Torcedora do Fluminense tatua iniciais de São Januário para homenagear o pai; veja

Sarah Gomes, torcedores do Fluminense, tatuou as iniciais de São Januário para homenagear o pai, que era torcedor do Vasco da Gama.

Sarah Gomes tatua iniciais de São Januário
Sarah Gomes tatua iniciais de São Januário (Foto: Arquivo pessoal)

Existem limites para o amor pelo seu clube de coração? Qual a dimensão do amor à sua família. No caso de Sarah Gomes, as histórias se cruzam. A professora de educação física de 30 anos torce pelo Fluminense com a mesma paixão que o pai torcia pelo Vasco. E quando Neilton Ferreira da Silva morreu, em 2018, a homenagem se deu em forma de tatuagem. Na pele, as coordenadas de um local tantas vezes visitado pelo homenageado: o estádio de São Januário.

No bíceps do braço esquerdo estão a latitude e a longitude do local junto à data de nascimento de Nei, como era conhecido. Na memória, a saudade. Ambos eternizados da forma rara que o futebol proporciona.

– Meu pai amava samba, futebol, mas a única coisa que me vinha na cabeça era o Vasco. Mas como eu, tricolor doente, tatuaria algo do Vasco em mim? Um dia eu vi na página de uma amiga que é tatuadora uma tatuagem de coordenadas geográficas. Pensei que seria legal porque o desenho tem a ver com as tatuagens que eu já tinha, teria um significado enorme e não seria nada tão explícito que se trata de outro time – revelou, ao LANCE!.

Sarah é a caçula de três irmãos. Todos herdaram de Nei a paixão pelo esporte bretão, mas nenhum seguiu a Cruz de Malta. Além da tricolor, dois mais velhos, flamenguistas. O que não fez do fanático vascaíno menos ligado às obrigações enquanto torcedor do Vasco. Cada um com sua prioridade.

– Tenho um amigo que ele (Nei) levava aos jogos. Fiz questão de mostrar para ele a tatuagem, e ele falou: “É isso! O Nei era o Vasco!”. Quanto tinha jogo, ele deixava de ir em festa de família, deixava de ir à igreja e nem dava migué. “Ah, aniversário de fulano? Tem jogo do Vasco. Eu posso chegar depois”. Ele é a pessoa mais vascaína que eu já conheci na vida – garantiu.

Um infarto fulminante abreviou a vida de Neilton, 68 anos pouco depois do início da última Copa do Mundo. Uma existência e um legado de futebol deixado aos herdeiros, e um amor pelo Vasco capaz de contagiar até… quem amava ele, mas tinha outro clube no coração.

– Lembro da reação dele quando o Vasco foi campeão da Copa do Brasil (2011). Ele estava muito pilhado porque o jogo foi muito pegado. Mas foi tão legal vê-lo feliz e ansioso com um possível título que eu fiquei nervosa com ele e por ele. Foi uma experiência marcante – Sarah recordou, antes de completar:

– Em 2014, o Vasco ia subir para primeira divisão, mas meu pai foi no último jogo e passou mal de emoção, foi parar no hospital porque a pressão subiu. Depois encontrou comigo e meus irmãos numa night com a camisa do Vasco mesmo. Estava com a mesma roupa do jogo e disse que não trocaria tão cedo – revela a filha.

Fluminense. Vasco. São Januário. Tatuagem. Saudade.

Futebol.C

Fonte: Lancenet

Leia mais sobreFluminense
Nenhum comentário ainda.
Deixe sua opinião

Últimas notícias
22 de outubro de 2021
Vasco TV destaca reta final de preparação para o Mundial de Beach Soccer; assista

O Vasco da Gama está encerrando a preparação para buscar o bicampeonato mundial nas areias de Moscou, na Rússia.

Vasco pode ter mudanças para o jogo contra o Náutico

O técnico Fernando Diniz pode fazer algumas mudanças na escalação do Vasco da Gama para o jogo contra o Náutico, nos Aflitos.

Fique por dentro! Confira o tempo de contrato dos jogadores do Vasco

A temporada 2021 já está se encerrando e alguns jogadores do Vasco da Gama estão com os contratos se encerrando.

Proposta para clubes administrarem o Maracanã prevê 70 jogos por temporada

Exigência estabelecida pelo Governo do Rio de Janeiro tem como objetivo garantir uma receita que pague, pelo menos, as despesas do estádio.

Vasco melhora aproveitamento contra equipes do G4 com a chegada de Diniz

Vasco da Gama vem obtendo resultados mais expressivos contra times da ponta da tabela com Fernando Diniz no comando técnico.

Partida entre Vasco e Náutico pode ser suspensa por falta de policiamento

Partida entre Vasco da Gama e Náutico corre o risco de não ser realizada caso não haja policiais no campo de jogo.

Torcedoras se divertem ao criar o ‘Club de Renatas Vasco da Gama’

Torcedoras do Vasco da Gama falam do sentimento de poder voltar a acompanhar o time e da criação de torcida organizada.

Bobô comenta expectativa do Vasco para disputa do Mundial de Beach Soccer

Recém chegado ao Vasco da Gama, o goleiro Tiago Bobô projetou a participação do time de beach soccer no mundial da modalidade.

Cano celebra parceria com Nenê: ‘Mudou a cara do Vasco’

Germán Cano e Nenê vem sendo peças fundamentais para a melhora do Vasco da Gama nesta retal final de Série B.

Anny e Larissa Araújo projetam clássico contra o Botafogo pela Taça Guanabara

Time feminino do Vasco da Gama encara o clássico contra o Botafogo, neste sábado (23), pela sexta rodada da Taça Guanabara.

Veja mais notícias