São Januário
  • Vasco
  • 1
  • x
  • 4
  • Ceará

Hoje é dia de Vasco! Gigante enfrenta o Ceará às 18h em São Januário

O Vasco da Gama enfrenta o Ceará nesta segunda-feira, às 18h, em São Januário, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

França Fernandes
Por França Fernandes
-  30 de novembro de 2020 às 00:01-  Atualizada em 30 de novembro de 2020 às 00:56
No primeiro turno, o Vasco venceu o Ceará por 3×0 no Castelão
No primeiro turno, o Vasco venceu o Ceará por 3x0 no Castelão (Foto: Divulgação/Ceará)
data-full-width-responsive="true"

O Vasco está em meio a disputa da Sul-Americana, mas terá compromisso importante pelo Campeonato Brasileiro. Nesta segunda-feira, os cruzmaltinos duelam contra o Ceará, em São Januário.

Os cariocas não podem poupar seus principais jogadores. Além de estarem na zona de rebaixamento da Série A, o Vasco vive um surto de covid-19.

Os donos da casa serão comandados pelo auxiliar Alexandre Grasseli, pois Ricardo Sá Pinto segue isolado com covid-19. O Vasco deve manter de fora os jogadores que terminaram a quarentena ficando no meio de semana, contra o Defensa y Justicia.

Os vascaínos terão confronto direto, pois vão ultrapassar o Ceará em caso de vitória. Por isso, os donos da casa vão buscar mais três pontos em São Januário.

No Ceará, o pensamento é de buscar pontos no Rio de Janeiro. Por conta disso, o goleiro Richard pediu mais regularidade dentro dos jogos.

“Nós sabemos que vai ser um jogo muito importante. Vasco é uma grande equipe, mesmo não vivendo um bom momento no campeonato, mas nós vamos fazer nosso jogo. A gente sabe da dificuldade que é jogar lá no Rio de Janeiro, sabemos que a gente precisa melhorar e fazer um jogo mais constante nos 90 minutos”, declarou.

FICHA TÉCNICA
VASCO X CEARÁ

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 30 de novembro de 2020, segunda-feira
Hora: 18h (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

VASCO: Lucão, Miranda, Leandro Castán e Ricardo Graça; Léo Matos, Marcos Júnior, Léo Gil, Yago Pikachu e Neto Borges; Gustavo Torres e Vinícius
Técnico: Alexandre Grasseli (auxiliar)

CEARÁ: Richard, Samuel Xavier, Tiago e Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Fabinho, Lima, Vina e Fernando Sobral; Léo Chu e Cléber
Técnico: Guto Ferreira

Fonte: Gazeta Esportiva

Leia Mais Sobre