Ex-jogadores de basquete do Vasco pedem penhora do troféu da Libertadores de 98

O ala Nick Okorie e o pivô Lupa solicitaram, entre outras coisas, a penhora do troféu da Libertadores de 1998 do Vasco da Gama.

Troféu da Libertadores com São Januário ao fundo
Troféu da Libertadores com São Januário ao fundo (Foto: Bancada do Vasco)

Uma reclamação trabalhista pode fazer com que a sala de troféus de São Januário tenha um grande desfalque. Dois ex-jogadores de basquete do Vasco da Gama entraram na Justiça solicitando, entre outras coisas, a penhora da taça da Libertadores de 1998, título mais importante da história do Clube.

A informação foi divulgada pelo site UOL Esporte. Os autores da ação são o norte-americano Nathaniel Okorie e Luiz Paulo “Lupa” Cecilio, que estão alegando uma dívida do Cruzmaltino com eles referente à férias, verbas rescisórias, 13º salário, depósito de FGTS, mais multa, dos tempos em que jogavam em São Januário.

– A penhora dos bens do clube réu, em especial os troféus da Libertadores da América, na forma do artigo 659 do CPC, no endereço constante da inicial, devendo ser penhorado. É necessário informar que o clube réu apenas cumpre a obrigação de garantir a execução, através de retirada de guia, quando há penhora de um único bem, qual seja, os troféus que estão na sede do clube, valendo ressaltar que os demais bens que porventura foram penhorados, o Réu deixa proceder ao leilão, pois repõem o bem com um novo, causando com isso demora em garantir a execução, uma vez que alguns bens não são arrematados em futuros leilões – declarou a defesa dos jogadores nas ações.

Além da taça, a defesa dos atletas pediu para que fosse expedido ofício para bloqueio de crédito em mão de terceiros. Com isso, a Justiça solicitou que a Rede Globo colocasse à disposição a importância do momento ou futura que seria repassado ao Vasco. São os casos de cota de patrocínio de transmissão de partidas na TV referente ao Campeonato Brasileiro de 2019/2020 e Copa do Brasil do mesmo período.

A Justiça também solicitou que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) cedesse os créditos para o Vasco relativos à metas no Campeonato Brasileiro ou Copa do Brasil, e para a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FFERJ), sobre metas e premiações no Campeonato Carioca.

– Consigne-se que o clube executado não possui quaisquer valores a receber por intermédio da FFERJ, já que receitas a serem por ele auferidas em razão do contrato de transmissão em TV Aberta do Campeonato Carioca 2021/20222, firmado com a Televisão Record Rio de Janeiro Ltda., deverão ser pagas por esta diretamente ao clube – respondeu a federação carioca.

Contas vazias em novembro

Também de acordo com o UOL Esporte, em 25 de novembro de 2020, a Justiça chegou a bloquear as contas do Vasco para tentar levantar os R$ 64.350,00 referente ao caso de Nick Okorie, mas as 12 contas do Clubes apareceram zeradas naquela época. O ala norte-americano defendeu o Gigante ente outubro de 2018 e abril de 2019, recebendo cerca de R$ 16 mil por mês. Já o pivô Lupa, vestiu a camisa vascaína entre agosto de 2018 e junho de 2019, ganhando cerca de R$ 9 mil.

O site entrou em contato com o Vasco, que declarou que “não comenta ações judiciais em andamento”. Lembrando que a modalidade, na categoria profissional, está suspensa desde julho de 2019. A equipe vinha fazendo uma fraca campanha no Novo Basquete Brasil (NBB), e a diretoria estava encontrando dificuldade para manter os vencimentos em dia.

Leia mais sobreBasqueteLibertadores
7 comentários
  • Jorge+cole+dos+santos - 28 de abril de 2021

    O Vasco é tão atacado quanto o nosso presidente Bolsonaro, porque os dois incomodam muita gente, é só perseguição.

