Deprimente! Vasco empata com o Goiás em 1 x 1 pelo Brasileiro

O Vasco da Gama empatou em 1x1 com o Goiás, neste domingo, no Serrinha, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Leonardo Gil e Miranda em jogo contra o Goiás
Leonardo Gil e Miranda em jogo contra o Goiás (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Animado pela vitória pela Copa Sul-Americana, o Vasco não conseguiu aproveitar o embalo no Campeonato Brasileiro e amargou mais um jogo sem vencer pelo torneio. Agora, são oito rodadas sem vitórias, sendo seis derrotas e dois empates. Neste domingo, o Gigante da Colina saiu na frente, mas não se encontrou na etapa final e levou o empate do lanterna Goiás: 1 a 1, no Estádio da Serrinha.

Com o resultado, o Vasco agora tem 19 pontos, em 17 jogos, e está na 16ª posição. Vai precisar secar o Red Bull Bragantino para continuar fora da zona de rebaixamento. O clube paulista enfrenta o Grêmio, nesta segunda-feira, na Arena do Grêmio. Se empatar, deixa o Z-4. Já o Goiás continua afundado na lanterna, com 12 pontos em 17 partidas.

Na próxima rodada do Brasileirão, o Vasco recebe o Palmeiras, domingo, às 16h, em São Januário. Antes, decide vaga na Sul-Americana: enfrenta o Caracas, nesta quarta-feira, às 21h30, na Venezuela. O Gigante da Colina venceu o jogo de ida por 1 a 0 e, portanto, tem a vantagem do empate. Já o Goiás volta a campo no sábado, quando vai encarar o São Paulo, às 19h, no Morumbi, pelo Brasileiro.

Estreante coloca o Vasco na frente

O técnico Ricardo Sá Pinto promoveu a estreia de Léo Matos na lateral direita. Benítez, recuperado de lesão, começou no banco. O Ribamar foi titular no comando de ataque, ao lado de Vinícius e Talles Magno.

O jogo começou sem muita emoção, com as equipes se estudando e se respeitando. O primeiro lance de perigo foi do Goiás. Em contra-ataque, Fernandão rolou para Shaylon. O chute saiu sem muita força, mas Fernando Miguel defendeu em dois tempos e quase foi surpreendido por Vinícius, que chegava para conferir o rebote. A resposta do Vasco foi certeira. Após cobrança de escanteio, Léo Matos desviou na 1ª trave e marcou: 1 a 0, aos 16 minutos. Que estreia do lateral-direito.

O Goiás quase empatou. Edilson chutou de fora da área e obrigou Fernando Miguel a fazer difícil defesa. No rebote, Fernandão, praticamente na pequena área, isolou. E o clube carioca contou com a sorte na sequência. Andrey errou na saída de bola, Fernandão foi acionado e deixou Keko cara a cara com o goleiro vascaíno. Ele tirou de Fernando Miguel e da baliza. A bola foi para fora.

O técnico Sá Pinto foi obrigado a fazer a primeira mudança ainda na etapa inicial. Talles Magno, que sentiu uma pancada na altura do quadril, deu lugar a Guilherme Parede. O Vasco foi para o intervalo na frente.

Vasco leva empate

O Goiás voltou para o segundo tempo e tratou de tentar pressionar o Vasco. E chegou ao empate aos 11 minutos. Fernandão aproveitou bate e rebate na área e ficou cara a cara com Fernando Miguel. O goleiro defendeu, mas Shaylon aproveitou o rebote e deixou tudo igual: 1 a 1. Sá Pinto fez um pacotão de mudanças. Entraram Neto Borges, Fellipe Bastos e Benítez. Saíram Henrique, Léo Gil e Carlinhos.

O tempo ia passando e o Vasco não se encontrava. Sá Pinto colocou Tiago Reis no lugar de Vinícius. Fernando Miguel precisou trabalhar e abafou chute de Douglas Baggio, que acabara de entrar. Ribamar aproveitou rebote e chutou, com força, mas para fora.

O Vasco escapou de levar a virada. Douglas Baggio acertou a trave, após completar cruzamento. Fernando Miguel ainda precisou espalmar cabeçada de Rafael Moura. Com um segundo tempo ruim, o clube carioca teve de se contentar com o empate.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 1X1 VASCO

Local: Estádio da Serrinha, em Goiânia (GO)
Data: Domingo, 01/11/2020
Horário: 20h30 (Brasília)
Árbitro: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)
VAR: José Claudio Rocha Filho (SP)
Cartões amarelos: Ariel Cabral, Heron, Keko, Vinícius Lopes e David Duarte (Goiás) e Henrique, Léo Matos, Léo Gil, Pikachu, Ricardo Graça, Fellipe Bastos e Neto Borges (Vasco)
GOLS:
Goiás: Shaylon, aos 11′ do 2º tempo
Vasco: Léo Matos, aos 16′ do 1º tempo

GOIÁS: Tadeu; Edilson, David Duarte, Heron e Caju; Ariel Cabral, Breno e Shaylon (Gilberto Júnior); Keko, Vinícius Lopes (Douglas Baggio) e Fernandão (Rafael Moura).
Técnico: Enderson Moreira.

