Falta sorte ao Vasco no Brasileiro? Ricardo Sá Pinto avalia

Ricardo Sá Pinto afirmou que a sorte faz parta do jogo e que não deixará o Vasco da Gama enquanto ela não estiver ao lado do Clube.

Ricardo Sá Pinto em jogo contra o Corinthians
Ricardo Sá Pinto em jogo contra o Corinthians (Foto: André Durão)

O jogo contra o Corinthians pareceu ilustrar. Além dos problemas que tangem ao campo, o imponderável também parece presente em algo dos nove jogos sem vencer – e cinco derrotas seguidas: afinal, quando Benítez e Cano são desfalques ao mesmo tempo e o gol que selou a derrota, já nos minutos finais, se dá após um desvio que muda totalmente a trajetória da bola, falta sorte ao Vasco? O técnico Ricardo Sá Pinto avaliou.

– Eu acho que sorte, infelizmente ou felizmente, faz parte do jogo. Para uns é boa, para outros não porque não têm sorte. Mas, enfim, temos que saber jogar com ela. Não podemos usá-la como desculpa para tudo. Tivemos infelicidade, é verdade, mas é o jogo, imprevisível. Somos apaixonados, vemos três vezes por semana, anos e anos. Por quê? Porque não sabes o que vai acontecer. Temos a paixão pelo clube, pelo jogo. É isso que nos leva sempre a ver o jogo é isso – analisou, antes de prosseguir:

– Quando uma equipe sofre muito volume ofensivo, como tivemos algumas vezes no passado (contra o Internacional, por exemplo), é previsível que sofro gol. O volume é tanto que a bola acaba por entrar. Quando isso acontece, a sorte é madrasta, mas temos que aceitá-la. Não fomos capazes. Não é o caso de hoje (quarta-feira, após a partida contra o Corinthians) – afirmou.

Sá Pinto, então, entende que a sorte não acompanhou o merecimento do Vasco no jogo de estreia dele em solo brasileiro. Só que a contundência do português não parou por aí. Ele garantiu trabalho até a maré virar.

– Não enfrentamos um adversário qualquer. Mas não só essa equipe que é boa. Tenho algum conhecimento e sempre disse que esse é o campeonato mais difícil. As equipes são muito parecidas em muitas situações e o detalhe, como hoje, faz muita diferença. (A sorte) Não veio para o nosso lado, estamos tristes, muito desiludidos, mas há de vir também para o nosso lado, não tenha a menor dúvida. Não tenham a menor dúvida de que eu não saio daqui antes de ela vir para o nosso lado. Podem ter a certeza – prometeu o treinador.

Fonte: Lancenet

Leia mais sobreRicardo Sá Pinto
2 comentários
  • Liberato Pereira da Silva Filho - 23 de outubro de 2020

    O problema do vasco não si resume a falta de sorte ,há muito que falta padrão ,postura e posicionamento em campo ,não se pode admitir que um defensor nas laterais permite que os adversários tenha facilidades em cruzar bolas e quando faz ,seu marcador vira as costas como tem acontecido em relação a Pikachu e Henrique ,que tenha um zagueiro campeão em cartões amarelos e vermelhos e tantos penaltis comete como no caso Castan ,que tenha um meio de campo que larga seu campo de defesa para aventurar no ataque ,embolando com os atacantes .São muitos erros a serem corrigidos .Nosso arquirival tem tem jogadoes de muita técnica no entanto ninguem prende bola ,os nossos querem correr com a bola ignorando o coletivo ,mas confio neste treinador e possa correigir estes estes acumulados por outros treinadores .

    Responder
  • Liberato Pereira da Silva Filho - 23 de outubro de 2020

    O problema do vasco não si resume a falta de sorte ,há muito que falta padrão ,postura e posicionamento em campo ,não se pode admitir que um defensor nas laterais permite que os adversários tenha facilidades em cruzar bolas e quando faz ,seu marcador vira as costas como tem acontecido em relação a Pikachu e Henrique ,que tenha um zagueiro campeão em cartões amarelos e vermelhos e tantos penaltis comete como no caso Castan ,que tenha um meio de campo que larga seu campo de defesa para aventurar no ataque ,embolando com os atacantes .São muitos erros a serem corrigidos .Nosso arquirival tem tem jogadores com

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
29 de novembro de 2021
Deyverson reafirma ser torcedor do Vasco

Algoz do Flamengo na final da Taça Libertadores, o atacante Deyverson voltou a dizer que é torcedor do Vasco da Gama.

Jogo do Vasco está entre as maiores rendas da história do Brasileiro de pontos corridos

Partida do Vasco da Gama aparece entre as maiores rendas já registradas entre todas as edições do Brasileiro por pontos corridos.

28 de novembro de 2021
Luana Carvalho é campeã no Pan Júnior de Cali e garante vaga em Santiago 2023

A judoca da /Umbra-Vasco, Luana Carvalho foi campeão nos Jogos Pan-americanos Júnior Cali 2021 e garante vaga para Santiago em 2023.

Elenco do Vasco entra de férias nesta segunda-feira

Assessoria de imprensa do Vasco da Gama informou que todos os atletas iniciam as férias, inclusive os que têm idade para disputar a Copinha.

Torcedora do Vasco ganha camisa de Nenê no Estádio do Café

Torcedora do Vasco da Gama se emocionou ao receber a camisa do ídolo Nenê, após a partida contra o Londrina.

Vasco termina a Série B a 6 pontos do Z4 e sem entrar no G4 em nenhuma rodada

O Vasco da Gama conquistou 49 pontos na Série B; Remo, 17º colocado, fez 43, enquanto que o Avaí, 4º lugar, 64.

Vasco deixa a desejar, passa vexame e termina a temporada de forma melancólica

O Vasco da Gama mais uma vez deixou a desejar em campo e terminou a Série B 2021 sendo derrotado pelo Londrina por 3×0.

Vasco encerra a temporada 2021 em 10º lugar na Série B

Vasco da Gama encerra a temporada 2021 em 10° lugar na Série B, com 43% de aproveitamento e a pior participação na competição.

Foto de Deyverson com Eurico Miranda viraliza após conquista da Libertadores

Uma foto antiga do vascaíno Deyverson ao lado de Eurico Miranda viralizou após ser decisivo contra o Flamengo, pela Libertadores.

Salgado pede desculpas à torcida e revela que planejamento para 2022 já começou

Em coletiva com problemas técnicos, presidente do Vasco da Gama falou sobre a reformulação do departamento de futebol para o ano que vem.

Veja mais notícias