Andrey se despede dos companheiros no CT Moacyr Barbosa

O volante Andrey foi ao CT Moacyr Barbosa se despedir dos seus companheiros do Vasco da Gama nesta quinta-feira.

Andrey com novo uniforme de treino
Andrey com novo uniforme de treino (Fonte: Rafael Ribeiro/Vasco)

Com saída definida desde o início do mês, o volante Andrey foi ao CT Moacyr Barbosa nesta quinta-feira para se despedir dos companheiros. Com contrato a vencer em 31 de dezembro, ele não renovará com o clube que o revelou.

O jogador de 23 anos já estava de férias desde o último dia 18, mas fez questão de ir ao centro de treinamento para dar um abraço nos atletas e também nos funcionários, já que tem longa história na Colina, onde é muito querido.

Da geração 1998, Andrey estava no clube desde os 6 anos. Chegou em 2004 para integral o futsal. Com 155 jogos e 11 gols marcados, o atleta estreou pelo time profissional em 27 de abril de 2016, na vitória por 2 a 1 sobre o Remo, pela Copa do Brasil. Na ocasião, o volante tinha 18 anos. Sua última atuação foi em 15 de novembro, quando o Vasco empatou em 2 a 2 com o Vila Nova Pela Série B.

Morato é dúvida, Marquinhos Gabriel deve ser titular

Outro jogador que muito provavelmente não terá seu contrato renovado, o atacante Morato é dúvida para o jogo de domingo, contra o Londrina. O camisa 10 sente dores na coxa direita desde o início da semana de treinamentos no CT Moacyr Barbosa. Ele será reavaliado nos próximos dias, mas dificilmente figurará entre os relacionados para o duelo no Paraná.

Em contrapartida, Marquinhos Gabriel, recuperado de um problema no tornozelo direito, treinou a semana toda e tem boas chances de iniciar o duelo no Estádio do Café. O técnico interino Fábio Cortez não pode contar com Andrey, Léo Jabá, Walber e Zeca (férias antecipadas) e Galarza (liberado para viajar ao Paraguai).

Fonte: Globo Esporte

2 comentários
  • Walter Carvalho - 26 de novembro de 2021

    Clube de merda. Dá ferias para jogadores antes do término da competição.
    Outra coisa, só falta agora vender o Cano pra jogar contra o Vasco no ano que vem. Já não basta as cagadas feitas de deixar o Picaxu, Rossi, Felipe Bastos, Madson, Henrique, entre outros.
    Pra ficar com as merdas que jogaram este ano.

    Responder
  • Jota wilson - 25 de novembro de 2021

    Se não tiver 11jogadores que entra com 10 mas marquinho Gabriel não deveria chegar perto da camisa do vasco ,isso e o jogador mais preguiçoso de todo os tempo

    Responder
Deixe sua opinião

Últimas notícias
30 de novembro de 2021
Time da Virada recolherá assinaturas para a realização da AGE no Vasco

O Movimento Time da Virada estará na frente de São Januário neste sábado coletando assinaturas para a realização da AGE.

Edu reitera desejo de jogar no Vasco

Artilheiro da Série B do Campeonato Brasileiro 2021, o atacante Edu, do Brusque, reiterou o desejo de defender o Vasco da Gama.

Vasco disputa prêmio de melhor campanha de responsabilidade social

Por conta da camisa lançada em apoio ao movimento LGBTQIA+, o Vasco da Gama concorre ao prêmio de melhor campanha de responsabilidade social.

Péssima campanha no 2º turno ajuda a explicar fracasso do Vasco na Série B

Depois de um primeiro turno fraco, o Vasco da Gama fez um segundo turno ainda pior na Série B, influenciando no não acesso.

Confira números do Vasco na Série B 2021

Confira números do Vasco da Gama na Série B do Campeonato Brasileiro 2021, os quais não permitiram o acesso.

Movimentações do Vasco no mercado: veja quem chega, quem sai e quem fica no Clube

O Vasco da Gama reformulará o departamento de futebol para a temporada 2022 e já busca por reforços para o elenco.

Reportagem destaca que o Sócio Gigante tem plano destinado aos animais; assista

A reportagem mostrou que o Vasco da Gama, no programa Sócio Gigante, tem uma categoria especial para os bichos de estimação.

Vasco é multado por objetos jogados em São Januário no jogo contra o CSA

Por conta de objetos jogados em São Januário no jogo contra o CSA, o Vasco da Gama terá que pagar multa de R$ 5 mil.

Conheça a história do Dom Corvo I e Único, mascote do Vasco nas décadas de 40 e 50

O Vasco da Gama teve o Dom Corvo I e Único como símbolo de sorte nas décadas de 40 e 50, mas que perdeu força a partir de 60.

Alexandre Mattos afirma que acerto com outro clube freou conversas com o Vasco

O diretor executivo Alexandre Mattos disse que teve uma boa conversa com o presidente do Vasco da Gama, Jorge Salgado, mas não avançou.

Veja mais notícias