Eleição do Vasco coloca Edmundo e Romário novamente em lados opostos

Ídolos do Vasco da Gama, Edmundo e Romário estão em lados opostos na eleição polêmica e conturbada do Vasco da Gama.

Edmundo e Romário
Edmundo e Romário (Foto: Divulgação)

Uma relação que atravessa décadas, com altos e baixos, de dois jogadores que saíram de São Januário para o ganhar o respeito mundial no futebol. Hoje, com funções extracampo antagônicas, Edmundo e Romário novamente estão em lados opostos, desta vez por conta da eleição do Vasco.

Comentarista dos canais Fox Sports e ESPN, Edmundo faz campanha para o candidato Julio Brant, da chapa “Sempre Vasco”, já o atual senador Romário declarou apoio a Leven Siano, da “Somamos”, após os polêmicos acontecimentos do último sábado (7), que resultaram na suspensão do pleito cruz-maltino por parte do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Atualmente, a convivência entre os dois é amistosa, depois de um longo período afastados. Com muitos amigos em comum, principalmente fruto do futevôlei, Edmundo até mesmo foi no último aniversário de Romário, mas quando o assunto é a política vascaína, as opiniões são divergentes.

Baixinho, por exemplo, foi a surpresa da entrevista coletiva de Leven na última segunda-feira (9), quando o candidato contestou a decisão judicial e se declarou o vencedor da eleição suspensa — ele teve mais votos em uma apuração extraoficial após a liminar, sem a fiscalização das chapas de Brant, Alexandre Campello e Jorge Salgado.

Para Romário, Siano é o novo presidente legítimo do Vasco. “Minha presença é mais para legitimar a vitória do Leven Siano. Quero afirmar que não foi ilegal, que não foi sacanagem. Foi dentro das regras e a eleição foi vencida pelo Leven Siano”, disse.

Já Edmundo é apoiador de Julio Brant de longa data, desde a primeira disputa do candidato, em 2014, e foi um dos idealizadores da chapa “Sempre Vasco”.

Curiosamente, Leven Siano foi seu advogado durante anos como jogador. Porém, quando o candidato da chapa “Somamos” decidiu concorrer ao pleito, Edmundo preferiu continuar ao lado de Brant e, desde então, não se falaram mais.

Brant e Leven se atacam

Até o momento, uma nova eleição do Vasco está marcada para este sábado (14), em formato “híbrido”, com o sócio podendo escolher votar por celular, tablet e computador ou em totens eletrônicos que serão disponibilizados na sede cruz-maltina do Calabouço. Enquanto isso, Julio Brant e Leven Siano se atacam.

O candidato da chapa Somamos acusou, em sua entrevista, a Sempre Vasco de ter influência política no judiciário e interferência nas decisões do presidente da Assembleia Geral do clube, Faues Cherene Jassus, o Mussa, inclusive apontando que o dirigente tem um filho e três sobrinhos na chapa de Brant. Além disso, afirmou que se a eleição deste sábado for mantida, não disputará.

Julio, por sua vez, diz que Leven descumpriu uma decisão judicial ao continuar com a votação e colocar sua chapa para contar os votos da urna. O gestor-executivo também provocou o adversário, convocando-o para a disputa virtual entre os sócios.

Edmundo e Romário: uma relação com altos e baixos

Ex-amigos, Edmundo e Romário passaram a ter problemas quando jogaram juntos pela primeira vez no Flamengo, em 1995, quando, inclusive, criaram um funk chamado “Rap dos Bad Bows” e formaram o fracassado “Ataque dos Sonhos”.

O convívio entre os dois azedou de vez em 2000, pelo Vasco. Enciumado com supostas regalias de Romário no clube, o Animal alegou que o Baixinho era o “príncipe da corte cruz-maltina”, onde o “rei” era Eurico. O artilheiro, então, usou os microfones da imprensa para destilar seu veneno em resposta, após uma vitória:

“Agora a corte está toda feliz. O rei, o príncipe e o bobo”.

Após longo tempo sem se falarem, os craques se reaproximaram através de amigos em comum do futevôlei, esporte que costumam praticar no mesmo local, a Praia do Pepê, na Barra da Tijuca (zona oeste do Rio de Janeiro).

Nos aniversários mais recentes, se parabenizaram publicamente, e no último de Romário, Edmundo compareceu pessoalmente.

Filhas são amigas

Se a relação é de altos e baixos entre os craques, o mesmo não se pode dizer de suas filhas, Ana Carolina Sorrentino, de Edmundo, e Danielle Favatto, de Romário, que são muito amigas.

Elas, inclusive, já postaram fotos juntas nas redes sociais em algumas oportunidades e brincaram com o fato de serem filhas dos ídolos vascaínos.

“Bad Boys? Que dupla de ataque, meus amigos! Te amo”, postou Danielle em uma das fotos ao lado de Ana Carolina, acompanhada da hastag #vasco.