    Responder
  • Márcio Mendes Pacheco - 28 de abril de 2021

    Mais que o fundo do poço. Último a sair apague a luz, se é que pagam também a concessionária.

    Responder
  • Walter Carvalho - 27 de abril de 2021

    Este notícias do Vasco é pro Vasco ou contra o Vasco. Porra, vocês não divulgam nada ruim dos outros clubes. Parem de ser negativos e procurem apoiar o que está sendo feito para tirar o Vasco do buraco. Se não tem notícias, mantenham as anteriores.

    Responder
  • Lucas - 27 de abril de 2021

    Quem é tu para falar assim…?
    Tu conquistou? Não!!!!

    Responder
  • Edivaldo+Galvão+de+Queiroz - 27 de abril de 2021

    Se qualquer um entrar na justiça contra o Vasco é certeza que ganha, nunca vi um time ser tão perseguído pela justiça igual o Vasco, depois da camisa com o SBT a perseguição é grande, a diabólica e intocável Globolixo é protegida por muitos

    Responder
  • Matheus+Correia - 27 de abril de 2021

    Vocês não tem algo mais útil pra noticiar não? Tá parecendo revista de fofoca ou conversa de salvo de beleza. Uma idiotice dessa, que no decorrer do processo, o clube vai lá e paga.
    Passaram do sensacionalismo para a mera futilidade.

    Responder
  • Thiago+Mauricio+neto - 27 de abril de 2021

    Pode fexa as portas que vergonha

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
18 de junho de 2021
Vasco busca soluções a curto prazo para evoluir na Série B

A diretoria vem se reunindo internamente para traçar alternativas que visam a evolução do Vasco da Gama na Série B do Brasileiro.

Brant lamenta distanciamento com atual diretoria do Vasco: ‘Não estamos na gestão’

Julio Brant, líder da Sempre Vasco, afirmou não pensar em ser VP de futebol do Vasco da Gama por ”nunca ter sido convidado para a festa”.

Ação contra o rebaixamento do Vasco é encaminhada ao presidente do TJ-RJ

A ação em que um torcedor pede o cancelamento do rebaixamento do Vasco da Gama foi encaminhada ao presidente do TJ-RJ.

Mesmo pressionado, Cabo conta com apoio do elenco do Vasco

Apesar do mau momento atual, elenco do Vasco da Gama simpatiza com o trabalho de Marcelo Cabo e também com seu jeito de ser no dia a dia.

Sempre Vasco critica montagem do elenco para a Série B e diz que ‘quer ajudar’

Grupo político de Julio Brant criticou o atual elenco do Vasco da Gama e se colocou à disposição de Salgado para ajudar no que for preciso.

Vasco encara o Athletico-PR nesta sexta pelo Brasileiro Sub-17; SporTV transmite

Athletico-PR e Vasco da Gama se enfrentam nesta sexta-feira (18), às 19h, no CT do Caju, em Curitiba, pela 7ª rodada do Brasileiro Sub-17.

Vasco foi derrotado pelo CRB na última vez que enfrentou o time alagoano

Último Vasco da Gama x CRB aconteceu em outubro de 2016, em São Januário, também pela Série B, e equipe alagoana saiu vitoriosa por 2×1.

Nos últimos 200 jogos, Vasco teve menos de 50% de aproveitamento

Aproveitamento do Vasco da Gama nas últimas 200 partidas, que contam desde 2018, foi de 46,33%; foram 74 vitórias, 56 empates e 70 derrotas.

17 de junho de 2021
Marcelo Cabo tem mais que o dobro de vitórias em comparação a derrotas no Vasco

Em 21 jogos comandando o Vasco da Gama, Cabo tem 9 vitórias, 8 empates e 4 derrotas; aproveitamento é de 55,5%.

Vasco encerra 4ª rodada da Série B em 15º lugar e a apenas 1 ponto do Z4

Com 4 pontos conquistados em 12 disputados, o Vasco da Gama está a apenas 1 do Vitória, primeira equipe da zona de rebaixamento da Série B.

Veja mais notícias