não virou o jogo porque o árbitro falhou. Teve uma falta quase entrando dentro da grande área, que o juiz colocou uma barreira a meio metro. Não precisava nem ficar contando as marcas, era só colocar entre a marca do pênalti e a pequena área. A barreira ficou na marca do pênalti, a cinco metros e a cobrança não passou. Agora, Vasco e Botafogo que me desculpem, foi um jogo triste, horroroso, e os melhores momentos foram quando eles falharam, e falharam muito. Esse jogo não merece nenhuma credibilidade. O futebol carioca está decadente, e já está começando a despontar o campeão.

Com o empate no clássico, o Vasco chegou a apenas dois pontos em quatro rodadas do Campeonato Carioca, ficando na penúltima posição, à frente do Macaé, que tem apenas um. Será, inclusive, o próximo adversário do Gigante, nesta quarta-feira (24), às 18h, em São Januário.

Leia mais sobreBotafogoJoel Santana
4 comentários
  • Moura,+Henrique - 22 de março de 2021

    Francamente, Joel,vc criticar o técnico porque tirou o TALLES , fala sério!!!! Um jogador medíocre como ele não joga nem na série D…

    Responder
  • Roger - 22 de março de 2021

    Tudo bem que é início de temporada, mas Joel fez uma leitura fiel do que foi apresentado durante o jogo contra o Botafogo. Tem que acelerar e objetivar um padrão tático para convencer e superar os adversários ditos fracos.

    Responder
  • U - 22 de março de 2021

    Mas quem em sã consciência pode discordar do análise de Joel ? Sim o time é de fato muito ruim ,principalmente e sua colocação em campo ,fato que vem ocorrendo há muito tempo tanto que caiu para segunda divisão do brasileiro de maneira melancólica e, está seriamente ameaçado para ser rebaixado no Estadual .O treinador Cabo já começa a demonstrar que está perdido no espaço .E ,está São Januário virando cemitério de jogadores .Ninguém que é contratado ,embora muitos deles reservas em seus times de origem ,conseguem jogar no Vasco e,os que nas divisões de base era promessa certa ,também estão afundando na mediocridade dos esquemas e escalações ,veja os exemplos recentes ,Rossi destaque no Bahia ,como Gilberto , este Gil ,que ontem fez um golaço pelo seu novo time ,Tales Magno está sendo queimado aos poucos ,jogando errado e mal substituído ,Andrei e Bruno Gomes estão afundando nesta lambança tática ,mas o que si pode fazer ,ou exigir dos jogadores que ficam de três a cinco meses sem receber ,quem joga mais ou menos ,prefere um Fortaleza ,Sport,Bahia ,Bragantino e ai vai ,que pagam em dia .Estão acabando com o meu Vasco ,a gloriosa Caravela está tendo o mesmo destino do Titanic .

    Responder
    • Vicente+Otávio+da+Fonseca - 23 de março de 2021

      Você está certíssimo. O Vasco contrata mal, paga mal, elegem presidentes mal, contrata técnicos péssimos. Não acredito neste Cabo. Pelo menos com o técnico Wanderley fez algumas partidas muito boas, como a contra o Atlético Mineiro. Agora é uma vergonha em cima de vergonha. Estamos perdidos, acabados. Acho que não há mais nada a fazer, a não ser que surja um milagre, como o que ocorreu com o Bragantino.

Deixe sua opinião

Últimas notícias
17 de junho de 2021
Vasco encerra 4ª rodada da Série B em 15º lugar e a apenas 1 ponto do Z4

Com 4 pontos conquistados em 12 disputados, o Vasco da Gama está a apenas 1 do Vitória, primeira equipe da zona de rebaixamento da Série B.

4-4-2 ou outro! Vasco precisa sair do 4-3-3 de ‘conforto’ e testar um esquema diferente

As opções são limitadas, mas qualidade não é o único problema do Vasco da Gama, que precisa sair da zona de conforto testar outro esquema.

Werley consegue rescisão na Justiça e não é mais jogador do Vasco

Fora dos planos da diretoria, o zagueiro Werley conseguiu uma liminar na Justiça para rescisão indireta com o Vasco da Gama.

Cabo mantido e cobrança interna: clima no Vasco esquenta após derrota para o Avaí

Sem Jorge Salgado, Alexandre Pássaro se reuniu com elenco e comissão técnica, e futuro de Marcelo Cabo depende do resultado contra o CRB.

Confira a agenda de jogos das categorias de base nesta semana

Base do Vasco da Gama terá a agenda cheia nesta semana com jogos em várias categorias e competições nacionais.

Delacruz coloca para fora sentimento sobre o momento do Vasco: ‘Eu te odeio!’

O rapper vascaíno Delacruz botou para fora o seu sentimento sobre o momento ruim que o Vasco da Gama vem passando nos últimos anos.

Vasco viaja para o Rio Grande do Sul; equipe feminina enfrenta o Brasil de Farroupilha

O Vasco da Gama viajou nesta quinta-feira para o Rio Grande do Sul, onde enfrentará o Brasil de Farroupilha pelo Brasileiro Feminino A2.

Sarah Borborema acompanha Carlos Brazil e troca o Vasco pelo Corinthians

Sarah Borborema, assessora de imprensa da base, deixou o Vasco da Gama e acertou com o Corinthians, assim como Carlos Brazil.

Definida a arbitragem para o jogo entre Vasco e CRB

Confira a arbitragem para o jogo entre Vasco da Gama e CRB, neste sábado, em São Januário, pela 5ª rodada da Série B.

Carro de Léo Jabá também é apedrejado após derrota para o Avaí; atacante lamenta

Léo Jabá, atacante do Vasco da Gama, publicou um desabado no seu perfil no Instagram após ter carro apedrejado na sua saída de São Januário.

Veja mais notícias