Esta não é 1ª vez que eleição os coloca em lados opostos

Em 2014, Romário declarou apoio ao ex-presidente Eurico Miranda, que faleceu em março do ano passado em decorrência de um câncer no cérebro. O lendário dirigente acabou retornando ao cargo máximo do clube, superando justamente Julio Brant, que já contava com o apoio de Edmundo na ocasião.

Poderão trabalhar nas gestões?

Apesar dos apoios declarados, Edmundo e Romário, aparentemente, têm objetivos diferentes. O Animal tem grande poder de influência na chapa Sempre Vasco e, embora Julio Brant não confirme, existe grandes chances dele participar de algum modo numa possível gestão do candidato.

Já Romário foi questionado sobre a mesma situação na coletiva de Leven Siano da última segunda-feira, mas negou que esteja com algum projeto neste sentido, uma vez que tem sua carreira política como senador da República.

Fonte: Uol

5 comentários

  • Alciones - 11 de novembro de 2020

    vamos votar no dia 14

    Responder
  • Pablo Gomes - 11 de novembro de 2020

    bom dia família Vascaina e Vascainos peço que por favor que ninguém vá na eleição votar, esses três concorrentes eles perdereram a eleição e não aceitaram a derrota. O Vasco está no Z4 , Júlio Brant,Jorge Salgado,Mussa vocês 3 só pensam em vocês,pensem no Vasco que está há 9 jogossem ganhar .

    Responder
  • Anderson Luiz Canedo Coutinho da Cunha - 11 de novembro de 2020

    É desolador o momento atual do Vasco , fatiado por grupos políticos empresariais , que defendem apenas seus interesses pessoais , onerando o clube , humilhando a sua torcida , que é o maior patrimônio do Vasco .
    Dívidas , rebaixamentos , falta de recursos se tornou algo normal na política corrupta e tendenciosa que está estagnada no clube .

    Responder
  • Amdre luiz mendrs - 11 de novembro de 2020

    Ai família vamos vota entodas as reportagens aqui no. Vasco noticia. Vamos vota aqui vai da vasco. Não pode deixa esse feki safado assumir nosso vasco no grito

    Responder
  • Amdre luiz mendrs - 11 de novembro de 2020

    Mano esse. Feki ta fundendovo vasco o cara e um. Peso ele e um câncer no vasco levi pfv não desistta não deixe meu vasco na mão desse merda ele so sabe fazer isso agita. Porra tenho nojo desse cara ai fica esse merda do Edmundo apoiando esse merda ídolo pra mim nunca foi jogou o pênalti no mundial pra fora pra mim foi de propósito ídolo não perde pênalti e não torce contra fica fechando com esse merda feki levi mas uma vez bota pra?Fuder. Ganha esse otario de novo pra ele não fica presendo na?sua presidencia

    Responder

Deixe sua opinião

Últimas notícias

9 de maio de 2021

Feliz, Germán Cano posa com placa e projeta final da Taça Rio

Germán Cano esbanja felicidade ao exibir placa e projeta vencer a final da Taça Rio, contra Botafogo ou Nova Iguaçu.

Confira os próximos 5 jogos do Vasco da Gama

Veja os próximos jogos do Vasco da Gama nesta temporada 2021, que serão disputadas em diversas competições.

Jogadores comemoram vitória contra o Madureira; veja publicações

Jogadores do Vasco da Gama comemoraram a vitória contra o Madureira com publicações em seus perfis nas redes sociais.

8 de maio de 2021

Cabo explica estratégia contra o Madureira e projeta final da Taça Rio: ‘Estamos prontos’

Marcelo Cabo falou sobre a tática adotada contra o Madureira e disse que o Vasco da Gama está preparado para a final da Taça Rio.

Cabo destaca domínio do Vasco, cita placar injusto e prevê times fechados na Série B

Técnico do Vasco da Gama, Marcelo Cabo falou do domínio Cruzmaltino contra o Madureira, lamentou placar magro e projetou Série B.

Cabo exalta DNA ofensivo do Vasco e diz que busca por evolução defensiva continua

Técnico do Vasco da Gama, Marcelo Cabo diz que a postura ofensiva do time é fruto de muito trabalho e que o sistema defensivo está evoluindo.

Cabo elogia o ‘camisa 10’ Marquinhos Gabriel: ‘Jogador de muita qualidade’

Técnico do Vasco da Gama, Marcelo Cabo teceu elogios ao meia Marquinhos Gabriel e afirmou que enxerga o jogador como na função de camisa 10.

Léo Matos exalta classificação e comenta assistências contra o Madureira

Autor de duas assistências no jogo contra o Madureira, Léo Matos exaltou a classificação do Vasco da Gama na Taça Rio.

Léo Matos brinca com Marquinhos Gabriel e pede Pix por ‘gol roubado’

Lateral-direito do Vasco da Gama, Léo Matos pediu, em tom irreverente, um depósito via Pix para Marquinhos Gabriel por ter ‘roubado seu gol’

Castan faz 111º jogo pelo Vasco e iguala número obtido no Corinthians

Capitão do Vasco da Gama, Leandro Castan chegou fez seu jogo de número 111 pelo Cruzmaltino contra o Madureira, neste sábado (08).

Veja mais notícias