Conheça as mudanças nos contratos com jogadores da base e profissional no Vasco

O Vasco da Gama promoveu mudanças nos tipos de contratos assinados com atletas tanto da base quanto do profissional.

Alexandre Pássaro em entrevista no Vasco
Alexandre Pássaro em entrevista no Vasco (Foto: Rafael Ribeiro / Vasco)

Com a entrada da nova gestão, encabeçada pelo presidente Jorge Salgado, o Vasco da Gama vem passando por mudanças profundas. Uma delas é em relação à forma como é conduzido o departamento de futebol. Para isso, o Clube conta agora com as figuras do CEO Luiz Melo e do diretor executivo Alexandre Pássaro.

O Vasco colocou uma padronização nos contratos assinados com jogadores tanto da base quanto do profissional. O intuito da diretoria é diminuir o fatiamento dos direitos econômicos dos garotos e tornar o Gigante menos invulnerável em negociação. Sobre a equipe principal, a busca é por cláusulas contratuais que protejam o Clube.

Essas mudanças foram indicadas por Alexandre Pássaro em participação recente no programa Seleção SporTV.

– O que a gente precisava mudar e vem mudando é a estrutura, principalmente contratual, dos jogadores que chegam ou dos que fazem contrato na base. Vou te dar um exemplo, antes aqui, quando a gente ia firmar o primeiro contrato, quando ele tinha 16 anos, a gente tinha um único contrato, que era um formulário padrão da CBF e ali a gente colocava tudo. A gente dava, por exemplo, 10% para um empresário, 10% para outro, X% pro atleta e o clube ficava com o restante”.

O Blog da Gabriela Moreira, no site Globo Esporte, entrou em contato com o Vasco para saber, de forma detalhada, as ações tomadas em relação aos novos contratos. Por meio da assessoria, o Clube enviou o detalhamento, publicado posteriormente pela jornalista.

Conheça as mudanças nos contratos detalhadas pelo Vasco:

Novos contratos – há uma orientação clara de que o Vasco tenha, sempre, 70% no mínimo dos direitos econômicos. Isso foi necessário para impedir que existam situações em que os atletas sejam donos de quase a totalidade de seus direitos, tornando a parte do clube muito pequena. Em gestões não muito distantes, houve casos em que o clube detinha cerca de apenas 20% ou 30% de promessas.

Existem exceções naturais, como MT e Galarza, que se comprarmos, teremos menor percentual, pois os atuais donos permanecerão com uma fatia, já acordada. Para os novos casos que vieram emprestados com opção de compra, colocamos uma segunda opção de compra. Exemplo: 1mm por 50% e depois mais 25% por 750k, caso o Vasco queira. Para termos maior percentual”, informou o clube, usando números fictícios apenas como exemplos.

Aumento de salário da base – Antes, alguns tinham aumento de salários dependendo de participação como titular no profissional em 5 jogos, outros 10 jogos, outros 15 jogos consecutivos, outros se só relacionado e assim por diante. Não existia um só padrão. Hoje, há uma só meta estabelecida para todos que assinam ou renovam contrato na base.

Exemplos: quando e se o ATLETA participar de 10 (dez) partidas oficiais pela equipe profissional e principal do VASCO, tendo atuado por, pelo menos, 45 (quarenta e cinco) minutos e quando e se o ATLETA participar de 20 (vinte) partidas oficiais pela equipe profissional e principal do VASCO, tendo atuado por, pelo menos, 45 (quarenta e cinco) minutos em cada uma delas.

Multa padrão – Os novos contratos – de base e profissional – têm multa padrão de 40.000.000,00 de Euros, exceto em casos previamente negociados, como o do Rômulo e quando os jogadores são emprestados, porque aí depende do acordo com os clubes de origem

Metas na seleção brasileira de base Para jogadores que são monitorados pela seleção, existem metas de produtividade específicas por convocação de Seleção de Base e, se nesta convocação o atleta jogar mais que 50% dos minutos (seja amistosos ou competição de base), o valor é majorado.

Salários pré-fixados – Regra para que TODOS os jogadores que chegam por empréstimos com opção de compra, já cheguem com os salários futuros (no caso de compra) definidos. Hoje, existem jogadores emprestados ao Vasco que não têm acordado os valores futuros em caso de compra. Isso deixa o Vasco exposto, porque pode ser que o Vasco queira comprar mas não chegue a um acordo com o atleta.

Uma dessas mudanças na estratégia no mercado pode ser vista nos reforços trazidos pelo Vasco nesse começo de temporada 2021 na equipe principal. São jogadores que chegaram em baixa, alguns com histórica de lesões, mas que assinaram vínculos de curta duração e de produtividade. Com isso, caso não entreguem em campo, o Clube estará protegido.

.

1 comentário
  • Vascaino - 6 de maio de 2021

    Obrigado o Salgado o C…lho. Ele e Cia são responsáveis também pela queda!!!! Era só uma vitória em mais de nove jogos!!! Ele preferiu assim para ficar mais fácil de recuperar seu dinheiro já que Teoricamente o Vasco sai de cena !!! SUJEIRA!!!!! O torcedor só toma!!!!

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
25 de junho de 2021
Jogo entre Vasco e Sampaio Corrêa tem horário adiado

Partida entre o Vasco da Gama e o Sampaio Corrêa sofreu alteração e teve seu horário adiado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Cabo lamenta expulsão de Bruno Gomes contra o Cruzeiro e explica saída de Juninho

Técnico do Vasco da Gama, Marcelo Cabo diz que conversará com Bruno Gomes sobre o ocorrido e que saída de Juninho foi circunstancial.

Cabo comenta ‘recaída’ do Vasco nas bolas paradas e elogia intensidade da equipe

Marcelo Cabo se mostrou incomodado com mais um gol sofrido de bola parada pelo Vasco da Gama e destacou a entrega dos jogadores.

Cabo destaca atuação do Vasco e pede ‘tranquilidade’ na busca pelo G4

Técnico do Vasco da Gama, Marcelo Cabo enalteceu a partida do time contra o Cruzeiro e afirmou que equipe precisa de sequência de vitórias.

Cabo elogia dupla Zeca e Riquelme e explica entrada de João Pedro contra o Cruzeiro

Técnico do Vasco da Gama, Marcelo Cabo elogiou às recentes atuações de Zeca e Riquelme e explicou João Pedro como ala contra o Cruzeiro.

Marcelo Cabo exalta início e volume de jogo, e cita expulsão ao analisar derrota

Bom início e volume de jogo do Vasco da Gama foram exaltados por Marcelo Cabo, que falou também sobre a expulsão de Bruno Gomes.

Notas dos jogadores do Vasco contra o Cruzeiro

Notas dos jogadores do Vasco da Gama na partida desta quinta-feira, contra o Cruzeiro, pela 6ª rodada da Série B do Brasileiro.

Próximos jogos do Vasco

Veja os próximos jogos do Vasco da Gama nesta temporada 2021, que serão disputadas em diversas competições.

Bruno Gomes é expulso e desfalca o Vasco contra o Brusque

Bruno Gomes foi expulso durante uma discussão com o zagueiro Paulo do Cruzeiro e não enfrenta o Brusque no fim de semana.

Marquinhos Gabriel lamenta derrota, mas elogia atuação do Vasco contra o Cruzeiro

Marquinhos Gabriel lamentou o resultado negativo diante do Cruzeiro, mas elogiou a atuação do Vasco da Gama e garantiu luta pelo acesso.

Veja mais notícias