Da liderança à luta contra o Z4: volta do Vasco ao Castelão marca situação oposta

Há quase seis meses, Vasco derrotava o Ceará no Castelão e chegava à liderança do Brasileiro; agora, encara o Fortaleza lutando contra o Z4.

Claudio Winck, Andrey e Ricardo Graça durante Ceará 0 x 3 Vasco pelo Brasileirão 2020
Claudio Winck, Andrey e Ricardo Graça durante Ceará 0 x 3 Vasco pelo Brasileirão 2020 (Foto: Kely Pereira/AGIF)

O dia 20 de agosto talvez tenha sido um dos mais felizes para a torcida do Vasco da Gama em 2020. Na véspera de completar 122 anos de existência, o Cruzmaltino, à época comandado por Ramon Menezes, foi ao Castelão, em Fortaleza, e derrotou o Ceará por 3×0, alcançando a liderança do Campeonato Brasileiro na então 3ª rodada da competição e enchendo de expectativa os torcedores para a sequência da temporada.

Pois bem, passados quase seis meses desde a supracitada data, o Vasco retorna ao Castelão na próxima quarta-feira (10), desta vez para encarar o Fortaleza, às 19h15min, pela 35ª rodada do Brasileirão, com situação completamente diferente em relação à última vez que esteve no estádio.

Agora, o Cruzmaltino luta contra o rebaixamento, ocupando atualmente a 16ª colocação (mas podendo ser momentaneamente ultrapassado pelo Bahia, que joga neste sábado contra o Goiás), com 37 pontos. Além disso, o ”Ramonismo” não existe mais, com o técnico tendo sido substituído por Ricardo Sá Pinto e, posteriormente, devido ao insucesso do português, por Vanderlei Luxemburgo.

Já dentro de campo, mudanças também ocorreram. Do time que venceu o Ceará para o que deve jogar contra o Fortaleza, ao menos três peças são diferentes. Autores de gols na partida, Fellipe Bastos e Ribamar já deixaram o Clube; o mesmo aconteceu com Claudio Winck, titular da lateral-direita cruzmaltina na ocasião, que rumou para o futebol português.

Nos bastidores cruzmaltinos, o cenário também teve significativas alterações de lá para cá. À época presidido por Alexandre Campello, que acabou não conseguindo se reeleger mesmo tendo como ”carro-chefe” o projeto de modernização e ampliação de São Januário, apresentado à torcida na live de 122 anos do Clube, justamente no dia seguinte à vitória contra o Ceará, como uma espécie de ”presente de aniversário” e aproveitando o embalo do bom momento do time dentro de campo, o Vasco hoje está sob o comando de Jorge Salgado, que derrotou não só Campello mas também – principalmente – Leven Siano em eleição que ainda corre na Justiça.

Desfalcado de Léo Matos e Leo Gil, suspensos, mas com o retorno do capitão Leandro Castan, a tendência é que o Vasco encare o Fortaleza com a seguinte escalação: Fernando Miguel; Cayo Tenório (Yago Pikachu), Marcelo Alves, Leandro Castan, e Henrique; Bruno Gomes, Juninho (Andrey) e Martín Benítez; Pikachu, Talles Magno (Gabriel Pec ou Ygor Catatau) e Germán Cano.

Leia mais sobreCastelão
3 comentários
  • Carlos Tavares De Oliveira - 6 de fevereiro de 2021

    Bom dia a todos os torcedores e a diretoria crusmaltina.o Vasco não cai o luxa e positivo vamos ajudar a equipe com penssamentos positivos agradeço e aguardar pra ver os atletas tem que se doarem mais tem que sir desdobrar em campo vocês sabem porque o flamengo ganhou do Vasco não dói porque o Vasco jogou mal foi porque o flamengo jogou com garra e determinação foi o quieto faltou ao Vasco se o Vasco jogar com garra e determinacao não perde nos estamos jogando contra o var a arbitragem a típica e a globo todos estão torcendo pra o Vasco cair inclusive a cbf!

    Responder
    • Valdimar Medeiros - 6 de fevereiro de 2021

      Carlos, só vontade e pensamento positivo, nós Cruzmaltinos seríamos campeão sempre, porque nós somos torcedores fiéis. O fortaleza tem mais time do que o nosso Vasco, infelizmente, não existe garra nos jogadores como juninho pernambucano tinha e seus demais atletas. Vamos sim, ser fiel ao botafogo…

  • Tó Zé - 6 de fevereiro de 2021

    Lutando não,apenas confirmando a descida para série B

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
17 de setembro de 2021
Jogo contra o Cruzeiro marcará o reencontro entre Vasco e Vanderlei Luxemburgo

O jogo entre Vasco da Gama e Cruzeiro no próximo domingo marcará o reencontro do Cruzmaltino com seu ex-técnico, Vanderlei Luxemburgo.

Vasco solicita apenas 1 mil torcedores para o jogo contra o Cruzeiro

O Vasco da Gama teve o pedido atendido pela prefeitura do Rio e o Conselho Arbitral da CBF liberou a presença de público na Série B.

Fernando Diniz nega desgaste físico dos jogadores do Vasco contra o CRB

Técnico do Vasco da Gama, Fernando Diniz disse que os jogadores não tiveram desgaste físico no jogo contra o CRB.

Germán Cano se torna o 6º maior artilheiro do Vasco no século XXI

O atacante Germán Cano chegou a 39 gols e empatou com Alecsandro como sexto maior artilheiro do Vasco da Gama neste século.

Eduardo Paes brinca sobre público no jogo entre Vasco e Cruzeiro: ‘Fazendo meu lobby’

Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro disse que fez ‘lobby’ pela liberação de público no jogo entre Vasco da Gama e Cruzeiro.

Efeito estreantes! Vasco acumulou números superiores que o CRB em empate

Nas estreias de Fernando Diniz e Nenê, o Vasco da Gama elevou o nível de atuação, mas ainda pecou individualmente e deixou a vitória escapar.

Zeca recebe o 3º amarelo e será desfalque contra Cruzeiro

O lateral-esquerdo do Vasco da Gama, Zeca, levou o terceiro cartão amarelo e terá que cumprir suspensão automática diante da Raposa.

Diniz projeta vitória contra o Cruzeiro e cita importância da torcida em São Januário

Fernando Diniz, técnico do Vasco da Gama, projetou a vitória contra o Cruzeiro e desejou que a torcida esteja em São Januário.

Nenê deixa boa impressão em sua reestreia pelo Vasco

Em sua reestreia pelo Vasco da Gama, Nenê deixou boa impressão e arrancou elogios de torcedores cruzmaltinos.

Prefeitura do Rio libera e Vasco pode ter torcida em São Januário contra o Cruzeiro

Com o novo decreto da Prefeitura do Rio de Janeiro, o Vasco da Gama está prestes a ter de volta a torcida no Estádio de São Januário.

Veja mais notícias