Castan lamenta retrospecto em clássicos, mas não se deixa abalar por derrota

O zagueiro do Vasco da Gama, Leandro Castan, disse que a equipe não pode se abater pelo resultado no clássico.

Avatar
Por Willams Meneses
-  31 de agosto de 2020 às 11:57-  Atualizada em 31 de agosto de 2020 às 11:58
Leandro Castan em jogo contra o Fluminense
Leandro Castan em jogo contra o Fluminense (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)
data-full-width-responsive="true"

Com desfalques importantes, o Vasco da Gama entrou em campo contra o Fluminense, no último sábado, no Maracanã. O resultado foi a primeira derrota da equipe na era Ramon Menezes e no Campeonato Brasileiro: 2×1.

Além da quebra da invencibilidade com o novo comandante, a partida marcou também a quarta derrota vascaína em quatro clássicos disputados em 2020. No Campeonato Carioca, perdeu para o Flamengo (1×0), para o Botafogo (1×0) e para o mesmo Fluminense (2×0).

Contra o Fluminense, no entanto, foi o primeiro clássico onde o Vasco colocou a sua equipe completa. Leandro Castan foi um dos que jogaram contra um rival do Rio pela primeira vez no ano, e lamentou o resultado e a marca do Gigante em entrevista coletiva após o jogo.

– A gente ainda não conseguiu vencer, sim. É meu primeiro clássico, infelizmente, veio essa derrota. Clássico é gostoso e todo mundo quer jogar. Entramos muito devagar e fomos punidos pelo gol.

Usando a mesma mentalidade de pés no chão enquanto o Vasco estava vencendo, Leandro Castan não se deixa abater pelo resultado negativo. O zagueiro falou em tirar lição da derrota, e destacou que ainda tem muita coisa para acontecer na competição.

– Quando se vence, tem de manter os pés nos chão. Quando perde, não pode se abater. Tem de tirar lição, o campeonato está começando e tem muita coisa pela frente.

Apesar da derrota, Leandro Castan crê que a defesa cumpriu bem a sua função, negou que teriam ficado sobrecarregados, e disse que faltou o Vasco buscar o empate ainda no primeiro tempo do clássico.

– Não ficamos sobrecarregados. Saímos atrás no placar, e o time se expôs mesmo. Fizemos um bom jogo. Marcamos bem o Evanilson, que é um bom centroavante. Faltou calma para fazer o gol e empatar no primeiro tempo. Quarta tem mais.

Com a derrota no clássico, o Vasco caiu para a terceira posição na tabela do Campeonato Brasileiro, com 10 pontos, sendo ultrapassado pelo São Paulo, que chegou a 13. Lembrando que o Gigante ainda tem um jogo a menos na competição. O próximo desafio será nesta quarta-feira (02), às 21h30min, na Vila Belmiro.