CBF e clubes articulam nova data para a volta do público aos estádios

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e clubes nacionais estão articulando uma nova data para o retorno do público aos estádios.

Torcida do Vasco em São Januário
Torcida do Vasco em São Januário (Foto: Marcelo Theobald)

Em meio à polêmica dos protocolos de segurança contra contaminação por Covid-19, CBF e clubes da elite do Brasileirão acertaram que continuarão em contato com autoridades locais (prefeitos e governadores) para o retorno do público aos estádios em curto prazo. Se voltou a trabalhar a data original pensada em agosto, quando a articulação começou: final de semana de 7 e 8 de novembro, quando inicia o 2º turno. A cada 15 dias CBF e clubes analisarão o cenário e o sucesso na conversa com os governantes.

Essa data é trabalhada por isonomia: todos concordaram que é justo que metade do campeonato seja disputado com portões fechados e a outra com parte dos assentos liberados. Inicialmente será 30%, mas entende-se que até o final da competição, em fevereiro, esse limite possa aumentar para 50% da capacidade de cada arena. Isso dependerá do ok das autoridades de saúde.

CBF e os 19 clubes que votaram contra a volta do público neste momento (o Flamengo não participou da reunião virtual de sábado) em que somente o Rio liberou não são contra a reabertura dos portões. Todos, inclusive Fluminense, Vasco e Botafogo que já se beneficiariam agora, rejeitam que o retorno ocorra primeiro em alguns lugares do que em outros. Este é o problema.

A articulação por novembro foi detonada quando a prefeitura e o estado do Rio, com lobby do Flamengo, anteciparam em um mês a autorização para retorno dos torcedores aos estádios que estava sendo trabalhada. A liberação carioca em outubro fez a CBF tentar também a antecipação que valesse para todos. Por isso no documento enviado ao Ministério da Saúde, e aprovado, aparece o próximo mês como a data trabalhada e não novembro — o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) defende volta imediata.

O problema é que são negociações diferentes com cada cidade, as 11 que recebem partidas de times da Série A: São Paulo, Bragança Paulista (SP), Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Goiânia, Fortaleza, Salvador e Recife. Todas precisam dar o ok e algumas, como Belo Horizonte e São Paulo, se posicionaram contra retorno em outubro após repercussão negativa. Mas não em novembro e é com isso que hoje os clubes trabalham.

Sem receita de bilheterias e com programa de sócios-torcedores parado, os clubes estão acumulando prejuízo com a operação dos jogos. Alguns têm gasto quase R$ 200 mil por partida, o que ao final do campeonato daria um custo de quase R$ 4 milhões. Por isso a pressão para retorno da torcida.

Fonte: Blog do Marcelo Rizzo – UOL

Leia mais sobreCBF
Nenhum comentário ainda.
Deixe sua opinião

Últimas notícias
14 de maio de 2021
Sub-17: Vasco desembarca em Chapecó para o jogo contra a Chapecoense

A delegação Sub-17 do Vasco da Gama já está em Chapecó onde enfrentará a Chapecoense neste sábado pelo Campeonato Brasileiro.

Vasco destaca os 23 anos da conquista do Carioca no centenário

O Vasco da Gama fez uma publicação sobre os 23 anos da conquista do Carioca de 98, ressaltando que foi em seu centenário e de forma invicta.

Ataque do Vasco terá ‘teste de fogo’ contra eficiente defesa do Botafogo

O forte ataque do Vasco da Gama terá pela frente a melhor defesa do Estadual, que pertence ao Botafogo, na decisão da Taça Rio.

Rival: Marco Antônio projeta clássico e elogia elenco do Vasco

Marco Antônio, do Botafogo, projetou o duelo contra o Vasco da Gama e elogiou o elenco cruzmaltino comandado por Marcelo Cabo.

Leilão é finalizado e Cano destaca: ‘Muito Feliz por ajudar quem precisa’

O leilão do atacante do Vasco da Gama, Germán Cano, arrecadou mais de R$ 13 mil, valor que será revertido em cestas básicas para o Tuiuti.

Vasco terá que pagar multa diária caso não reintegre os 186 funcionários demitidos

Conforme determinação do juiz Robert de Assunção Aguiar, o Vasco da Gama terá que pagar multa diária caso não reintegre os 156 funcionários.

Sub-20: Vasco encara o Boavista na estreia da Taça Guanabara

O Vasco da Gama enfrenta o Boavista na manhã desta terça-feira, às 10h, no CT Artsul, pela primeira rodada da Taça Guanabara.

Provável escalação do Vasco contra o Botafogo

Confira a escalação do Vasco da Gama para o clássico contra o Botafogo, válido pelo jogo de ida da decisão da Taça Rio.

Ernando deve ser titular contra o Botafogo

O zagueiro do Vasco da Gama, Ernando, deve ganhar a vaga do jovem Miranda no primeiro jogo da decisão da Taça Rio.

Vitor Roma exalta torcida ao falar sobre transmissão de jogos do Vasco na Globo

Vitor Roma falou sobre a decisão da Rede Globo de transmitir os jogos do Vasco da Gama em horários da Série A.

Veja mais notícias