VASCO: Fernando Miguel; Léo Matos, Miranda, Ricardo Graça e Henrique (Neto Borges); Andrey, Léo Gil (Fellipe Bastos) e Carlinhos (Benítez); Vinícius (Tiago Reis), Talles Magno (Guilherme Parede) e Ribamar.
Técnico: Ricardo Sá Pinto.

Fonte: Gazeta Esportiva

2 comentários
  • Liberato Pereira da Silva Filho - 2 de novembro de 2020

    Não vi o jogo com o Caracas e, esperei pra vê o time no jogo com o Goiás ,uma decepção ,tivemos sorte de não levar uma goleada com o time goiano perder duas oportunidades clarissima de gol e uma bola no travessão ,no segundo tempo faltou sorte e sobrou pro Vasco .O time si portou como vinha si portando com Abel,com Ramon e seu auxiliar ,sendo a sim não podemos creditar as péssimas atuações ao Sá Pinto ,mas contra o Goiás já era de sua responsabilidade póis teve tempo de avaliar o elenco que tens em mãos .Acho que contratamos um técnico Jesus paraguaio . Escalar o time como fez é dose .Insistir com Ribamar ,Henrique,Paredes e Felipe Bastos ,realmente não dá ,este levou o terceiro amarelo ,graças a Deus .E temos que reconher que todos os nossos zagueiros de área que vem jogando ,são fracos . Si Sá Pinto não abrir os olhos vamos perder feio frente ao Caracas .

    Responder
  • Ailton - 2 de novembro de 2020

    Deprimente ver o Vasco jogar, os jogadores trombam uns nos outros, conseguem errar passes de 4, 5 metros, ficam com medo de receber a bola e não se apresentam pro passe, jogadores sem inteligência e visão de jogo e o técnico também é muito ruim, porquê o Vasco continua jogando como no tempo de Abel Braga, ou seja, um amontoado de cabeças de bagre

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
10 de maio de 2021
Vasco esclarece que contrato com a Havan é de R$ 4,2 milhões

O Vasco da Gama esclareceu que o contrato com a Havan é de R$ 4,2 milhões anuais e não R$ 2,8 milhões, como divulgado antes.

Sub-20: Vasco x Internacional será nesta sexta-feira com transmissão pelo SporTV

A garotada do Vasco da Gama enfrenta o Internacional nesta sexta-feira, no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil Sub-20.

Marcelo Cabo deve contar com reforços para a decisão contra o Botafogo

O técnico do Vasco da Gama, Marcelo Cabo, deve contar com os jogadores que foram poupados no jogo de volta contra o Madureira.

Juninho nervoso e sonho realizado: Mauro Galvão relembra Libertadores pelo Vasco

O ídolo do Vasco da Gama, Mauro Galvão, ainda disse que a imagem mais marcante daquela Libertadores foi quando ergue o troféu de campeão.

Vasco não chega a acordo com funcionários demitidos sobre parcelamento de verbas

A proposta apresentada pelo Vasco da Gama aos funcionários foi debatida em assembleia em São Januário, mas rejeitada pela maioria presente.

Patrocínio da Havan ao Flamengo pode ser 3 vezes maior que o valor pago ao Vasco

O valor do patrocínio da Havan ao Flamengo pode ser superior em até três vezes em relação ao que a empresa paga ao Vasco da Gama.

Neto Borges recorre de decisão e busca rescindir contrato com o Vasco na Justiça

Nesta segunda-feira o lateral-esquerdo Neto Borges recorreu da decisão que negou sua rescisão contratual indireta com o Vasco da Gama.

Vasco prorroga promoção e aumenta desconto em camisas após 30º gol de Cano

O Vasco da Gama deu mais 14 dias de promoção e aumentou o desconto para 30%, em referência ao gol de Germán Cano contra o Madureira.

Vasco parabeniza Luan pelo seu aniversário de 28 anos: ‘Tudo de bom para você!’

O Vasco da Gama utilizou o Instagram para parabenizar o zagueiro Luan, hoje no Palmeiras, que está fazendo 28 anos nesta segunda-feira.

Parceira do Vasco, Havan fecha patrocínio com o Flamengo

A Havan, empresa que patrocina o Vasco da Gama desde o ano de 2020, vai estampar sua marca na camisa do Flamengo.

Veja mais notícias