Há 3 anos, Vasco vencia o Fluminense após chegar de táxi e ter Nenê decisivo

No clássico contra o Fluminense em 2017, o Vasco da Gama teve que chegar a São Januário de táxi e conseguiu a vitória o fim do jogo com Nenê.

França Fernandes
Por França Fernandes
-  13 de dezembro de 2020 às 11:13-  Atualizada em 13 de dezembro de 2020 às 11:13
Comboio de táxis chegando a São Januário
Comboio de táxis chegando a São Januário (Foto: Blog Fim de Jogo)
data-full-width-responsive="true"

Uma frota de táxi reservada às pressas para levar os jogadores a São Januário. Em campo, um jogo alucinante, com duas viradas, sendo a última, que decretou o 3 a 2, com um gol do Vasco aos 49 minutos do segundo tempo marcado por Nenê, curiosamente hoje um dos destaques do Fluminense. Tudo isso aconteceu no clássico entre o Cruzmaltino e o Tricolor no Campeonato Brasileiro de 2017.

As duas equipes voltam a se enfrentar hoje, às 20h30 (de Brasília), pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A pitoresca e incomum cena dos atletas vascaínos desembarcando em diversos táxis aconteceu após o ônibus – que levava a delegação vascaína do hotel ao estádio – enguiçar pouco antes de ingressar na via expressa “Linha Amarela”, na altura da casa de shows “Barra Music”, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

O Vasco até possuía um ônibus reserva na ocasião, mas ele estava ocupado pela equipe sub-17, que disputava um campeonato de sua categoria.

O comboio de táxis que chegou em São Januário cerca de uma hora antes da partida tinha ao menos sete veículos e causou surpresa aos torcedores que aguardavam a chegada do time no portão 9 do estádio.

No trajeto, um dos taxistas resolveu tirar uma foto e postar nas redes sociais, algo que viralizou rapidamente. Na imagem é possível identificar o zagueiro Breno, o lateral esquerdo Henrique, o lateral direito Gilberto (que depois defendeu o Fluminense, antes de se transferir para o Benfica-POR), além de um quarto jogador, que está com o seu rosto encoberto. Todos sorriem e parecem achar graça da situação.

Nenê fez o gol da vitória aos 49 do segundo tempo

Hoje um dos principais destaques do Fluminense, Nenê, em 2017, era o camisa 10 do Vasco. E foi dele o gol da vitória por 3 a 2 aos 49 minutos do segundo tempo diante de um São Januário lotado com quase 20 mil pessoas.

A partida, porém, teve várias nuances. O Cruzmaltino abriu o placar com a então esperança de gols – que posteriormente não vingaria em função de lesões – Luis Fabiano, aos 26 minutos do primeiro tempo, e foi para o intervalo com a vitória parcial de 1 a 0.

Na etapa final, porém, o Fluminense teve dois pênaltis a favor e converteu ambos com Henrique Dourado, virando o placar.

No entanto, o colombiano Manga Escobar entrou na partida e empatou o jogo aos 29 em um bonito gol, antes de Nenê fazer o dele e colocar o “Caldeirão” para ferver.

FICHA TÉCNICA

VASCO 3 X 2 FLUMINENSE

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 27 de maio de 2017 (Sábado)
Horário: 16h(de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (Fifa-SP)
Renda: R$ 700.560,00 Público: 19.082 pagantes
Cartões amarelos: Luís Fabiano e Jean (Vasco); Douglas e Marquinho (Fluminense)
GOLS
VASCO: Luís Fabiano, aos 26min do primeiro tempo; Manga Escobar, aos 29min segundo tempo; Nenê, aos 47 do segundo tempo
FLUMINENSE: Henrique Dourado, aos 11 e 18min do segundo tempo

VASCO: Martín Silva, Gilberto, Breno, Paulão e Henrique; Jean, Douglas, Yago Pikachu (Nenê), Mateus Vital (Muriqui) e Kelvin (Manga Escobar); Luis Fabiano
Técnico: Milton Mendes

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Lucas, Nogueira, Henrique e Léo; Jefferson Orejuela, Wendel, Douglas (Marcos Júnior), e Gustavo Scarpa (Marquinho); Richarlison (Maranhão) e Henrique Dourado
Técnico: Abel Braga

Fonte: Uol

Leia Mais Sobre